domingo, 23 de maio de 2010

Prazer

*
Prazer é coisa engraçada e relativa
Tem gente que só pensa no prazer próprio
Tem gente que só pensa no prazer dos outros
Tem gente que só tem prazer em chatear dos outros
Tem gente que tem prazer em juntar dinheiro
Tem gente que tem prazer em gastar dinheiro
Todos os prazeres são particulares
E particularmente bons
Mas se o contentamento for muito particularizado
Não será realmente um prazer expansivamente bom
*
19/04/2010

2 comentários:

O Profeta disse...

Hoje perdi-me na cidade do pensamento
A vida correu-me na frente em corro-pio
Hoje um pássaro descobriu o voar
Hoje senti na emoção a força de um rio

Segui para nascente fugindo à noite
Inventei um cavalo branco voador
Despi-me da obrigação de ser outro
Afastei da viagem a sombra do desamor


Doce beijo

Eneida disse...

Profeta, belo poema!