sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Teias

*

Por vezes escrevo coisas feias
Mas as coisas que escrevo
Dependem das apresentadas teias
Que forçam as veias
Que me incomodavam
Me enforcavam
Eram insuportáveis
Implacáveis
Agora toleráveis
Pela flexibilidade
Inquebrantável
Da minha mente
Complacente
Transigente
Condescendente
Experimente
Pois quem age assim
Melhor se sente
(Eneida Freire)
03/01/2014
*

Nenhum comentário: