sábado, 30 de novembro de 2013

Sem Vontade

*
Deixei a preguiça se instalar
Fiquei sem vontade de me arrumar
Com pouca disposição para trabalhar
Deixei tudo assim ficar
Para tudo se aquietar
Que a vida venha a se apaziguar
Que a mente venha a se tranquilizar
Para não mais sem vontade ficar
(Eneida Freire)
23/11/2013
*

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Semente

*
Semente
É semeada
À terra 
Jogada
Mas nem toda semente
Deve ser deixada
Que seja brotada
Semente
Semeie
Despeje
Deixe
Que rende
Aparece
Eclode
Desabrocha
Luta
Rompe
Encanta
Enternece
E assim deve ser
Cada ser
(Eneida Freire)
22/11/2013
*

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Ativa do Minhas Crenças

*
Cansada e sem muita paciência...
Mas qual seria a vantagem
De fazer algo em displicência?
Qual seria a decência
De agir em negligência?
Sei é que preciso fazer diferença
Ter perseverança
Ativar minhas crenças!
(Eneida Freire)
21/11/2013
*

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Um Pouco Por Mim

*
Parei um pouco para mim
Fiz um pouco por mim
Precisava ser assim
Muitas vezes
Nos largamos ao alheio
Sem esteio
Por muitas vezes 
Temos reveses
Deixamos a vida 
Em verdadeiro reverso
Dando vazão ao oposto
Deixamos tudo revirado
Entretanto
Em contraponto
Por vezes
Mudamos o assunto
O objeto
Então em oportuno
Parei um pouco por mim
E foi bom assim
(Eneida Freire)
20/11/2013
*

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Fluente e Abundantemente

*
Fale corretamente
Fale fluentemente
Deixe que sua vida
Siga suavemente
Faça com que sua energia
Contagie
Flua...
Faça com que sua força
Flua abundantemente
(Eneida Freire)
19/11/2013
*

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Alimento ou Veneno?

*
Alimento
Ou veneno
O que é que eu estou querendo?
O que é melhor para meu sustento?
Alimento 
Ou veneno
Qual o melhor apoio
Ao meu ser inteiro?
Alimento
Ou veneno
Amparo
Arrimo
Escolhendo o suporte
Que melhor me comporte
(Eneida Freire)
18/11/2013
*

domingo, 24 de novembro de 2013

Dia Maravilhoso

*
Para um dia maravilhoso
Seja consigo bondoso
Faça algo generoso
Seja misericordioso
Para um dia maravilhoso
Que seja mesmo magnifico
Dê a si mesmo abrigo
Onde se fica protegido
Crie um ambiente bonito
Busque
Aprecie
Desfrute
(Eneida Freire)
17/11/2013
*

sábado, 23 de novembro de 2013

Efetivo

*
É mais efetivo
Quando se firma o objetivo
É mais efetivo
Quando se pensa positivo
É mais efetivo
Aquilo que funciona
É mais efetivo
O que positivamente nos condiciona
(Eneida Freire)
16/11/2013
*

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Revitalizar

*
Resolvi eliminar
Tudo de ruim
Que me permiti angariar
Pensando ser recurso
Útil ao meu percurso
Percebo que preciso
Mudar o discurso
Resolvo eliminar
Afastar
O que de mal possa se instalar
Deixo-me assim ficar
Permito-me acalmar
Após constatar
Que cada qual
Tem sua escolha pessoal
Decidi coragem insuflar
Revitalizar
Minha vida 
Resolvi reprogramar
Sem mais demorar
Resolvi soltar
O que estava a me acorrentar
Que não mais vem me atormentar
Escolho o meu bem estar
Decido revitalizar
(Eneida Freire)
15/11/2013
*

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Deixa Disso

*
O povo se perdeu
O povo assim compreendeu
Que para se manifestar
Precisa tudo quebrar
E destruir o seu país
Quebra por estar feliz
Quebra porque está triste
E assim insiste
E quem é que paga isso?
Todos pagamos por isso
E não só quem não tem compromisso
Deixa disso
Vandalismo!
(Eneida Freire)
14/11/2013
*

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Edificação Santa

*
Aqui de passagem
E não a passeio
Não sou deste mundo
Embora o sentimento 
Seja profundo
Sou batizada
Incorporada
Incluída
Na sagrada guarita
Sou tijolo
Da edificação santa
Sigo um mantra
E cada tijolo
Harmonicamente disposto
Cozido em forno
Sagrado fogo
Não é anomalia
É harmonia
Tenho meu lugar
Específico e certo
Seguindo sem erro
Verdadeiro
Num bem concreto
(Eneida Freire)
13/11/2013
*

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Confiança

*
Confiança
Firme esperança
Temperança
Uma virtude
De uma atitude
Uma lembrança
De coisa branda
Sobriedade
Sem fragilidade
Segurança
(Eneida Freire)
12/11/2013
*

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Fraqueza Grave

*
Fraqueza grave
Algo que se agrave
Quase inevitável
Um tanto fatal
Há que se cuidar
Para que não seja tão mal
Há que raciocinar
Para se firmar
E se afirmar
E se lapidar
Para que a fraqueza grave
Quase imperdoável
Seja transformada
A atitude alterada
Melhorada
Transmutada
(Eneida Freire)
11/11/2013
*

domingo, 17 de novembro de 2013

Consolação

*
Hoje não quero texto pronto
Não quero estrondo
Nem barulho
Hoje não quero esbulho
Nem espoliação
Hoje quero é conforto
Sem confronto
Sem aflição
Hoje quero é alívio
Quero é consolação
(Eneida Freire)
10/11/2013
*

sábado, 16 de novembro de 2013

O Dia Se Ilumina

*
Então o dia se ilumina
Mais uma fase termina
A vida ensina
Que fica por cima
É quem se doutrina
Quem se adestra
Quem a vida embeleza
Quem com ênfase se expressa
Quem se exalta
Mas não se ostenta
O dia se ilumina
Para quem se domina
(Eneida Freire)
09/11/2013
*

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

O Dia

*
Dia pesado
Se a gente deixar
Vira um estrago
Dia aborrecido
Se não cuidar
Vira um suplício
Dia terminado
Se bem raciocinar
Pode melhorar
(Eneida Freire)
08/11/2013
*

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Contrapartida

*
Há coisas desconexas
Há processos complexos
Há complexos sem nexo
Há histórias sem vitórias
Em contrapartida
Há desejos benfazejos
Há palpites certeiros
Há também os bons conselhos
E a vida se valida
Se legitima
Em contrapartida
(Eneida Freire)
07/11/2013
*

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Nenhum Igual

*
Nenhum dia igual ao outro
Nenhuma nuvem se forma 
Como se formou ontem
Cada dia, distinto
Cada conduta, diversa
Como, então, nos convém?
(Eneida Freire)
06/11/2013
*

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Ontem?!

*

Ontem?!
Ainda bem
Que o dia terminou bem
E não paguei 
A mais nenhum vintém
Tive apenas
Que me expressar bem
Fazer o bem
E me sentir bem
E então
O bem que se tem
Torna-se aquele bem
Que se faz
Sem saber a quem
Bom simplesmente
Por fazer um bem
Ontem?!
Fui bem além
Ainda bem
Tudo se deu bem!
(Eneida Freire)
05/11/2013
*

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Vida Virada

*
Tem hora em que a vida fica virada
Parecendo mesmo uma cilada
Mesmo que toda a estratégia de vida 
Tenha sido planejada
A sensação é de que não foi nada
A gente fica cansada
Pasmada
Passada
E por mais que se faça
Parece que não se fez nada
Mas a hora certa
Se fará chegada
Aquela hora 
Tão aguardada
De se parar quieta
Sem pensar em nada
(Eneida Freire)
04/11/2013
*

domingo, 10 de novembro de 2013

Despertar

*
Despertar
Levantar
Um limiar
E se cuidar
Iniciar
Um clarear
Alumiar
Instruir 
Bem ilustrar
Iluminar
Resplandecer
O dia
As ideias
Os pensamentos
Os momentos
Despertar
Dedicar
E consagrar!
(Eneida Freire)
03/11/2013
*

sábado, 9 de novembro de 2013

De Acordo

*
Escrevo o texto
De acordo com o contexto
Mas o que me inspira mesmo
É a força do momento
De acordo com o evento
Ou até a força do vento
Que me traz alento
Outras vezes tormento
Mas sempre valendo
De acordo com o que assimilo
De acordo com o experimento
(Eneida Freire)
02/11/2013
*

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Útil e Sutil

*
Há coisas que são tão sutis
E tão úteis
Outras são tão úteis 
E não são nada sutis
Outras são fúteis
Praticamente
Imprudentes
Mas preferivelmente
Deseja-se veementemente
Que sejam úteis
Efetivamente
E muito sutilmente
(Eneida Freire)
01/11/2013
*

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Meu Receio

*
Meu receio
Não é de não dar certo
É de não trilhar 
O caminho correto
Não pisar certo
No meio do deserto
Meu receio
É de não saber 
O caminho do meio
E de buscar apenas o esteio 
Antes de cuidar do custeio
(Eneida Freire)
31/10/2013
*

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Quando Cansada

*
Quando a pessoa está cansada
Fica muito irritada
Até que a questão seja normalizada
Para que se torne tranquilizada
Para dar conta da jornada
Há que suavizar a caminhada
Mesmo que dura a empreitada
Mesmo que com a mente abalada
A pessoa se sente segura
Sabedora
De que a bondade perdura
Mesmo que refletida
Numa condição futura
(Eneida Freire)
30/10/2013
*

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Nossos Momentos

*
Temos nossos contratempos
Temos também nossos bons momentos
Mas é que os tempos são os mesmos
Precisamos é tornar intensos
Os pequenos espaços de tempo
Encarando cada momento
Como um instante pequeno
Mas nada de deixar ameno
E nem mesmo mais ou menos
Nenhum pequeno ponto no tempo
Valorizemos a ideia do momento
Habilidosos no intento
(Eneida Freire)
29/10/2013
*

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Salvar Sem Ressalvar

*
O importante é refletir
Favorecer a mente a se expandir
Sem se prevenir
Para se salvar
Se animar
Sem nada ressalvar
(Eneida Freire)
28/10/2013
*

domingo, 3 de novembro de 2013

Como As Coisas Acontecem

*
As coisas acontecem
Como elas merecem
Como elas podem
Como as coisas explodem
Mas elas nos enriquecem
E por vezes as pessoas se esquecem
Como se não soubessem
E se enlouquecem
Mas as coisas acontecem
(Eneida Freire)
27/10/2013
*

sábado, 2 de novembro de 2013

Somos Determinantes

*
Não somos coadjuvantes
Somos determinantes
Na nossa proposta
De seguir adiante
De ir avante
É muito importante
Não sermos errantes
(Eneida Freire)
26/10/2013
*

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Realizar

*
Eu pensei
Não sei
Quando a pessoa cisma
No negativo se paralisa
Ela não mais realiza
Fica no pensamento presa
Ali se firma
Conflita
Desconfia
De coisa presumida
E não realiza
Melhor seria
Sentir a brisa
Deixar fluir
Melhor forma de agir
De se afirmar
De firmar
Seu bem estar
Melhor assim atuar 
E então, realizar
(Eneida Freire)
25/10/2013
*