quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Habitualidade e Resultado

*
A falta de seqüência dificulta o resultado
O que seria bom, resta adiado
Um bem-estar roubado
Desconfigurado
Por uma espécie de delírio tomado
Um delito consumado
E não adianta restar revoltado
Antes pense em tudo mudado
Não se deixe desvairado
Estabeleça-se centrado
Sinta-se pela vida apaixonado
Pelo amor inspirado
Pelo presente, um momento único, enamorado
Com a habitualidade, o resultado
(Eneida Freire)
01/10/2014
*

Nenhum comentário: