sábado, 17 de abril de 2010

Um Bastar

*
Um bastar
Num manjar
No que fazer
Nas coisas
Que me dão prazer
Uma possibilidade
Uma capacidade
De te bastar em algo
Cruel comigo
Eu sem abrigo
Você ali
Onde me perdi
Eu longe
Como um monge
Você linda
Eu na berlinda
Eu péssimo
No meu máximo
É sempre assim
Para bastar
Tem que aguardar
A hora certa
Em que desperta
E se bastar
Em um louvar
*
07/12/2009

Nenhum comentário: