terça-feira, 27 de maio de 2014

Acho Graça

*
Acho graça
Quando tudo o que importa
Parece infortúnio, uma desgraça
Onde está a graça
Quando a vida fica sem graça
E a mesma graça
Parece chalaça
A vida bendita
Parece piada
Coisa maldita
Uma desdita
Em contrapartida
Passo a achar graça
Faço caçoada
Então a desventura
Passa a ser aventura
Não carrego mágoa
Faço dela troça
E nessa brincadeira
A vida vira folia
Uma boa farra
Pondo tudo na balança
Escolho a folgança
Acho graça
Prefiro essa dança
(Eneida Freire)
20/05/2014
*

Nenhum comentário: