sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Melhorar a Significação

*
Os dias se vão 
E a vida não pode ser em vão
Por todos os caminhos que se vão
As pessoas se unirão
Querendo ou não
Então
Melhor melhorar a significação
Realçar a boa expressão
Corrigir a interpretação
Independente da explicação
Ser feliz é uma boa razão
(Eneida Freire)
24/01/2014
*

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Rosas

*
Comprei rosas
Enfeitei, formosas
Instalei perfumes
Bons costumes
Enfeitei a casa
Assim, harmonizo quem passa
(Eneida Freire)
23/01/2014
*

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Algumas e Outras Coisas

*
Algumas coisas acontecem com frequência
Outras coisas acontecem com urgência
Algumas coisas acontecem em sequência
Outras coisas acontecem em demência
Algumas coisas acontecem em desvario
Outras coisas acontecem, um delírio!
(Eneida Freire)
22/01/2014
*

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Gosto de...

*
Gosto de cuidar de mim
Gosto de cheiro de jasmim
Gosto de cuidar de jardim
Gosto de festim
Gosto do carmim
Do quente
Do colorido
Bom pra mim
(Eneida Freire)
21/01/2014
*

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Não Tenho Nem Ideia

*
Não tenho nem ideia
Do que se concebe
Sem que se celebre
Não tenho nem ideia
De como represente
O mal frequente
Não tenho nem ideia
Nem uma vaga ideia
De como alguém viva
Sem louvar a vida
(Eneida Freire)
20/01/2014
*

domingo, 26 de janeiro de 2014

Acordei Chata

*
Acordei chata
Coisa rara?!
Devia estar importuna
Sentindo-me aborrecida
Nem se fosse parecida
A uma noite mal dormida
Justificaria
Deixar de lado
Minha calmaria
(Eneida Freire)
*

sábado, 25 de janeiro de 2014

Dia Afável

*
Um dia chuvoso
Um dia harmonioso
Bem proporcionado
Agradável
Embora o tempo instável
Dia acolhedor
Afável
(Eneida Freire)
18/01/2014
*

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

O Calor Vai Sumindo

*
Em um dia lindo
Nesse tempo infindo
Em que o calor vai sumindo
Em vez da temperatura subindo...
(Eneida Freire)
17/01/2014
*

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

A Vida Por Um Triz

*
A vida por um triz
O que foi que eu fiz?
Pergunta o infeliz
A vida por um triz
Tudo de melhor eu fiz
Afirma o que é da vida um aprendiz
(Eneida Freire)
16/01/2014
*

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Resolvi

*
Resolvi
Consegui
Decidi
Solucionar
Resolvi
Me energizar
Me tranquilizar
Porque percebi
Que sorrir
É melhor do que chorar
Resolvi
Me melhorar
(Eneida Freire)
15/01/2014
*

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Seria Tão Grave?

*
Seria tão grave
Uma vida mais suave
Com menos entrave?
Seria tão grave
Querer que não encalhe
Que desembarace
Que as questões se espelhem?
Seria tão grave?
(Eneida Freire)
14/01/2014
*

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Preguiça

*
Em preguiça
Parece que o corpo enguiça
Prevalece a inércia
A negligência
Nada em veemência
(Eneida Freire)
13/01/2014
*

domingo, 19 de janeiro de 2014

Vermelho

*
E assim me vejo
De vermelho
Intenso
Com muita força
Cor que causa
Provoca contenda
Incita à luta
Incentiva
Estimula
Excita
Acalora
Revigora
E tudo melhora
(Eneida Freire)
12/01/2014
*

sábado, 18 de janeiro de 2014

Espero!

*
Mais um dia corrido
Comprido
Que espero seja mesmo 
Realmente 
Bem cumprido!
(Eneida Freire)
11/01/2014
*

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Resolvi Colorir

*
Resolvi colorir
Me permiti
Eu me demorei
Me cuidei
Me enfeitei
Resolvi colorir
Sorrir
Sempre a florir
Resolvi nada encobrir
Resolvi colorir
(Eneida Freire)
10/01/2014
*

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Equilibrado

*
Se você é doce
Dá problema
Se você é fraco
Cai no buraco
Se você é esperto
Passa aperto
Se você é atento
Vira tormento
Mas se você fica equilibrado
Ponderado
Sensato
Então, mais adequado
(Eneida Freire)
09/01/2014
*

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Organizando o Espaço

*
Organizando o espaço
Ajustando o compasso
Juntando cada pedaço
Antes em estilhaço
Ora um bagaço
Agora fantástico 
(Eneida Freire)
08/01/2014
*

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Fronteiras

*
Existem limites
Linhas
Mas existem entrelinhas
Existem fronteiras
Transponíveis
Disponíveis
Uso as minhas!
(Eneida Freire)
07/01/2014
*

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Quando Então

*
Quando então
Nada será em vão
Quando então
Todos se darão as mãos
Quando então
Não haverá vilão
Quando então
Abrir-se-á o coração
Dando o recado
Concreto ou abstrato
Aí está a solução
(Eneida Freire)
06/01/2014
*

domingo, 12 de janeiro de 2014

Um Repente

*
Um dia quente
Um dia diferente
De repente
A gente sente
Um repente
Parece até um acidente
Esse repente
Ainda bem
Que apenas e tão somente
Poucas vezes
Se repete
(Eneida Freire)
05/01/2014
*

sábado, 11 de janeiro de 2014

Trazendo Luz

*
Trazendo luz
Trazendo força
Trazendo a paz que me conforta
Tudo de bom que a natureza encerra
Energia boa que não se rebela
(Eneida Freire)
04/01/2014
*

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Teias

*

Por vezes escrevo coisas feias
Mas as coisas que escrevo
Dependem das apresentadas teias
Que forçam as veias
Que me incomodavam
Me enforcavam
Eram insuportáveis
Implacáveis
Agora toleráveis
Pela flexibilidade
Inquebrantável
Da minha mente
Complacente
Transigente
Condescendente
Experimente
Pois quem age assim
Melhor se sente
(Eneida Freire)
03/01/2014
*

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Resolvi Deixar

*
Resolvi deixar
Aprendi a ignorar
A quem eu devo honrar
Pois depois de muito lutar
Resolvi voltar 
A mim mesma 
Meu próprio olhar
E então deixei ficar
Quem quer ser deixado em seu lugar
Resolvi deixar
E a vida celebrar
(Eneida Freire)
02/01/2014
*

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Assunto Eletivo

*
Dia cansativo
Mas até que bem festivo
Dia de tudo efetivo
Diante do assunto eletivo
Graças por isso!
(Eneida Freire)
30/12/2013
*

domingo, 5 de janeiro de 2014

É Preciso Se Satisfazer

*
Alegria
Coisa que contagia
Impressão de prazer
Diante do lazer
Mesmo com tanto a fazer
É preciso se satisfazer
(Eneida Freire)
29/12/2013
*

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Sem Medo de Viver

*
Sem medo
Independente do enredo
Sem medo de viver
Sem medo de morrer
O importante é combater
E não se debater
Pairar
Sem pesar
E então brilhar
(Eneida Freire)
27/12/2013
*

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Edifica!

*
Vai, edifica!
Ilumina a própria vida
Diviniza a caminhada
Cuida da empreitada!
(Eneida Freire)
26/12/2013
*