segunda-feira, 26 de maio de 2014

Não Sou Santa

*
Não sou santa
Embora a vontade de me iluminar seja tanta
Não sou santa
Embora a afronta
Já não me deixe tonta
Não sou santa
Nem tenho expectativa
Nem esperança
Diante do panorama
Não sou santa
Sinto que a vida me cansa
Causa fadiga
Quando se acelera
Quando me apressa
Não sou santa
Mas tenho confiança
De que a habilidade se expanda
Não sou santa
Mas acredito que possa ser virtuosa
Aquela que se esforça
Que se encoraja
Se avigora
(Eneida Freire)
19/05/2014
*

Nenhum comentário: