quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Avisos


*
Aviso que estou cansada
Cansada até de falar nisso
Aviso que estou sobrecarregada
Aviso que estou cuidando disso
Aviso que tenho compromisso
Aviso que tudo o que chega em desaviso
Torna tudo um improviso
Um aviso para mim mesma
Um aviso salutar
Uma força para lutar
Pois ficar de sobreaviso
É uma forma de se cansar
E quero tudo solucionar
Costumo a tudo abraçar
Isso não faz o tempo sobrar
Para a mim mesma visualizar
Sem tempo para me cuidar
Para me dedicar
Ao que gosto de lidar
À minha moda devotar
Mas aviso
Que tudo que chega quieto, no escuro
Deixa-me em dificuldade, em apuro
Coisa difícil de lidar
Mas busco o conforto de pensar
Que devo disso usar
Para meu ser aprimorar
Saber improvisar
A tudo cercar
A tudo remediar
Preciso a mim mesma avisar
Para não viver de sonhar
E o meu caminho galgar
Para a tormenta se findar
(Eneida Freire)
03/08/2010
*

4 comentários:

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Belíssimo Eneida, uma inspiração bem profunda!!

. disse...

Conseguiste despoletar em mim a necessidade de fazer uma viagem, para depois sentir a urgência de voltar… Beijo viagem

Uma das Tontas disse...

Eneida,
Muito lindo!!!!
Cada palavra.... cada frase....

Everson Russo disse...

E que esse aviso entre coração e alma seja entendido pelos sentimentos...belo seu blog...um bom final de semana...beijos

www.olivrodosdiasdois.blogspot.com