domingo, 26 de janeiro de 2014

Acordei Chata

*
Acordei chata
Coisa rara?!
Devia estar importuna
Sentindo-me aborrecida
Nem se fosse parecida
A uma noite mal dormida
Justificaria
Deixar de lado
Minha calmaria
(Eneida Freire)
*

Nenhum comentário: