sábado, 19 de dezembro de 2009

Crença

*
Sempre será assim
Minha vida
Meu amor
Será sempre
Uma crença
Será infinito
Não duvide nunca
Dessa crença
Da magnitude do amor
Da beleza da vida
Da pureza do amor
Uma crença
Só existe pureza
Em uma vida
De amor
Medo da solidão
No amor
Não por não acreditar
Ser correspondido
Não é isso
Medo
Pelo seu medo
De não crer
Que valha a pena
Sim, eu acredito
Medo
Da solidão
Nessa crença
*
04/12/2009

Nenhum comentário: