domingo, 4 de outubro de 2009

O Silêncio

*
Escuto, bem baixinho, o som do silêncio...
O som do silêncio atordoa,
Inquieta, irrita.
Silêncio...
Nem o azul do céu,
Nem o canto dos pássaros,
me consolam...
Silêncio...
E, em silêncio,
caminho amando a vida...
Mas o que tenho, no momento,
É, apenas, o silêncio...
O melhor amigo...
O silêncio, amigo meu,
Não é mais o único que me acompanha!
Felizmente...
Ao meu lado, agora, um amigo mais fiel...
No início, não o identifiquei, tolice minha...
Mas, agora, sei quem me acompanha, talvez, em vão!
São as batidas, desoladas, do meu coração...
Mas bem sei que, nesse ruidoso silêncio, não escutamos as coisas boas.
Desculpo-me a mim mesma.
Agora, depois da preleção, estou bem.
Fiquei tranqüila.
Na verdade amei, o tempo todo, a vida!
Em silêncio...
*
04/10/2009

Nenhum comentário: