sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

O Bom É Renascer

*
Ver o dia amanhecer
Oferece muito prazer
Seja para o trabalho
Seja para o lazer
Porque o bom é renascer
Independente do que se tem a fazer
(Eneida Freire)
21/02/2014
*

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Resguarda a Guarda

*
Quando a coisa esquenta
A gente aguenta
Pois a gente se sustenta
Suporta
E se comporta
Para qualquer um não se abre a porta
Resguarda a guarda
Cuida do que se alimenta
(Eneida Freire)
20/02/2014
*

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Bem Ancorado

*
É dia nublado
Mas o sol insiste
Em ser instalado
Pensa um dia triste
Pode ser mudado
Isso é um convite
Se compreendido
Que o seu martírio
Pode ser passado
Algo diferente
Será instalado
Se na mente firme
O bem for ancorado
(Eneida Freire)
19/02/2014
*

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Firme em Meu Desígnio

*
A propósito
Sigo meu plano
Firme em meu desígnio
Decido
Não ter mais invento
Senão fujo do intento
Se mudar o movimento
Que se fique atento
Para o clima não ficar tenso
Paro e repenso
Analiso o evento
Preparo
Reparo o necessário
Tornando feliz o acontecimento
(Eneida Freire)
18/02/2014
*

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Meu Próprio Respeito

*
Se no tormento
Me apresento
E me deixo um ser aflito
O que procuro?
Primeiro
Não me torturo
Segundo
Não sofro martírio
Eu me retiro
Aperto no peito
Aceno
E me equilibro
Terceiro
Por término
Foco no alvo
No objetivo
Independe do pensamento
O verdaceiro propósito
Meu próprio respeito
(Eneida Freire)
17/02/2014
*

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Ar Encantado

*
Dia nublado
Meio parado
A tendência é o humor alterado
O que fazer nesse estado?
Colocar-se um pouco mais agitado
Deixar a preguiça de lado
Não se deixar perturbado
Buscar um ar encantado
Com a vida embevecido
Sempre agradecido
Maravilhado
Verdadeiramente extasiado
(Eneida freire)
16/02/2014
*

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Bem Conduzido

*
Mais um dia produtivo
É assim que é comigo
Cada coisa em seu abrigo
Num caminho bem conduzido
Mesmo que o assunto seja sortido
Mesmo que tudo seja corrido
Reviro
Reajo
Me viro do avesso
Estabeleço um recomeço
Melhor ainda agora
Do que antes desse texto
(Eneida Freire)
15/02/2014
*

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Não Se Deixe Esperar

*

Não se deixe esperar
Pois atrás de ninguém é o meu lugar
E se tentar
Verificará
Que eu não estarei lá
Mas sim adiante daquele lugar
Porque parada nunca fui de ficar
Nunca fui de me abandonar
Não se ponha a desesperar
Antes pense em se adiantar
Porque sigo meu caminhar
Parada não me deixo estar
Sempre a me avançar
Sigo sempre a enfrentar
Procurando não me abalar
Coisas boas a praticar
Mesmo que o mal queira executar
Ele não vem a se instalar
Porque sempre firme eu vou ficar
Ponha-se a adiantar
Ouse se melhorar
Antecipe em se superar
Senão mais um tempo irá passar
Se se deixou a esperar
Foi porque permitiu-se estagnar
Ponha-se a se melhorar
Ponha-se à vida aproveitar
(Eneida Freire)
14/02/2014
*

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Sozinho?!

*
Há quem se feche em seu mundinho
Como se fosse um ninho
Como se ficar assim sozinho
O livrasse do burburinho
Aí a vida passa como um bondinho
E só se acompanha com a leveza de um passarinho
Não adianta se fazer de coitadinho
E se isolar pelo caminho
Melhor é fazer uso do cadinho
Organizar ideias em desalinho
E expandir-se em carinho
Começando consigo mesmo um pouquinho
E nunca mais se deixará sozinho
(Eneida Freire)
13/02/2014
*

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Harmonia

*
Viva o dia!
Tire o peso que te guia
Ele não te deixa em harmonia
Não é boa companhia
Acaso acharia
Que ele te sustentaria?
Pior para você seria
Se muito tempo permaneceria
Junto a algo que te cegaria
Melhor quanto mais cedo despertaria
E então se harmonizaria
(Eneida Freire)
12/02/2014
*

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Tempo Passado

*

Não adianta falar que faz questão
De coisa de que abriu mão
Não adianta criar ilusão
Sobre coisa da qual 
Não se fez questão
O tempo passou
E se desperdiçou
Esbanjou
Ou mesmo prodigalizou
Provavelmente com algo se enganou
Não continue fazendo então
O seu tempo correr em vão
Faça o que tem na mão
Ficar então muito bom
Porque o tempo passado
Quando trocado
Ou o tempo desperdiçado
Ah, esse não volta não!
(Eneida Freire)
11/02/2014
*

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Quando a Rotina Sai da Casa

*
Quando a rotina sai da casa
Não se consegue sair de casa
Tudo se atrasa
E se retarda
Correndo se apronta
Temporiza
E não adianta
Cedo se levanta
Porém tudo se alonga
Se estende
Se desdobra
Ainda assim a vida cobra
Mas se permanece na luta
Não desistindo da labuta
A coisa muda 
Quando menos se espera
E tudo se recupera
(Eneida Freire)
10/02/2014
*

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Por Falar Nisso

*
Por falar nisso
Há que se ter compromisso
Há que se fazer rebuliço 
Há que ser bom nisso
Por falar nisso
Tudo parece um enguiço
Parece mesmo um feitiço
Vamos então parar com isso
Voltar ao início
Promovendo recomeço
Agora sem tropeço
Convença-se disso!
(Eneida Freire)
09/02/2014
*

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Corrente

*
A pessoa que arrasta corrente
Usa frequentemente
Do sofrimento da mente
E passa a acreditar 
Que não pode levitar
Que não pode melhorar
A pessoa que arrasta corrente
E o faz voluntariamente
Não é com a vida coerente
Pois deveria agir habilmente
Até mesmo sabiamente
Não agindo desconsoladamente
Mas vangloriando o que sente
Sendo seu próprio beneficente
Agindo em seu favor, caridosamente 
(Eneida Freire)
08/02/2014
*

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Defende e Guarda

*
E quando a coisa complica
Mesmo quando a gente vigia
Porquê seria?

E quando a pessoa cuida
E fica atenta
E mesmo assim a dificuldade atenta?

E quando se defende e guarda
Sua fé professa
Uma coisa é certa
Coração melhora

(Eneida Freire)
07/02/2014
*

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Florindo, Alegrando, Colorindo...

*

Florindo de novo
Embora o sufoco
Que nenhum transtorno
Me traz um desgosto

Alegrando de novo
Embora o fracasso
Queira causar embaraço
Opero, portanto, sem descompasso

Colorindo de novo
Embora o malogro
Queira mostrar seu esboço
Mas mesmo assim terei êxito
Valerá meu esforço

Assim é comigo
Florindo
Alegrando 
Colorindo

É certo o sucesso
E sempre bem vindo!

(Eneida Freire)
06/02/2014
*

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Positividade

*
E então a vida é boa
Apesar de qualquer coisa que destoa
Um desequilíbrio
Que tira o abrigo
Um desafino
Um desatino
Discordo
De quem pensa
Que a vida seja uma sentença
Condenatória
Prefiro a vitória
Do que essa história
De negatividade
Oh, crueldade
Quanta malignidade
Naquela que tem consigo mesma tamanha perversidade
Pois não alcança a bondade
Melhor seria mudar a tática
Ser mais prática
Mais enfática
Instalando em si a positividade
(Eneida Freire)
05/02/2014
*

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Florear

*
Quem gosta de plantar
Desafios vem a superar
Após mesmo que um hospital venha a ultrapassar
Mesmo que a dúvida venha a se instalar
Põe-se as dificuldades a suplantar
E depois a cultivar
Tudo vem a melhorar
Experimente plantar
Florear
Orquídeas cultivar
A casa embelezar
Ver a beleza se multiplicar
O bem a se propagar
Tudo a se iluminar
O que há de melhor vem a se alastrar
Ouse coisas boas plantar
Ouse orquídeas cultivar
Ouse se melhorar!
(Eneida Freire)
04/02/2014
*

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Persistência

*
Em persistência
Em uma constância
Na perseverança
Na crença 
Na benevolência
Na significância
É assim que se treina
A condescendência
A tolerância
(Eneida Freire)
03/02/2014
*

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Amenidade

*
Não tem nada de loucura
Que nos tira a brandura
Tudo auxilia na cura
Suaviza a vida
Nos fornece a cura
Basta ver a vida com serenidade
Sustentar-se em suavidade
Dedicar-se à amenidade
(Eneida Freire)
01/02/2014
*

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Recompensa

*
Quando a gente pensa
Que a vida compensa
A gente ganha a recompensa
Logo em sequência
(Eneida Freire)
31/01/2014
*

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Um Norte

*
Preciso ter sorte
Ou preciso ser forte
Sei que serei forte
Naquele mesmo instante
Que de rompante
Parece um corte
E vem aquele suporte
Que me oferece um norte
(Eneida Freire)
30/01/2014
*

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Quando Não Se Revolta

*
Com cara de chata
A vida não empata
À beleza não se iguala
Mas quando não se revolta
A vida não se embaraça
Independente se se busca a causa
Cada coisa que se faça
Quem com ela não se assombra
Altera
Melhora
Revigora
(Eneida Freire)
29/01/2017
*

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Com Uma Pitada de Sal

*
A vida é como um festival
De loucuras 
E coisa e tal
Muito antes do carnaval
Já há barulho descomunal
A alegria é colossal
Mas a vida 
Se for desmedida
Não será verdadeiramente sentida
Faltará em contrapartida
Aquela pitada de sal
Coisa que um mortal
Poderá providenciar
E assim deverá fazer
Para seu efetivo prazer
(Eneida Freire)
28/01/2014
*

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

O Tom

*
E então o dia 
Começaria 
Parecendo que não renderia
Embora muito necessitaria
Quem muito lutaria
E então o dia 
Começaria bom
Embora por vezes sairia do tom
Mas mudar-se-ia o som
E o dia se enfeitaria
O tom se alteraria
Se ajustaria
E o melhor se faria
Quem diria?!
(Eneida Freire)
27/01/2014
*

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Tão Bom!

*
Tão bom quando a pessoa vai
Muito melhor do que quando veio!
Tão bom quando a comunicação é tão boa
Que não precisa de correio!
Tão bom quando o aperitivo 
É um lenitivo!
Tão bom!
(Eneida Freire)
25/01/2014
*