segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Bom Pra Mim


*
Bom pra mim
É concatenar trabalho
Com criatividade
Restar sempre
Em atividade
Pra vida ficar mais leve
E a tormenta ser breve
Bom pra mim
É encontrar em cada dia
Um jeito novo e melhor
Sem ironia
Bom pra mim
É encontrar a cor preferida do dia
E vestir-me
Conforme demanda minha energia
Bom pra mim
É sentir o clima ideal
Harmonia total
Céu azul
Brisa suave
Sem entrave
Bom pra mim
É tomar um café da manhã
Com capuccino e croissant
Bom pra mim
É a sofisticação da vida em festa
Como numa seresta
Bom pra mim
É a nobreza da cordialidade
Espírito em jovialidade
Bom pra mim
É a casualidade
A simplicidade
Bom pra mim
É a irreverência da autenticidade
(Eneida Freire)
05/08/2010
*

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Fácil Resolver


*
Fácil resolver
Melhor descrever
Melhor que se conter
Pois belo é o ser
Individualmente
Fisicamente
De corpo inteiro
Assumidamente
Crente de si
Que se tem valor
Como pessoa real
Com representação social
Independente
Do padrão estético
Pois o mundo é eclético
A mente é que alcança
O próprio descrédito
E não se encoraja
Não se encara
De corpo inteiro
Com esmero
Há de haver força
Para conquistar
A imagem
Que se quer passar
O corpo e a mente
Juntamente
Assumidamente
Posto que o corpo
Sem a mente
É inerte
Apagado
Insosso
Até insolente
Para encontrar o caminho
De se encarar
Frente a frente
De corpo inteiro
Haverá de buscar
O seu ideal
Individual
A sua forma
De ser feliz
Aquela que
Com seu contexto condiz
Pior que não ter ideal
É não encontrar o caminho
Viver em desalinho
Aquele que se definiu sem ideal
Já encontrou um caminho
O da descrença
Mereça
Pois aquele
Que não encontra caminho
Esse anda sozinho
Sozinho de si mesmo
A si mesmo dispensa
E não se define
E dificilmente se vê
Com prazer
E de corpo inteiro
(Eneida Freire)
12/11/2010
*