sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Amadurecimento

*
Amadurecimento
Não se dá de um para outro momento
Em pequeno espaço de tempo
Mesmo que se faça um arrazoamento
Justificando um ou outro argumento
Não se pode entregar ao tormento
Ou à raiva do momento
Há de haver apaziguamento
Afinal, quem já atingiu seu completo desenvolvimento?
(Eneida Freire)
24/10/2014
*

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Força!

*
Inquietude profunda
Sentimento ruim em que o coração se funda
Ou na verdade se afunda
Quando a gente se preocupa
Uma mortal angústia
Experiência metafísica
Agonia tola
Pois não se pode mudar a passada história
Mas para haver futura vitória
Há que se arriscar em coisas grandiosas
Assim haverá triunfo e glória
Confiança na bonança
Que se intensifica a força
É assim que se alcança!
(Eneida Freire)
23/10/2014
*

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Falar ou Se Calar

*
Deve-se falar
Ou deve-se calar
Sem saber se o outro irá se melindrar
Viver sem conversar
É um não compartilhar
Achando que por si a vida vai se melhorar
Mas como irá se modificar
Sem que se permita partilhar
Sem energia boa quinhoar
Coloco-me a duvidar
Mas sei o rumo a tomar
Busco me aperfeiçoar
E isso só se dá ao se comunicar
Ideias a trocar
Permito-me serenar
(Eneida Freire)
22/10/2014
*

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Ajo e Reajo

*
Algumas coisas, carrego
Outras coisas, arrasto
É fato
Mas o fato
É que a nada me entrego
Com algumas coisas, ainda me estresso
Com outras coisas, sossego
Mas nada me 'finca o prego'
Porque sou do mundo
Não nego
Mas somente a coisas boas me apego
Não fico ali assentada
Apagada
Diante da empreitada
Boto a mão na massa
Não me faço justiceira
Mas também não sou prisioneira
Ajo e reajo conforme minha própria bandeira
Defendendo minha nação inteira
(Eneida Freire)
21/10/2014
*

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Força!!!

*
Força
Lado de quem se esforça
De quem resolve a contenda
De quem com o pouco não se contenta
De quem, diante da questão, enfrenta
Força
Retorno de quem se avigora
De quem se fortifica
De quem a caminhada não dificulta
De quem pouco pergunta e muito explica
Força
Poder da pessoa ousada
De quem se encoraja
De quem não age pela raiva
De quem se conscientiza e se supera!
(Eneida Freire)
20/10/2014
*

domingo, 26 de outubro de 2014

O Presente Momento

*
Se em vez de se equilibrar
Você anuviar seu pensamento
Receberá tormento
É a força do pensamento
Das energias em movimento
É a constância das energias exercendo seu movimento
Se você não quiser tormento
Que você mude seu pensamento
Que se esforce por um momento
Para pensar melhor diante de cada evento
Cada vento
Para a vida, um novo invento
Aproveite o presente momento!
(Eneida Freire)
19/10/2014
*

sábado, 25 de outubro de 2014

O Sol, Um Dinamizador

*
Então sobre o que eu falaria hoje
Senão sobre o calor
Sobre o torpor
Que nos tira o frescor
Sobre esse sol
Esse dinamizador
De energia, potencializador
Como entorpecedor
Que se não se cuidar
Pode funcionar
Como desfalecedor
Haverá de se usar o dosador
Para que não haja algo mais forte, um inibidor
(Eneida Freire)
18/10/2014
*

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Qual Seria a Serventia?

*
Afinal, qual seria a serventia
De viver somente na correria?
Para que a vida valeria
Se pouco a pessoa se validaria?
Para que é que se prestaria
Alguém que não tem alegria?
O importante é que se atentaria
Ao que a si aprovaria
Perceber do que gostaria
Algo que para si contribuiria
E então ocorreria
Algo como uma ventania
Que a tudo reviraria
Depois viria a calmaria
Tudo o que se fez se justificaria
E isso muito lhe qualificaria
(Eneida Freire)
17/10/2014
*

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

É Possível!

*
Possível
Ou impossível
Tudo depende do combustível
A energia sutil é invisível
Não saber disso é esquisito
Mas o principal requisito
Para se oferecer refúgio, abrigo
É mostrar-se destemido
Enfrentar o inimigo
Assim o êxito torna-se factível
Quando se crê, a coisa se torna possível
(Eneida Freire)
16/10/2014
*

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Semear

*
Semear
Ato bom de se lembrar
De fazer, realizar
Importando é saber
O terreno a se plantar
Para acertar no que irá se resultar
Semear
Pensar e considerar
No bom caminho a trilhar
Haverá de se conscientizar
De que para bem colher o que plantar
A alma haverá de amar
(Eneida Freire)
15/10/2014
*

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Brilho Certo

*
Um dia encantado
Um dia embaçado
Que se inicia engraçado
Com o sol eclipsado
Deixa tudo embaraçado
Olha-se para um lado
Olha-se pra outro lado
Tudo parece ofuscado
Mas a verdade é que se fica deslumbrado
Com  a beleza do sol encoberto
Parecendo sol de deserto
Mas ele brilha, é certo
Trazendo emoção, decerto
Pois se sentirá completo
Aquele cujo brilho é certo
(Eneida Freire)
14/10/2014
*

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Dever Cumprido

*
A sensação do dever cumprido
É algo tão bonito
Que vem da caridade vestido
Qualidade de quem é digno
Daquele de sol revestido
E o entorno se torna sereno
Calmo
Tranquilo
(Eneida Freire)
13/10/2014
*

domingo, 19 de outubro de 2014

Dia da Criança

*
Hoje o dia é da criança
Dia da temperança
Porque é assim que se avança
Hoje o dia é da criança
Dia da bonança
Porque é assim que se descansa
Revitalize a sua criança!
(Eneida Freire)
12/10/2014
*

sábado, 18 de outubro de 2014

Humildade e Fraternidade

*
A humildade
É uma faculdade
Que a poucos invade
Mas há de se descobrir a verdade
De que a irmandade
É a realidade
E que a comunidade
Deve crescer em igualdade
A humildade
É ter em si a bondade
Permitir a ternura em conquista
Valorizar uma amizade
Simpatia em disponibilidade
Benevolência manifesta
Saber viver em fraternidade
(Eneida Freire)
11/10/2014
*

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

A Questão

*
A questão é que o sujeito
Para se sentir aceito
Tenta esconder o seu defeito
Como se alguém fosse perfeito
A questão é que o bom funcionamento
O equilíbrio de todo sentimento
Não deve depender do momento
De um pequeno espaço de tempo
A questão é que o avivamento
Depende do intento eleito
Do próprio renascimento
Dando vida a cada momento
Cuidando do refazimento
(Eneida Freire)
10/10/2014
*

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Exigente!

*
Estou muito exigente
Não quero gente
Não quero presente
Quero simplesmente
Ver a vida andar pra frente
Não aguento ver tanta gente
Passar pela vida a arrastar corrente
Estou muito exigente
Quero uma alegria frequente
Distância de gente demente
Não quero mais essa gente
Que não me deixa ficar sorridente
A cólera não é conveniente
Revitalizo, pois, a minha mente
E a alegria se aproxima imoderadamente
Tempestivamente
(Eneida Freire)
09/10/2014
*

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Tem Hora Em Que...

*
Tem hora em que se intenta descer do salto
Tem hora em que se quer jogar tudo pro alto
Tem hora em que se parece tomado de assalto
Tem hora em que se entorna o caldo
Tem hora em que se cansa do palco
Tem hora em que se age por impulso
Tem hora em que se sabe o preço disso
Tem hora em que se cuida do arrebatamento
Tem hora em que se doma o ímpeto
Tem hora em que se impede o arrependimento
Tem hora em que se revitaliza o entusiasmo
Tem hora em que se permite o enlevo
Tem hora em que se sobressai o encantamento
Tem hora em que se aceita da vida o prêmio
(Eneida Freire)
08/10/2014
*

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Menos é Mais

*
Mais educação
Menos perturbação
Mais conscientização
Menos agitação
Mais atenção
Menos tensão
Mais instrução
Menos reprovação
Mais aceitação
Menos lutas em vão
Essa a condição
Para um povo são
(Eneida Freire)
07/10/2014
*

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Hoje Eu Precisava!

*
Hoje eu precisava!
Precisava de quem me abraça
Precisava daquele abraço que amassa
De energia tão intensa
Que até cansa
Hoje eu precisava!
(Eneida Freire)
06/10/2014
*

domingo, 12 de outubro de 2014

Eleição!

*
Eleição!
Para ser bom cidadão
Há de haver participação
Com bastante conscientização
Buscando informação
Conhecimento em ação
(Eneida Freire)
05/10/2014
*

sábado, 11 de outubro de 2014

É Muito Interessante!

*
É muito interessante
Quando se acha conteúdo relevante
Que não te deixa do seu objetivo distante
Pode ser algo intrigante
Ou algo realmente atraente
Mas que te atraia e sustente
Algo que te encante costumeiramente
Que te leve pra frente
Que sustente sua fé
Que te deixe crente
Em que você confie
A que você se entregue
É muito interessante!
(Eneida Freire)
04/10/2014
*

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

O Prazer de Viver

*
Procurar sempre o melhor a se fazer
Realizar cada tarefa com prazer
Saber trabalhar e saber curtir o lazer
O que estiver desorganizado, refazer
O que estiver dando bom resultado, manter
E assim descobrindo o prazer de viver
(Eneida Freire)
03/10/2014
*

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Reforço

*
Eu me enfeito
Um lenço
Um momento
Um chamego
E assim eu me entrego
Sem medo
No melhor emprego
Da mente em repouso
Eu me aquieto
E que todo o meu sossego
Possa ter amparo
Meu eu abrigo
Mas sem apego
Com carinho
E me faço agrado
Um afago
Com desvelo
Pois meu melhor trato
É ser da vida bastante grato
E assim o melhor recebo
Tudo de que tenho direito
Pois sei que muito mereço
Eu me esforço
Me equilibro
Me reforço
(Eneida Freire)
02/10/2014
*

Habitualidade e Resultado

*
A falta de seqüência dificulta o resultado
O que seria bom, resta adiado
Um bem-estar roubado
Desconfigurado
Por uma espécie de delírio tomado
Um delito consumado
E não adianta restar revoltado
Antes pense em tudo mudado
Não se deixe desvairado
Estabeleça-se centrado
Sinta-se pela vida apaixonado
Pelo amor inspirado
Pelo presente, um momento único, enamorado
Com a habitualidade, o resultado
(Eneida Freire)
01/10/2014
*

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Mais Elevado

*
É engraçado
Quem se deixa de lado
Quem transforma a vida em verdadeiro fado
Quem não controla o destino
Quem prefere viver num sofrido
Tudo é um dolorido...
É engraçado
Pois não há nada tão pesado
Que com o bem não possa ser confrontado
E então o fardo
Passa a ser relevado
O que precisar, que seja desculpado
Deixando de viver sobressaltado
Posicionando-se mais elevado
(Eneida Freire)
30/09/2014
*

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Então, à Vida!

*
Então, a vida...!
A vida é para ser intensamente vivida
Não é para ser sofrida
Nem indignada
A pessoa revoltada
Não se faz honrada
Facilmente se irrita
Não se controla
Então muito se esfola
De sua felicidade se despoja
Com sua voz desagrada
Guerreia, mas o bom combate  não luta
Na verdade, da vida não desfruta
Reveja
Reflita
Viva vida intensa
Progrida
Então, à vida!
(Eneida Freire)
29/09/2014
*

domingo, 5 de outubro de 2014

sábado, 4 de outubro de 2014

Polaridades

*
Com novidades
Embora imperiosas polaridades
Pendentes
Imponentes 
Antes mais frequentes
Agora diferentes
Ora como dementes
Ora como tementes
Mas todas as tendências
Sempre muito importantes
Para sermos mais conscientes
De que melhoras frequentes
Sempre são relevantes
(Eneida Freire)
26/09/2014
*

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

A Vida Vai Serenar

*
A mente a dispersar
As ideias a espalhar
Dificulta concentrar
Melhor mesmo é se centrar
Ideias ruins, dissipar
Fazer debandar
Ideias boas, ordenar
Dádivas, listar
E nelas se firmar
O que há de pior em nós, controlar
O que há de melhor, disseminar
Pensamentos negativos, contraprovar
Pensamentos positivos, semear
Não basta orar
Há que se vigiar
As ideias, inspecionar
Concentrar 
E se firmar
Que a vida vai serenar
(Eneida Freire)
25/09/2014
*

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Garantir Integridade

*
O bom é ter tranquilidade
Aquietar a mente de verdade
Adquirir serenidade 
Bondade em continuidade
Visível necessidade
Para com os outros, seriedade
Para conosco, respeitabilidade
Despertar a humildade
Deixar de lado a vaidade
Para alcançar o estado de vacuidade
Atingir a sanidade
Higienizar a mente, salubridade
Alcançar a dignidade
Garantir integridade
(Eneida Freire)
24/09/2014
*

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Um Dia Numa Correria

*
Um dia numa correria
Um dia que permitiria
Fazer muito do que se queria
Um dia sem fantasia
Um dia em que faria muito mais que se imaginaria
Fazer mais do que se sonharia
Um dia em que a realidade se imporia
Um dia em que se capricharia
Fazer muito mais do que a ele se reservaria
Um dia em que se superaria
(Eneida Freire)
23/09/2014
*