sexta-feira, 27 de maio de 2016

A Dança, a Energia

*
Então da dança que eu queria
Obtive a força que pretendia
Pois prendi a energia que almejava
Que ambicionava domada
Fiz minha própria 'escuderia'
Não, jamais me esconderia
Nem de mim mesma
Não me trairia
Tanto quanto eu saberia
Da força que eu teria
Se buscasse minha própria energia
Então me  restabeleceria
A dança, a energia
Contato com minha natureza 
Eu me resgataria
(Eneida Freire)
19/05/2016
*

Nenhum comentário: