domingo, 30 de novembro de 2014

Autenticidade

*
Simplicidade
Sinceridade
Felicidade
Atributos que refletem liberdade
De fazer ou não fazer, a faculdade
Mas expressando-se com honra e lealdade
Aos próprios princípios, com verdade
Representando e reafirmando a identidade
Com liderança e autoridade
Demonstrando autenticidade
(Eneida Freire)
23/11/2014
*

sábado, 29 de novembro de 2014

Então, se Cuide!

*
Quem se confunde
O mal difunde
Na mente infunde
Algo que lhe cative
Embora não lhe acrescente
Então, se cuide!
(Eneida Freire)
21/11/2014
*

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Intrigante

*
Hoje vi muita gente ignorante
Mas também percebi algo intrigante
Vi muita gente ignorando o povo ignorante
Gente sem dar importância ao imprudente
Somente se importando com o que é importante
Tão bom pensar que é melhor seguir adiante
E só se importar com o que seja relevante
E se sentir radiante
Em pensar que há gente brilhante!
(Eneida Freire)
20/11/2014
*

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

É Preciso Coragem

*
É preciso coragem
Para se defender de qualquer pilhagem
De investida concreta ou de bobagem
É preciso coragem
Para se alterar a imagem
Do quadro que aparece como miragem
É preciso coragem
Para perceber a beleza das coisas que nos acontecem
E descansar com tranquilidade
Como deitar numa tapeçaria com grande ramagem
É preciso coragem
(Eneida Freire)
18/11/2014
*

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Um Forte Abraço

*
Um forte abraço
Daquele jeito apertado
Em que se sente sufocado
Verdadeiramente inebriado
Um forte abraço
Aquele que tira o sentimento sofrido
Que ultrapassa o dolorido
Que transforma o mundo em colorido
(Eneida Freire)
19/11/2014
*

terça-feira, 25 de novembro de 2014

A Arte de Se Liderar

*
A arte de se liderar
Começa por se aceitar
A si mesmo conhecer
Consigo aprender
Ao negativo não se prender
Ao positivo se ater
Depois vir a se reconhecer
Por ter passado a se compreender
Finalmente se amar
E depois ao próximo cuidar
(Eneida Freire)
17/11/2014
*

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

O Resultado

*
O caminho escolhido
Agrega o bem assim entendido
O que fora por si acolhido
Depois reúne o selecionado
Através de um gosto apurado
Então colhe-se o resultado
Como perfeito e acabado
(Eneida Freire)
16/11/2014
*

sábado, 22 de novembro de 2014

Como Você Vê o Mundo?

*
Pense em como você vê o mundo
E não pense: 'eu me confundo'
Não se sinta um moribundo
Desfalecido
Esvaído
Veja a vida com sabor intenso
Tenha amor imenso
Primeiro por si mesmo
E em próximo passo
Amor ao próximo 
Como você vê o mundo?
Veja o colorido
E terá desenvolvido
Um bom sentimento 
Um amor profundo
E pense na beleza 
Da presteza
Da natureza
Agora você já sabe, já tem certeza
Do que é bom por excelência
Pois terá compreendido
A sua essência
O seu âmago
Pense de novo!
Como você vê o mundo?
(Eneida Freire)
14/11/2014
*

A Chuva Nos Ensina

*
A chuva fina
Vem e nos ensina
Que a natureza nos explica
Que tudo se justifica
Tudo se doutrina
A chuva fina
Vem e nos ensina
Que se a pessoa observa
As questões pondera
Os ímpetos modera
Qual a água que se precipita
Respinga
Mas não impossibilita
(Eneida Freire)
13/11/2014
*

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Determina!

*
Mira a vida
Admira a sua beleza
Felicita a si mesma
Adquira fortaleza
Conquista a alegria
Reaja e não fracassa
Refaça a sua história
Repassa e se satisfaça
Duvida da crença que limita
Critica o pensamento derrotista
Determina mudança em sua vida
(Eneida Freire)
12/11/2014
*

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Viver...

*
Viver...
Viver não é permanecer parado
Num mundo encantado
A tudo alheado
Sem saber do que é falado
Viver
É por si interceder
A vida aceder
Fácil de perceber
O que se há de fazer
O que há de prazer
O que haverá de ceder
Viver
É a própria luz acender
Descobrir o bom proceder
Os erros não reviver
Crescer...
(Eneida Freire)
11/11/2014
*

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Reescreve a Sua História!

*
Quem a tempestade segura
Entende que a vida cura
Percebe que se insegura
Simplesmente não se apura
E sente a vida tão dura!
Quem abalado se demonstra
Em si não tem confiança
Com qualquer coisa se abala
Revela-se como fraca
Mas se a firmeza restaura
A vida se revigora
A sua riqueza explora
Cuida do que realmente importa
De bons lucros se apropria
Reescreve a sua história
(Eneida Freire)
10/11/2014
*

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Dia de Domingo

*
Dia de simplicidade
Dia de ficar à vontade
Dia de fazer somente o que nos der vontade
Dia de esquecer a vaidade
Dia em que se quer dormir até tarde
Dia de domingo é dia pela metade
Dia em que se entrega à inanidade
Dia que se divide com a responsabilidade 
(Eneida Freire)
09/11/2014
*

domingo, 16 de novembro de 2014

De Rosa

*
Hoje, de rosa
Menção honrosa
Ao que nos tira a tensão
E porque não
Fazer um acordo bom
Aliviar a pressão
Melhorar o coração?
(Eneida Freire)
08/11/2014
*

sábado, 15 de novembro de 2014

Mesmo Assim

*
Ainda que a vida
Cobrasse a partida
A experiência vivida
Valeria a biografia
Ainda que a geografia
Não favorecesse a grafia
Mesmo assim o bom humor me guiaria
(Eneida Freire)
07/11/2014
*

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

De Amarelo, em Paralelo

*
De amarelo
Buscando organizar a emoção
Um sentimento sincero
De amarelo
Tentando entender a comoção
Estabelecendo um paralelo
De amarelo
Controlando a força da agitação
Tornando-me um canal aberto
(Eneida Freire)
06/11/2014
*

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

A Vontade

*
A vontade é de fazer alarde
A vontade é de toar belo acorde
A vontade é de ficar à vontade
A vontade é de que o louvor se entoe
A vontade é de que a torcida grite
A vontade é de ver que o bem repercute
A vontade é de que ninguém se estrague
A vontade é de que ninguém se estranhe
Que ninguém perca e que ninguém ganhe
Pois só assim progride a sociedade
(Eneida Freire)
05/11/2014
*

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Amplie a Sua Potência

*
Quando excessiva a cobrança
Auto-estima na balança
Falta de crença na bonança
E não cuida da interna criança
Não havendo perseverança
Colherá inconstância
Reaja e aceite a mudança
Busca a bem-aventurança
E o resultado da dança
Será a aplicação da sua força
E verá a ampliação da sua potência
(Eneida Freire)
04/11/2014
*

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Prática Respiratória

*
Quando a pessoa com a vida não se inspira
Parece que é porque não respira
Acho que na verdade ela não inspira
Pois quem bem respira
Profundamente inspira
Busca intensamente energia positiva
E quando então expira
Promove a limpeza de toda a sua ira
Permite a eliminação de toda toxina
Descobre a importância da boa prática respiratória
E então, com a vida se inspira
(Eneida Freire)
03/11/2014
*

domingo, 9 de novembro de 2014

Parada Obrigatória

*
Parada obrigatória
Para tornar a vida satisfatória
Para escrever mais um pedaço da história
Parada obrigatória
Para receber pessoa lisonjeira
Para quem o amor próprio abona
Parada obrigatória
Para fazer o que te agrada
Para permitir o que te afaga
Parada obrigatória
Para brindar à amorosa conquista
Para dar importância à trajetória
(Eneida Freire)
02/11/2014
*

sábado, 8 de novembro de 2014

Minha História

*
Mais uma vez, só parei agora
Mas prefiro assim do que como outrora
Prefiro levantar-me pela aurora
E trabalhar com o que meu sentimento aflora
Escolho conscientizar-me na minha trajetória
Ativar a minha memória
Buscar fazer melhor a minha história
(Eneida Freire)
01/11/2014
*

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

O Ar em Movimento

*
Teve a chuva e teve o vento
Teve o ar em movimento
Teve a força do momento
Teve a graça do deslocamento
Teve a melhoria, o progresso
Teve a satisfação do regresso
Reencontro consigo mesmo
Vento, energia, ar em movimento
(Eneida Freire)
31/10/2014
*

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

O Convívio

*
O fato é que em convívio
Nada é definitivo
Basta estar vivo
Para perceber um engano
Se a vida não fizer muito sentido
Tudo parecerá estranho
Sobressairá o sentido oposto
Se não ativar o esforço
Ou até mesmo pedir reforço
Para que o melhor seja garantido
O bom seja ainda mais qualificado
E que cada um seja aprovado
Diante de cada fato
Mesmo necessitando-se mudar o bailado
E cada ponto restará ajustado
Então o convívio tornar-se-á facilitado
(Eneida Freire)
30/10/2014
*

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Nunca Diga 'Eu Não Consigo'

*
Dia corrido
O que faz com você? O que faz comigo?
Nunca diga 'eu não consigo'
Confie em si e dê-se abrigo
Se precisar, junte-se a um amigo
Mas não se deixe de lado
Sinta-se capacitado
Mantenha o pensamento elevado
Que todo o bem restará instalado
(Eneida Freire)
29/10/2014
*

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Aproveite a Sua Chance!

*
Aproveite a sua chance
Trabalhe
Lute
Se esforce
Feliz de quem vive
E não admira quem sofre
Porque este simplesmente colhe
E então se recolhe
E se veja diferente
Sendo cada vez mais crente
De que a boa corrente
É a de quem firma a sua mente
De quem abraça o seu presente
Aproveite a sua chance!
(Eneida Freire)
28/10/2014
*

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

O Inimigo Mora ao Lado

*
Já que o inimigo mora ao lado
Todo mundo deveria ficar mais antenado
Deveria manter o pensamento sempre selecionado
Sem deixar o que é importante de lado
Sem deixar quem é importante, ilhado
Porque o inimigo mora ao lado
E nunca deve ser desprezado
Sob pena de ser assaltado
Tornar-se então aborrecido
Por ter sido descuidado
Portanto
Fique atento
Tome cuidado
Seja com tudo, ponderado
Não dê motivo para o conflito
Tenha tento
Fique a salvo
O inimigo mora ao lado!
(Eneida Freire)
27/10/2014
*

domingo, 2 de novembro de 2014

Seja Cantante

*
Acorde cantante
Escolha um belo acorde
Intente deixar o caminho errante
Intencione seguir adiante
Avante
Para o bem, manifestante
Sorridente
Cantante
Veja a vida quão impressionante!
Se ainda não olhou pra frente
Haja mais objetivamente
Seja cantante!
A vida é impressionante!
(Eneida Freire)
26/10/2014
*

sábado, 1 de novembro de 2014

O Tempo Muda

*
E então o tempo muda
Afinal, chega a chuva
Lembra cheiro de uva
Serve como uma luva
É bom quando o tempo muda
Quando a natureza oferece uma muda
Mesmo sem estação definida
Mesmo que venha mudança 
Normalmente não conhecida
O tempo muda
Mas o que vale na vida
Senão a experiência adquirida?
(Eneida freire)
25/10/2014
*