segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Volátil

*
Formas de ver
E de viver
Inúmeras
Diversas
Inconstantes
Até mesmo
Num mesmo ser
Um dia mais atual
Outro dia mais tradicional
Cada qual
Com sua capacidade de voar
Volatilidade é um dom
Nem todos possuem a mesma condição
A capacidade de voar
É para algumas mentes
Poucos se permitem
Poucos gostam de voar
Mas há horizontes
Que só são vistos
Através de um vôo
O céu
É o mesmo para todos
Mas nem todos
Têm a mesma visão do mesmo
Sim, ser volúvel é ser inconstante
Mas quem suporta a constância da mesmice a todo instante?
Gosto do volátil
Do que voa
Dos ‘volantes’
Dos babados esvoaçantes
Condição da volatilidade
Uma relação de pressões
Como tudo na vida
Como a busca de um equilíbrio
Um processo de purificação contínua
E assim sigo
Com a mente
Com a capacidade de voar
Volátil
Que se move facilmente
Versátil
Buscando novos horizontes
Ou novas formas de ver o mesmo
*
26/07/2010