sábado, 17 de abril de 2010

Mania de Projetar

*
Não lido bem com surpresa
Gosto de definir com clareza
Objetivos
Estímulos
Estimando-os
A longo prazo
Preparar-me para eles
Mania de projetar
E idealizar
O que se tem de primordial
Trabalhar para produzir
E reproduzir
O que entendo em mim como talento
E isso me dá sustento
Manias são como regras para uma guerra
Angariar tudo o que a criatividade encerra
Seria isso viver sob tensão?!
Teríamos na mente um clarão?
Gosto de focos
De objetivos
Tudo o que faço
Tudo o que posso
Função prática
Na sua lógica
Escolhendo um caminho na vida com prazer
Desfrutar a vida, um lazer
Com energia
Com poesia
E não morrer de tédio
Eis o remédio
Fazer bonito
E fazer ficar bonito
Tudo o que se faz
Tudo o que nos compraz
Tudo o que há à minha frente
Tudo o que há na mente
Tudo ao meu redor
É projetar
E me fartar
*
17/03/2010

Nenhum comentário: