quinta-feira, 17 de outubro de 2013

As Pessoas se Iludem

*
As pessoas se iludem
Em coisas alheias se incluem
Depois correm
Corroem-se
Como ferrugem
As pessoas se iludem
Porque no alheio se incluem
E por vontade própria se excluem
Mas acham que ainda no alheio influem
Embora não queiram 
Em outras vidas se incluem
As pessoas se iludem
E a vida que escolheram não curtem
(Eneida Freire)
10/10/2013
*

Um comentário:

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Eneida
O melhor da vida é viver a própria vida... com dignidade... Lindo poema!!!
Meu blog de Maria do qual vc é seguidora faz 2 anos e vou comemorar pedindo aos amigos dele que me enviem uma qualidade da sua mãe (viva ou falecida)...
Vc deve gostar da homenagem a ela e ao seu blog...

http://www.espiritual-maria.com.br/

Muito obrigada pela participação, desde já...
Bjm de paz e bem