domingo, 27 de junho de 2010

Afinidade Estética

*
Afinidades
Questões estéticas
Aproximam pessoas
Como loas
As que não primam pela vestimenta
Não usam essa ferramenta
Parecem descaracterizadas
Descontinuadas
As que se esmeram demasiado
Algo exagerado
Parecem fantasiadas
Duas categorias
Dividem as pessoas no verão
As bronzeadas
E as pálidas
Como se dividissem
As que são vencedoras de nascimento
Que não possuíssem tormento
E as que precisam trabalhar
E se dedicar
Afinidades estéticas
Intenções poéticas
Tratamento do belo
Algo singelo
Circundam o luxo
E também o glamour
Mercado da indústria
E seu poder
E realmente por influência
Usam de decência
Mas moldam-se
Têm a força de mudar um mundo
Impor tendências
Indiscutíveis
Essas influências
Interferem nos comportamentos
Nas mentes das pessoas
Em seus corações
Aos montões
Afinidade estética
Avaliação superficial
Há que se peneirar
Com o que se identificar
Porque o poder
Não negocia com ninguém
Senão consigo mesmo
Cada qual deve identificar
O que lhe cai melhor
E diferenciar
Do que é pior
Com o que se simpatiza
Ou se identifica
Aceitar tudo
Não é opção
Ideal
É ter emoção
A possibilidade
E até mesmo a obrigatoriedade
Da arte e do comércio
Caminharem juntos
Quando há realmente encontrada
A afinidade estética
O estilo pessoal
Ganha-se leveza
E também destreza
E se vê em graça
E vê-se encontrada
A afinidade estética
O oferecido pela indústria
E dentre os oferecimentos
A sua identidade
As idéias que nos são apresentadas
E com as quais nos identificamos
Nada mais são
Que idéias próprias
Remodeladas
Travestidas
Aí então sentimos
Afinidade estética
Através da idéia
Aquela que nos agrada
É nossa
Como verdade própria
Em conformidade
Com o pensamento nu
Muitas vezes não concreto
Sem vestimenta
Materializa-se
Em afinidade estética
*
14/05/2010

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Ousadia

*
Ousadia
Uma verdade
Para sobreviver
Ousadia
Por natureza
Uma destreza
Esmerar-se
Na sutileza
Necessidade
Da praticidade
Da harmonia
Mesmo na ousadia
Frente e verso
Algo diverso
Ousadia intrínseca
Na veia
Algo genético
Ou neurológico
Acreditar em si mesmo
Sustentar-se num visual
Retrata personalidade
Peculiaridade
Transmite confiança em si mesmo
Ousar sair do comum
Liberdade de se expressar
Combinações para chocar
Ousadia
A combinação
Combina com a pessoa
Tudo é coisa boa
Não causa tanta estranheza
Tudo é pureza
Sem exagero
Sem desespero
Fugir do comum
Não há perigo algum
Numa ousadia
Ninguém é igual a ninguém
Cada um faz o que lhe convém
O que se faz na vida
E com a vida que se leva
Expressar-se tal qual se é
Ousadia
Julgamento estarrecedor
Nada indicador
Das vestimentas
Quais evidências
Referências
Coleciona em sua vida
A hipocrisia
De uma massa não pensante
Não imune a críticas
Não devemos nos anular
Em função da massa inculta
Que só dificulta
Qualquer consulta
Normalmente os que criticam
São os que se anulam
E não possuem a coragem
Nem a ousadia
De serem eles mesmos
Faça da sua mente uma oficina
Trabalhe em favor de si mesmo
Ouse ser você mesmo
Ouse fazer
E ser o que gosta
Na verdade
Todos querem ser cool
Incremente sua arte
Incremente sua vida
Viver é uma arte
A maior de todas
Uma ousadia
*
18/03/2010

Semelhanças em Negro

*
Essa semana
Percebi
E tudo revi
Interessante semelhança
No meu modo de vestir
Algo que se repetiu
E repercutiu
Em todos os dias úteis
Normalmente não ocorre
Pois a cor me socorre
Assemelhar-se a opostos é útil
Nada tem de fútil
Teor de pensamento
Em cada momento
Repetido
Ao longo dos dias
Sabedorias
Normalmente o que nos vestimos
Tem a ver com nosso humor
E em vigor
Segue nossa aparência
Sem displicência
Em conformidade com nosso íntimo
Intrínseco
A constância em negro
Não faz muito meu estilo
Não é do meu feitio
Mas essa semana
Em cor preta soberana
Segui em negro
Coisa rara de se ver
Não conseguiria prever
Mas o negro
Não me afetou negativamente
Vigiei-me continuamente
Refletiu
Meu estado de ânimo
Com poucas cores
Os meus amores
Criando focos opostos de atenção
Não escolhidos de antemão
Não refleti as alegrias
Nem mesmo os encantos
Que tanto me aprazem
E me satisfazem
Semelhanças em negro
Não me apagaram
E ainda me fortaleceram
Creio que eu precisava
E com isso contava
Desse tempo em negro
A semelhança em negro
Processando um segredo
Alterou a lógica
Com que me conduzo
A auto-expressão criativa
Que busco a cada dia
Essa semana ao negro
Que se assemelhou
E se diferenciou
A semelhança em negro
Favorecimento
A concentração necessária
Para o amadurecimento
De questões prementes
Presentes
*
30/04/2010

Sedução

*
Seduzir
Pode não ser desencaminhar
Seduzir
Pode ser encantar
E quem não busca atrair atenções?!
Quem não tem suas pretensões?
Escolhemos pela manhã
Uma roupa para vestir
Conforme queremos investir
A fim de seduzirmos
A nós mesmos encantarmos
Em primeiro lugar
Com a vida vibrar
Criar
Aprendemos desde crianças
Que temos que ser sedutores
Encantadores
Que temos que aprender a seduzir
Sem ao erro induzir
Para que sejamos aceitos
Sermos perfeitos
Agradáveis
Estáveis
Conseqüentemente agradados
Mimados
Gastamos bom tempo
Seduzindo
Possuindo
Como que numa sofisticação
Em concentração
Do que aprendemos quando crianças
Revendo nossas lembranças
Ao longo da vida
Vamos nos descobrindo
E sofisticando
O modo de fascinação
E a sedução produzida
Na forma em que vemos
Como seríamos agradáveis
Desejáveis
Sedução
Forma de sermos apreciados
Até mesmo por nós mesmos
Diante de nossos princípios
No que quer que seja
Forma de nos encantarmos pela vida
Valorizarmos a lida
A sedução deve ser cuidada
Estudada
Quanto a não tornar-se vulgar
Mas ser auxiliar
Diante da carência das pessoas
Ser agradável demais
Gera interpretações diversas
Deixa as pessoas dispersas
Da informação que queremos ofertar
Possibilitando a indução ao erro
Um desacerto
Através do artifício do encanto
Em cada recanto
Até mesmo olhar nos olhos
Pode ser interpretado
Como sinal de sedução
Uma perversão
Seduzir
Não é necessariamente ultrapassar
Limites do exibicionismo
Um modismo
Ter encantamento por si mesmo
Saudável
Estável
Autofascínio
Não se descansar de si mesmo
Preocupação em ser interessante
Às vezes extravagante
E a mídia não ajuda
E não muda
Não dá importância
Gente normal
Insignificância
Demonstrando claramente
De forma contente
As pessoas buscam
Por todos os meios
Sem receios
Exercitar-se
Mostrar-se
Pessoas normais
Todas iguais
Acima dos padrões
Seduções
Encanto pela vida
A todo instante
Permitida
*
14/04/2010