sábado, 22 de maio de 2010

Colorido e Funcionalidade

*
Todo dia
Em sabedoria
Dia de começar a colorir
O estado de espírito
Em nenhuma cor restrito
Quando a gente está feliz
É sempre aprendiz
Tudo em volta fica maravilhoso
Prazeroso
Colorido
Gosto de cores
Vivo em estado de graça
Graças!
Faço sempre avaliações da realidade
Com dignidade
E percebo sempre
Que tenho mais motivos para sorrir
Do que para me entristecer
O colorido conquista
Alegra
Sobressalta
Encanta aos olhos
Desperta
O colorido é vivo
Gosto de vida
Não gosto de energia parada
Não gosto de roupa encostada
Não gosto de coisa inútil
Faço tudo ser útil
Tudo tem que valer
Tem que fazer sentido
Tem que ser prático
Democrático
O colorido conquista
Tem sua funcionalidade
Multiplicidade
Encanta-me o colorido
Dessa estação
A mais bonita
Da minha região
O outono/inverno
Lembra o colo materno
Em que o sol aquece
Discretamente
Lentamente
Em que se é permitido aconchegar
Abrigar
Agasalhar
Parece que o dia amanhece devagar
Esquentando aos poucos
Envolvendo
Comovendo
E faz do aquecer
Um momento de magia
Assim o amanhecer
O colorido do dia
Algo encantado
Aos poucos plantado
No coração da gente
Como uma semente
E que encanta
A quem se permite ver
O colorido, nos dá poder
Demos vazão
À invasão das cores
Quer mais cores do que têm as flores?!
As flores não são presentes?
As cores não são permanentes?
Sejamos tomados
Por flores e cores
Funcionalidade natural
Algo sobrenatural
Esteja a alma inteira
À sua maneira
Ou em retalhos
Em frangalhos
Que possamos repartir
Expandir
Canções em cores
Através de flores
Ou de amores
Eis a sua funcionalidade
Pura frugalidade
*
16/04/2010

Nenhum comentário: