terça-feira, 14 de julho de 2015

Aceita!

*
O dia amanheceu claro
E depois ficou sombrio
Quanto à força da natureza
Não se questiona a destreza
Melhor não se ater à revolta
Para o mal não receber de volta
Melhor ainda ser digna
Como a natureza, íntegra
Às vezes até se agita
Mas como não se rebela
Não sofre, posto que aceita!
(Eneida Freire)
27/06/2015
*

Nenhum comentário: