segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Desejo


*
Desejo
Importante ou útil
Algumas vezes
Mais importante que útil
Outras vezes
Mais útil que importante
Na visão pessoal
Movimento pessoal
Diferente
De movimento social
Desejo
Mobiliza a sociedade
Em praticidade
Em seu íntimo
Mesmo que ínfimo
Energia coletiva
Sugestiva
O desejo impulsiona
Mas também condiciona
A experiência
É conseqüência
E há de ser boa
Faça a escolha
Êxito na conquista
Invista
Alcance o que se deseja
Seja feliz na conquista
Deseje
O que se tem em vista
Mesmo após a conquista
(Eneida Freire)
29/10/2010
*

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Acordei

*
Acordei
Num ânimo
Me levantei
Pra fazer a vida render
Pra fazer valer
Acordei
Me esforcei
As circunstâncias ajudaram
As coisas não se complicaram
Acordei
Favorecida
Beneficiada
Por estar acordada
Pela ordem natural das coisas
Que ajudaram nas escolhas
Num ímpeto de reagir
Acordei
Consegui sentir
A própria vida
Iniciativa criativa
Acordar
Para a vida abordar
Para fazer valer os atos
E organizar os fatos
Acordei
Experimentei
Disposta a refinar a arte
De viver
Alterar a força dos ventos
Espantar os tormentos
Acordei
Acordar é uma arte
Que da vida faz parte
Arte de se despertar
De bem se alimentar
Acordar
O ânimo buscar
Caminhos fortuitos percorremos
Nos desvirtuamos
Nos distraímos
E assim vamos
De lado nos deixamos
Nos envolvemos
Nos perdemos
Mas depois acordamos
Eu acordei
(Eneida Freire)
21/07/2010
*
Homenagem na confrariadasoninha
Obrigadíssima pelo carinho, amiga Sônia Silvino!!!
*

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Volátil


*
Formas de ver
Formas de viver
Inúmeras
Diversas
Inconstantes
Um dia atual
Outro dia tradicional
Cada qual
Com sua capacidade sem igual
Volatilidade
Um dom
Para cada qual
Haverá de ser bom
Volatilidade
Uma capacidade
Para alguns
Dom natural
Bem descomunal
Poucos se permitem
Outros até se agridem
Poucos gostam de voar
Outros não ousam tentar
Mas há horizontes
Distantes
Só vistos através de um vôo
O céu é o mesmo para todos
Mas nem todos têm a mesma visão
Porque então
Seguir o mesmo?!
Ser volúvel é ser inconstante
Mas quem suporta a constância da mesmice a todo instante?
Gosto do volátil
Do que voa
Dos volantes
Dos babados esvoaçantes
Que se movem facilmente
Incansavelmente
Versáteis
Voláteis
Buscando novos horizontes
(Eneida Freire)
26/07/2010
*