terça-feira, 31 de janeiro de 2017

As Coisas se Acomodariam

*
As férias se iniciam
Mas os trabalhos não se distanciam
Os processos não se adiam
Luzes se irradiam
Então nos auxiliam
Sabíamos que nos ajudariam
Que nos apoiariam
E todas as coisas se acomodariam
(Eneida Freire)
*

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Energia e Encantamento

*
Ao fundo pode haver preto
Fechado 
E até assombrado
Mas flores vermelhas são a alegria do momento 
Oferecerem energia e encantamento 
(Eneida Freire)
*

domingo, 22 de janeiro de 2017

sábado, 21 de janeiro de 2017

Deixar Acontecer

*
Porque é que a gente não para de correr?
A gente sente que tudo fica a ferver
Com caminhos diferentes a escolher
E a gente tem muito a perder?
É melhor a gente entender
Que precisamos ativar nosso poder
Saber que o que venhamos a querer
Precisamos acreditar pra receber 
E então deixar acontecer
(Eneida Freire)
*

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Ano Novo

*
O Ano Novo 
É realmente novo
Quando a gente 
Não somente
Faz de novo
Isso seria engodo
Mas quando se tem em mente
Que deve-se fazer diferente
Isso é verdadeiramente novo
Vá em frente
Enfrente 
Feliz Ano Novo!
(Eneida Freire)

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Coisa Meio Antiga

*
Uma coisa meio antiga
Um tanto quanto romântica 
Mas com o moderno não briga
Pois a coisa delicada
O coração abriga
(Eneida Freire)
*

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

sábado, 7 de janeiro de 2017

Espaço Para o Novo

*
As curvas vem vindo
Novos caminhos se descortinando 
Os cachos assumindo
A vida fluindo
Nem tanto interferindo
Deixando a vida seguindo
Sofrimentos diminuindo
Certas questões aceitando
Outras tantas administrando
O mundo exterior se acalmando
A mente, mundo interior, serenando
Para que então o próximo ano possa vir começando 
Com espaço para o novo vir chegando
(Eneida Freire)
*

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Necessários Resgates

*
Mudanças
Relutâncias 
Das nossas realidades
Imensas distâncias 
Grandiosos debates
Necessários resgates
Somos sobreviventes
Com forças ardentes
(Eneida Freire)
*

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Para Mudar

*
Tanta coisa para mudar
A vida se põe a balançar
A gente se deixa embalar
Não para se fechar
Mas para ver tudo se acomodar
Deixa estar
A minha parte não deixo passar
A vida é um eterno bailar
(Eneida Freire)
*