terça-feira, 30 de junho de 2015

Para e Repara

*
Quando  gente não para
A vida para a gente
Mas como é que a gente para
Quando tudo na vida dispara?
Quando a gente para
Tem a sensação de algo que se separa
Separa do andamento que impera
Parece que a estagnação se instala!
Mas quando a gente não para 
A vida para a gente
Para ver se a gente repara
Ainda bem que isso não é freqüente!
(Eneida Freire)
10/06/2015
*

  

Nenhum comentário: