quinta-feira, 29 de abril de 2010

De Que Preciso

*
Tudo o de que preciso
Amor
Sorte
Sucesso
Garra
Preciso
Firmeza
Corrida
Medalha
Revezamento
Preciso
Superar-me
Agitar-me
Mais ainda?
Ainda mais
Cada vez mais
Preciso
De uma certeza concreta
De uma caminhada reta
De uma firmeza moral
E também espiritual
Preciso
*
25/04/2010

Concretização

*
Tensão
Impaciência
Sem visão
E sem previsão
De concretização
Onde os frutos de um esforço?
Parecendo tudo um grande esboço
Nunca uma obra completa
Ou, ao menos, menos incerta
Quero um indicativo
Uma seta
Na verdade
Tenho uma meta
Não seria ela concreta?
Não estaria correta?
Concretização
Verdadeira redenção
*
29/04/2010

Paixão

*
Paixão pela vida
Sensação desmedida
Meta cumprida
Em colorido
Ornado
Provido
Não corrompido
É o que temos
É o que queremos
E o que podemos
Mas poderemos mais
Sem muitos ‘ais’
Na beira do cais
A apreciar
A desvendar
E desmembrar razões
Sentir realmente
As emoções
Em grandes proporções
Soltar os grilhões
Abrir os porões
Da alma
Com muita calma
Alusão à paixão
*
29/04/2010

sábado, 24 de abril de 2010

Sacrifício Necessário

*
Sacrifício necessário
Expressão de quem gosta de luta
Vencer na vida pelo amor
Melhor do que pela dor
Escolho o amor
Amor à vida
Amor às pessoas
Amor às coisas
E porque não?
Sem hipocrisia
Sem valorizar coisa ruim
E não embirro
Com o que não é pra mim
Muita gente
Valoriza a dor
Por ser apenas
Um lutador
Sem amor
Pelo sacrifício
Pela dificuldade
Pelo prazer
Pelo difícil
Em qualquer empreendimento
Mau sentimento
Desprezo pelo que não for difícil
Desde o início
Gosto pela luta
Sacrifício necessário
Sacrifício para seu alcance
Sem nenhum romance
Apenas de luta
Provida a conquista
Qualidade satisfatória
Relação sacrifício
Relação benefício
Diretamente proporcional
Nada intelectual
Perceber o lado bom das coisas
Antes de se tornar sacrifício
É bom indício
Caminhada para a conquista
Direção a tudo que se invista
Tudo na vida
Para ser alcançado
Requer a força da conquista
Tudo na vida
Para ser mantido
Requer o esforço da dedicação
Mas nem tudo na vida
Precisa ser alcançado
Nem mesmo mantido
Através de sacrifício
Se chegou ao sacrifício
Esforço no empreendimento
Porque já terá se passado
A hora de ser pelo amor conquistado
Força e esforço
Podem com amor ser realizados
Meta: esforço para sermos dignos
Esse o sacrifício necessário
*
07/04/2010

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Par Inspiração

*
Par
Inspiração
Nunca é demais
Inspiração em pares
Muito melhor
Números pares
Parcerias
Dinamismo
Pares para se aquecerem
Para caminharem
Para se encaminharem
Para tomarem notas
Cartão com dizeres
Caminhar conjunto
Jogo de palavras
Sentido verdadeiro
Tipo de agrado
Valorização
Detalhes
Fazem diferença
Valorização do caminhar junto
Do par
Da parceria
Do caminho
Que se faz ao andar
Da inspiração
E não adianta
Reclamar do caminho
Encontrar inspiração
Auxilia caminhar
*
09/04/2010

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Mente Ativa

*
Mente ativa
Fase criativa
Não seguir nada piamente
Indiscriminadamente
O desconfortável
Abominável
Por conforto mental
Há que se pensar
No que se deve acreditar
No que se vem a ditar
Convencer-se
Apresentar-se
Numa normalidade
Uma viabilidade
Não adormecer a criatividade
Mente ativa
Investimento em si mesmo
Cada proposta
Cada realização
Um novo ciclo de vida
Mente ativa
Uma arte
Forma autêntica de auto-expressão
Luta
Para ser absoluta
Independente
Ilimitada
Soberana
*
08/04/2010

terça-feira, 20 de abril de 2010

Histórias

*
Histórias
Memórias
Vitórias
Aprendemos
Princípio, meio e fim
Consolo pra mim
História da vida
Nada nítida
As situações são muitas
As conclusões, algumas
Somos personagens
Histórias da vida
Miragens
Contracenando com muitos
Muitos de nós
As mesmas circunstâncias
As mesmas importâncias
Histórias norteadoras
Algumas orientadoras
Algumas se repetem
Outras são recriadas
Muito poucas são realmente criadas
O que vemos
Em sua maioria
São histórias que se repetem
Fatos que se invertem
Evoluímos pouco, então?
Busco sempre uma progressão
Uma lógica
Verdadeira mágica
Nem sempre permitida
Nem sempre passível de ser desvendada
As histórias
As verdades
São mistérios
São fotografias de circunstâncias
Mesmo em distâncias
Os acontecimentos nos moldam
Moldamos os acontecimentos
Conforme nossa personalidade
Nossa identidade
Pensar em histórias de vida
Não é prendermo-nos ao passado
Procurando o princípio, o meio e o fim
Como razão de tudo
Mas encararmos nossa realidade
Com muita dignidade
Como um novo começo hoje
Prazeroso e satisfatório
Que iremos continuar
E tecer mais amanhã
*
12/04/2010

Mentira X Consciência

*
Mentira
Ilusão
Ilusão da consciência
Ou a falta dela
Mentira
Verso a que se propõe a mente
Sem mira
Sem rima
Teoria
Hipocrisia
A que se dispõe a acreditar
Ou queira fazer acreditar
Tal qual semente
Pungente
Viver da mentira
Um contrário
Uma farsa
Uma coisa que se planta
Semente
Na mente descrente
Racionalismo exacerbado
Sossego assegurado
Oposto à mentira
Um contrário
Desejo palpável
Realizável
Sem falsidade
Prefiro uma verdade
Mesmo que me doa
Que me corroa
A uma mentira que me iluda
Sem descobrir o melhor caminho
Um torvelinho
Não vivo de véu
Ao léu
Gosto de ver claramente
Conscientemente
De sentir a realidade vigente
Descobrir alternativas
Superar expectativas
Mas falando da mentira
Não de mentira
Qual a mentira
Quisera fosse verdade
Pessoas conscientes
Contrário da mentira
Desnecessária a mentira
Facilitar a vida
Desmedida
Falta de maturidade
Oh, crueldade
Suficientemente consciente
Consciência e maturidade
Numa comunidade
Em perfeita igualdade
Em paridade
*
01/04/2010

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Tecnologias

*
Tecnologias
Magias
Fotos
Fatos
Retratos
Retratados
Criados
Colagens
Tecnologia
Digital
Um postal
Um portal
Assusta
Criatividade
Que se propaga
Se dinamiza
Tecnologia
Necessária
Útil
Imprescindível
Adaptações
Teimosias
Tecnologias
Dependências
Caminhadas
Caminhos
Modernidades
Agir
Pensar
Se atualizar
Pois estagnar
Não é caminhar
*
26/03/2010

domingo, 18 de abril de 2010

Razão Para Viver

*
Definir a vida em função de objetos
Não deveria ser normalidade
Para viver bem
Ostentar sem necessidade
Ostentar para parecer que tem
Comparações
Satisfações
Insatisfações
Julgamentos superficiais
São coisas banais
Valorização da personalidade
Da individualidade
Verdadeira riqueza
Ver as coisas com clareza
Crítica
Não é a melhor política
Provocações
Insensibilidades
Dispersão
Da razão para viver
Amor próprio
Individualismo soberano
A questão é observar
Não se irritar
Fazer abstração
Estudar o coração
Com certa distância
A frio
Algum mal causado
Transformado
Amabilidade
Abstração da negatividade
Da insensibilidade alheia
Sutil recreio próprio
Razão para viver
*
30/03/2010

sábado, 17 de abril de 2010

Amor em Perdão

*
Perdão
Por uma colocação
Perdão
Meu doce amor
Perdão
Imploro pelo seu perdão
Perdão
Por eu ser egoísta
Perdão
Por te querer só pra mim
Perdão
Por invejar tudo e todos
Perdão
Por ser repetitivo
Perdão
Por falar do meu amor
Perdão
Pela falta que você me faz
Perdão
Pela saudade do amor
Perdão
Pela paz que sinto
Quando vejo seu sorriso
Perdão
Pelo quanto me satisfaço
Só de te olhar nos olhos
Perdão
E em perdão
Continuo a caminhada
E gosto dessa repetição
Que retribuo em expressão
Devemos pedir mesmo
Perdão
*
07/12/2009

Sofrendo, em Gerúndio

*
Já se viu
Ou se permitiu
Sofrer, em gerúndio?!
Ouvi assim
E sofri junto
Eu sofrendo
Eu morrendo
Invejando
A quem estiver cortejando
Eu aqui
Amando
Esperando
Sentindo
Sofrendo
Cuidando
Orando
Vigiando
A contrapartida?
Compreendendo
A incompetência
Mas sorrindo
De tão lindo
Falando
Nomeando
Assim
Sofrendo junto
Em gerúndio
*
06/12/2009

Um Bastar

*
Um bastar
Num manjar
No que fazer
Nas coisas
Que me dão prazer
Uma possibilidade
Uma capacidade
De te bastar em algo
Cruel comigo
Eu sem abrigo
Você ali
Onde me perdi
Eu longe
Como um monge
Você linda
Eu na berlinda
Eu péssimo
No meu máximo
É sempre assim
Para bastar
Tem que aguardar
A hora certa
Em que desperta
E se bastar
Em um louvar
*
07/12/2009

Um Dia, Uma Noite

*
Dia intenso, cansativo
Ficar bem
Dormir em paz
Um desafio
Ter um sono guiado
Iluminado
Um dormir do lado
Sem o desafio
Do sono solitário
Pesado
Nebuloso
Nada virtuoso
Disseram-me
Do coração de um homem
Que ama
E se inflama
Em que dói muito
E o tempo todo
Uma saudade
Que ficam insanos
E até cruéis
Numa falta sentida
De maneira latente
Mas o coração de uma mulher
É diferente
É mais doce
E sofre
Antes mesmo que possa ser cruel
Mesmo que cheio de fel
Mas nada melhor
Que um dia
E uma noite
*
07/12/2009

Entender

*
Entender
Ou não entender
Sem conseguir
Nem poder
Se exprimir
E perseguir
Disfarçar a angústia
Mostrar simpatia
A ansiedade
Sem piedade
Que toma conta
E quem está em volta
Percebe
Sente
Sofre
Revolta
Difícil uma vida assim
Amar
E não poder falar
Nem sentir
E ao mesmo tempo
Vendo a vida ao longe
Linda
E mais ainda
De outro dono
Um desconsolo
Reflexos
Reflexões
Espelho triste
Divagações
Estúpidas divagações
E, contudo, contar
Sem brigar
Nem mesmo expressar
Por tanto querer
Só carinho
Ajudar-se
A entender
Tudo e todos
E respeitar
A tudo e a todos
Controlar os sentimentos
Entender
*
06/12/2009

O Cotidiano e a Nostalgia

*
Todos os dias
Os fatos se sucedem
Monotonia
Fujo do cotidiano
Rotina mínima
A minimamente necessária
De resto, inventar
E reinventar a cada dia
Uma viagem
Um livro
Novas perspectivas
Renovar
Para promover
Expansão da consciência
É um caminhar
E um retornar
Um retomar
Dá-nos bem-estar
A nostalgia
Por vezes faz bem
Cotidiano
Em qualquer plano
Inclusão social
Tudo normal
Estarmos inseridos
No contexto social
De forma integrada
No jogo da vida
Preferência nostálgica atendida
Consolo emocional necessário
Um cotidiano aceitável
Sabores antigos
Reconhecidos
Jamais esquecidos
Apegos
Desapegos
Agrado emocional
Floreia o cotidiano
O moderno em parceria
Num contraponto inédito
Revisitado
O antigo alterado
Conforme o contexto social
Sendo o vintage exceção
O novo
A novidade
Como no cotidiano
A nostalgia
*
29/03/2010

Moda e Tempo

*
A moda é o que se molda
Vai e volta
A moda no tempo
Sempre a contento
Vai e volta
A moda e o tempo
Parece efêmero
O tempo que a moda dura
Altera sua estrutura
Volta renovada
Arrojada
Revelação surpreendente
Exposta continuamente
Se durar uma estação
Valeu a criação
Cartelas de cores
Mudam em toda coleção
O uso da cor
Revela o condutor
Em seu interior
Bem como seu humor
Moda e tempo
Algumas variações
Verdadeiras invenções
Algumas convenções
Uma idéia base
Pode durar uma fase
É muita informação
É muita modernidade
A moda
De antemão
Não é uma ilusão
Mas uma paixão
*
25/03/2010

Mania de Projetar

*
Não lido bem com surpresa
Gosto de definir com clareza
Objetivos
Estímulos
Estimando-os
A longo prazo
Preparar-me para eles
Mania de projetar
E idealizar
O que se tem de primordial
Trabalhar para produzir
E reproduzir
O que entendo em mim como talento
E isso me dá sustento
Manias são como regras para uma guerra
Angariar tudo o que a criatividade encerra
Seria isso viver sob tensão?!
Teríamos na mente um clarão?
Gosto de focos
De objetivos
Tudo o que faço
Tudo o que posso
Função prática
Na sua lógica
Escolhendo um caminho na vida com prazer
Desfrutar a vida, um lazer
Com energia
Com poesia
E não morrer de tédio
Eis o remédio
Fazer bonito
E fazer ficar bonito
Tudo o que se faz
Tudo o que nos compraz
Tudo o que há à minha frente
Tudo o que há na mente
Tudo ao meu redor
É projetar
E me fartar
*
17/03/2010

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Idéias Espetaculares

*
Problemas
Esquemas
Soluções
Resoluções
Idéias espetaculares
Particulares
Notáveis
Prováveis
Ou improváveis
Alternativas de vida
E seguimos avaliando
E também amando
E descobrindo talento
E encontrando sustento
E também competências
Com suas conseqüências
Revendo as manias e as maneiras
Em fieiras
Desempenhamos nossas tarefas cotidianas
Nossas aventuras humanas
Percebemos
Compreendemos
Um emocional exacerbado
Como algo agravado
Tirando-nos a razão
Que endurece o coração
Cultivando o racional
Fertilidade mental
Alternativas úteis e possíveis
Coisas tangíveis
Idéias espetaculares
O emocional nos tira a clareza
Toma-nos a destreza
Mas um pensamento refinado
É algo delicado
Remodela as idéias
Nossas odisséias
Problema do racionalismo
Quando se necessita diplomacia
Numa supremacia
E também formalismo
Numa franqueza explícita
Declarada
Temperatura emocional
Algo essencial
Mas atrapalha
A pessoa não preparada
Em ouvir o que deveria ser dito
E prefere o mito
Idéias espetaculares
Alternativas singulares
Grandes expectativas
Procurar alternativas
Mostrando-se
E às suas idéias
Pois só quem se mostra
Quem ousa
É que se encontra
Em si repousa
Que se conhece
E se satisfaz
Se abastece
Na vida
E com a vida
Mesmo que por vezes
Se perca no caminho
Sinta um espinho
Permitir-se ter idéias
Encontrar-se novamente
Conhecer-se melhor
E se mostrar
Fazer o seu espetáculo
E se encontrar
Mesmo que se perca no caminho
Tendo-se por si carinho
Razão especial
Tornando-se habitual
Ter idéias espetaculares
Mesmo que particulares
*
15/03/2010

Hoje é Dia

*
Hoje é dia
Dia lindo
Primeiro dia de outono
Hoje é dia de entusiasmo
Imperioso comandar o entusiasmo
Que ele seja despertado
As tensões, diante dele, desaparecem
A euforia torna-se crescente
Sabedoria e inteligência devem ser marcantes para equilibrar
Hoje é dia
Dia que promete
Na verdade, todos prometem
Depende de nós fazer valer
Com otimismo e pensamento positivo
Tudo tem seu tempo de amadurecimento
Hoje é dia
De paciência
Consigo mesmo e com os outros
Hoje é o dia
*
20/03/2010

Expressão Individual

*
Expressão individual
Característica especial
Reflexo de personalidade
Consciente individualidade
Uma linguagem vastíssima
Poderosíssima
Exprime o que há de mais íntimo no ser
O que ele conseguiu tecer
Não ofusca a realidade
Demonstra veracidade
Entende que se tem poder
No que lhe dá prazer
Poder da felicidade
Uma faculdade
Enquadra-se no rótulo
‘Pessoa sem ambição’
Como que adquirir coisas
Seja razão de expressão
As vestimentas são falas
Palavras usadas
Expressões empregadas
Algo nítido
Bem marcado, límpido
A expressão individual
As pessoas percebem
Umas compreendem
Outras não
Fazem comentários
Transmitem energias
Geram felicidade
Outras não
O teatro da vida
Vale pela capacidade
De comunicação
Individualizando
Cada expressão
*
23/03/2010

terça-feira, 13 de abril de 2010

Estou Aqui

*
Estou aqui
Clamando por beleza
Com muita presteza
Estou aqui
Buscando simpatia
Fazendo analogia
Estou aqui
Numa tendência instintiva
Num espontâneo
Momentâneo
Estou aqui
Mas não vejo
Não enxergo
Mas percebo
Estou aqui
Aqui em cima
Com os pássaros
Voando alto
Estou aqui
Com saudade da vida
*
20/03/2010

É Páscoa

*
É Páscoa
Renasça
Refaça
Planeje
Invente
Almeje
Comungue coletivamente
Viva
Reviva
Revele-se
Capacite-se
Persista
Comece
Recomece
Sempre
Um novo
Ou de novo
Mas sempre
*
04/04/2010

Dia Especial

*
Dia especial
Um dia mais especial que os outros
Dia de nascimento
Dia de renascer
Dia de ver florescer
Dia de nascimento da luz
Mas qual dia não seria especial?!
Todos os dias são especiais e únicos
Todo e cada dia é uma celebração
E devemos perceber assim
Algumas vezes há focos opostos de atenção
Outras vezes percebemos as alegrias e os encantos da vida
Cada dia é uma nova esperança
Cada dia uma nova conquista
Cada dia é especial
Cada dia um renascer
Que não se pode esquecer
Cada dia, um novo amanhecer
*
03/04/2010

Dia de Festa

*
Dia de festa na casa
Dia de casa cheia
Dia de comemorar a vida
Vida em festa
Viver sempre assim
Comemorando a vida
Bendizendo a vida
Festejando as chegadas
Agradecendo as idas
Sem muito motivo
Que não seja a vida
Apenas a vida
Já se faz festiva
Motivo de comemoração
Uma festa
Pousada ao coração
Festejemos a vida
Nascida
Vencida
Querida
*
10/04/2010

Desafio

*
Diante de um desafio
Sentimos-nos como que por um fio
O novo assusta
Sobressalta, espanta
Mas mudanças são boas
São importantes
Mas o radical sobressalta
E nos exalta
Desafio
Quando acontece
E não raro amanhece
Não nos apetece
A possibilidade do novo
Todo desafio desestabiliza a princípio
Agilidade mental
Assimilando a dinâmica dos fatos
Mantendo o equilíbrio
As árvores balançam conforme a força do vento
E não balançam da mesma forma
Cada vez balançam para um lado
Cada vez em que o vento sopra
De cada forma que ele sopra
Bem como as ondas do mar
Nunca quebram do mesmo jeito
Desafio
Possibilidade de um balançar diferente
A cada situação nova
E se nos aprova
E comprova
O esforço
O sacrifício
O compromisso
Superamos e vencemos
O desafio
Exercício de descoberta
Competência da formação humana
E nos entendemos intelectual e humanamente competentes
Isso é um desafio
Uma contribuição a nós mesmos
Para o crescimento próprio
Discernir
Descobrir
O que é principal
O que é secundário
O que é acessório
Verificar o que edifica
O que constrói
Retirar o que destrói
Lidar com desafios
Buscar afinidades
Nas perspectivas de valor
O que possuímos e o queremos para nós
E então
Começaremos a ganhar o jogo
Noção de valores
Algo utópico
Simbólico
Expandimos nosso potencial
Necessidade de se plantar
Uma semente
E assim se sente
A co-responsabilidade
Noção de troca
Postura proporcional
Momento de partilha de opiniões
São tantos os senões
Avançar nas expectativas
Avançar na autonomia individual
Clarear horizontes
Aceitar o desafio
Impulso de crescimento
Eficácia do resultado
Comprometimento
Não mascarar situações cognitivas
Senão, futuramente, não corrigimos mais
Aceitar o desafio
Ter a clareza necessária
Do que é relevante
Seguir princípios
Observar vernizes
Conseguir propostas
Desafios
Projetos com significado
Um bem conquistado
*
24/03/2010

Outono

*
Prestigiar o vento
Superar as intempéries
As surpresas
Expectadores da vida
Diluída
Uma corrida
Um máximo
Um esforço
Um ânimo
Um desejo
Um sentimento
Uma motivação
Intensidades
Profundidades
Movimentação
Conforme o vento
Um outono
Um isolamento
Nossas mentes
Investimentos
Necessários
Autoconhecimento
Coisas de outono
*
28/03/2010

segunda-feira, 12 de abril de 2010

A Ação Ensaiando

*
Uma ação
Começa com uma intenção
Que vira uma perseguição
Até a aquisição
A ação ensaia
A gente ensaia
Corre atrás
Faz avaliação
Ajusta a compreensão
Direciona
Impressiona
Inspeciona
Luta
Algumas vezes
De forma bruta
Quando conseguimos
Vamos além do ensaio
Saldo positivo
O pensamento claro
Objetivo
A sensibilidade sem interferir
Modo de pensar
Racionalizar
Não bagunçar
Continuar
A ação a ensaiar
*
21/03/2010