sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Noite e Dia

*
Noite
Maravilhosa e tranqüila
Assim esperava
Ouso dizer
Há tempo
Não dormia tão bem
Dormir direto
Sem intervalo
Noite de paz
Para amanhecer
Um novo dia
Concentração
Dia importante
Competição
Desafio
Adrenalina requisitada
Atleta nervoso
Necessária concentração
Acontecimentos
Manifestações
Nervosismo
Serenidade
Sem muitos dengos
Competição
Não é fácil
Boa sorte
*
24/10/2009

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Rotineiramente

*
Viver um dia
Um de cada vez
Para se ter paz
Falar a mesma coisa
A mesma língua
Rotineiramente
Sugestões
Concordâncias
Sem mudar rotina
Saber da dificuldade
Saber da saudade
Dificuldade supera-se
Saudade mata-se
Rotineiramente
*
22/10/2009

Chuva

*
A chuva
Intensa
Bonita
Mas não prática
Dia lindo
Ter um lindo dia
Mesmo com chuva
Avaliações de vida
Chove e troveja
Questionamentos
Ser diferenciado
Não ter tempo ruim
Mesmo com chuva
*
22/10/2009

Sono

*
O sono
Começa a me provocar
Começa a me convidar
Para ir com ele
Espero suavemente
Tão suave
Como um sussurro
De uma voz ao ouvido
Dizendo
Te amo te amo te amo
Sono de paz
Como merecem os anjos
*
22/10/2009

Mudanças

*
Momento certo
Para mudanças
Qual seria
O momento certo?
Salientar deveres
Analisar oportunidades
Sentir frio
Não conseguir sair
Frio, chuva, sono
Impedimentos
Apesar da água esquentando
Fogo no fogão
Fogo em mim
Chama fora e dentro
Dia lindo
Repleto de harmonia
Apesar das mudanças
Sempre adiadas
*
22/10/2009

Caminhada Boa

*
Caminhada boa...
Amor bom
Suave e intenso
Ao mesmo tempo
Conhecimento
Firmeza
Em paciência
Em sabedoria
Felicidade
Caminhada boa...
Caminhada solitária
Difícil e perigosa
Pedras, espinhos, morros
Mas trago agora
Tranqüilidade e discernimento
Que outrora não conhecia
E hoje conheço
Intimamente
Meus desejos, sonhos, aspirações
E felizmente
Tenho
Projetos de vida
Por isso a paz
Caminhada boa...
Notas boas
Tranqüilidade comigo
Como quase sempre
O resto
Contorno, administro, supero
É assim
Caminhada boa...
*
21/10/2009

Preciso

*
Hoje quero falar
Preciso
Bom querer falar espontaneamente
Esperar pela fala...
Preciso ouvir
Com intensidade
Preciso
Apreciar encontros
Risos
Brincadeiras
Lágrimas
Abraços
Sentimentos à flor da pele
Preciso
Tranqüilidade
Firmeza
Paciência
União
Cuidado
Paz
Harmonia nas famílias
Caminhada intensa e linda
Preciso
*
21/10/2009

Comunicação

*
Ficar ligado
Atento
Como sempre
Comunicação
Necessidade
Caso queira
Deixar-me ouvir sua voz
Uma alegria
Uma surpresa
Nesse dia
Nessa hora...
O céu começa a clarear
Está bonito
Mas há nuvens
E elas teimam em não me deixar ver o céu...
Mas continuo olhando
E acabo vendo
Entre uma nuvem cinza e outra
Um pedacinho de céu azul
É a vida
Comunicação importante
O sol já vem com todo o brilho
Vale à pena ter paciência
*
21/10/2009

Amanhece

*
Nesse momento
Amanhece...
O céu
Mistura de azul, amarelo, cinza
Luzes
Piscam ao longe
Parecem luzes de Natal
Amanhece...
Café coado
Tomo o primeiro gole
Quero ver se está bom
E está forte
Mas às vezes é necessário
Amanhece...
Fiquemos bem
Fiquemos fortes
Amanhece...
Dia novo
Nova empreitada
Caminhemos de forma serena
Caminhemos de forma abençoada
Que seja uma caminhada de amor
Amanhece...
*
21/10/2009

Dormir Pouco

*
Por que assim?
Dormir pouco?
Dor?
O que não me faz bem?
Acordei...
Vi ao longe a Igreja iluminada
Qual árvore de Natal
Pássaros cantam
Mas ainda é noite
Sentimento de uma saudade...
Seria a dor
De dormir pouco?
Não importa
Comecemos o dia como bravos
*
21/10/2009

sábado, 24 de outubro de 2009

Formalidades

*
Formalidades
Contrário de intimidades
Formalidades
Quando descabidas
Já sabemos
Há algo acontecendo
Conhecimentos
Intimidades
Sem formalidades
Fácil assim
Mais suave a vida assim
Menos formalidades
Mais intimidades
*
15/10/2009

Céu

*
Lindo dia
Céu
Manto azul
As nuvens passam
Rápido
Devagar
O que é importante?
O importante é não parar
O importante é ver o céu
E caminhar
E confiar
*
15/10/2009

Coração

*
Desendurecer um coração é duro?
Talvez o seja
Admito
Mas se há mãos delicadas
Puras no amor
Com toques suaves
Sinceros
Certamente este coração se abrirá
Se permitirá
É por isso que permaneço
Insistentemente
Pacientemente
Incansavelmente
Perto
De coração
*
14/10/2009

Nunca Pensei

*
Nunca pensei
Que voltaria à vida
Nunca pensei
Apesar de sentir
Amor à vida
Mundo sem amor
Vida sem sentido
Sentido de trabalhar
Apenas para gastar
Energia
Onde colocar
Tanta coisa
Nunca pensei
Em voltar à vida
Sufocação
Sentimentos dúbios
Coração endurecido
Nunca pensei...
*
06/10/2009

Tomada de Consciência

*
Compreendo tudo
Item por item
Aguardo o amanhã
Tomo consciência
Uma embarcação
Em movimento
Distanciamento
Tudo vem à tona
Como se nada tivesse acontecido
Dez anos
Nada para a vida
Tudo para o amadurecimento
Tomada de consciência
*
06/10/2009

O Que me Toca

*
O que me toca
É ouvir
O que me toca
É saber
É ouvir dizer
Que a nascente
Filha do ventre
Se parece comigo
Amor
Delicadeza
Gentileza
Isso me toca
Algo espiritual
Talvez seja assim...
Por ter desejado tanto
Mas tanto
Que enquanto
Esperava sua hora
Tenha me absorvido as manias
Talvez seja isso
Tudo somatizado
Às experiências
Eterno aprendizado
Desabafo...
O que me toca
Melhorar-me
Fortalecer-me
Integridade
Entender melhor a vida...
Pois então é isso
O que me toca
*
06/10/2009

Incomoda

*
É doloroso
Não aconchegar-se
Incomoda
Não poder tocar
É doloroso
Incomoda
Não poder questionar
É doloroso
Mas é só uma fala
Falar da dor
Distanciamento
Incomoda
Descanso
Sem visão
Incomoda
Não questiono
Não esperneio
Não maldigo os deuses
Claro que não!
Apenas falo da dor
Pois incomoda
*
06/10/2009

Acontecimentos

*
Alguns incomodam
Outros nos tocam profundamente
Coração desgovernado
Sair debaixo de chuva
Aproveitar para pensar
Refletir
Sentir-se abafado
Nó na garganta
Acontecimentos
Pensamentos
Oportunidade de pensar
Oportunidade de refletir
Melhorar o sentir
*
06/10/2009

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Caminho

*
Eu caminho
Com serenidade
Com transparência
Com responsabilidade
Acreditando
No caminho
Perene
*
23/10/2009

O Suficiente

*
O tempo passou
O suficiente
O entendimento
A dimensão
A importância
Re-encontro
Re-união
Com a vida
Tudo maior
Resgate
Salvamento
O necessário
O suficiente
*
23/10/2009

Perfume

*
Nas mãos
Perfumes
Misturam-se
Inebriam-me
Felicidade
Crença
Sensação de leveza
Chão de espuma
Escutar uma voz
Dizer coisas
O quanto se quer
O quanto se ama
Obrigada amor
Obrigada vida
Pelo perfume
*
23/10/2009

Tempo

*
Passou
Foi-se
Esvaiu-se
O que eu fui
O que você sempre foi
Diante da eternidade
Foi ontem
Não existe tempo
O que acontece hoje
Parece-me ontem
Antes de dormir
*
23/10/2009

Ontem

*
Tudo o mesmo
De ontem
Cheiro
Gosto
De ontem
Mãos
Nervosas
Tanto
Quanto ontem
Calor
O mesmo de ontem
Amor
O mesmo
Exatamente
O mesmo amor
De ontem
*
23/10/2009

Eu Primeiro

*
Bom chegar
Eu primeiro
Suporte
Sem resistência
Mas corro
Mas falo
Bom assim
Eu primeiro
Sem egoísmo
Só suporte
Necessário
Bom
Muito bom
*
23/10/2009

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Dormi

*
Dormi repleta de poesia
Dormi repleta de vida
Agradeço à vida
Permaneci junto a ela
Amando a vida
Dormi
Bom Dia
*
15/10/2009

domingo, 18 de outubro de 2009

Enciumar-se

*
Dizer hoje
Que teve ciúmes
Mas dizer baixinho
Da roupa
Do vestido
Dos ombros à mostra
Dos pés
Sensualidade
Provocação
Ciúme que gosta de ver
Ou ciúme que não gosta
Ciúme que deseja ver
Deseja sentir todos os dias
Deseja enciumar-se todos os dias
O resto dos seus dias
E das suas vidas
*
13/10/2009

Companhia

*
Concentração
Firmeza
Ficar sozinha
Deliciar-se com a companhia
Preencher-se de vida
Ser a vida
Minha...
*
13/10/2009

Vida

*
Vida
Verdade
Esbaldar-se em sentimento
Maravilhosamente
Preencher-se de vida
Dispensar momentos
Agradecidamente
A vida é bela
A vida é simples
Como o amor deve ser
Como eu e você
*
13/10/2009

Redação

*
Uma redação
Pode ser verdadeira
Muito argumento
De uma vida inteira
Gostar muito
Ter orgulho dela
Prazer em compartilhar
Prazer em redigir
Coisas simples
Isso é vida
A vida é simples
E assim é bela
*
13/10/2009

Escrever

*
Escrever
Relatar um fato
Fazer relato
Descrever a vida
Amar escrever
Escrever a vida
Brilhantemente
Sensivelmente
Felicidade materializar
Tornar palpável
O amor à vida
Deixa de ser abstrato
Passa a ser concreto
Deixo de apenas senti-lo
Para também tocá-lo
*
13/10/2009

Ser Feliz

*
Sorrir
Ser feliz
Dizer que ama
Ter um dia lindo
Rir
Confidenciar
Amar
Alimentar a alma
Refrescar com água
Coisas simples
Tão prazerosas
Agradecer à vida pela existência
Maravilhoso presente
Fácil assim
Ser feliz
*
13/10/2009

Bom Dia

*
Muito bom
Acordar com “Bom Dia”
Bom dia à vida
Sem sofrimento
É muito bom isso
Não se tem noção
E corresponder
Ao lindo bom dia
Que se tem oferecido
Com muito gosto
Melhora-se só de ouvir
Parece que entendo
Pronto
Garantido
O bem estar
Tudo fica bom
Tudo se colore
Tudo fica lindo
Tudo fica Bom Dia
A vida fica maravilhosa
Agradeço pelo Bom Dia!
*
13/10/2009

Rumo ao Cume

*
Para a subida
É necessário
Alimento do corpo
Alimento da alma
Força necessária
Devemos galgar
Até o cume da montanha
E de lá de cima
Alimentados
Unidos à vida
De mãos dadas com o amor
Apreciaremos tudo
Intocáveis
*
13/10/2009

Anjo

*
Dormi como um anjo
Acordei bem
Disposta
Feliz
Vejo a vida
Com olhos de anjo
Sorriso de anjo
Se, porventura, estiver tensa
Testa franzida
Não se preocupe
Deixe comigo
Eu te sustento
Te faço sorrir
Mas sei que está bem
Também é anjo
A vida é maravilhosa
Ela nos mantém íntegros
Sorvendo goles de vida
Assim são os anjos
*
13/10/2009

sábado, 17 de outubro de 2009

Bom Saber

*
Bom saber das coisas
Bom saber-se bem
Bom compartilhar
Vidas
Amores
Até mesmo saudades
Bom saber
Saudáveis
Saudades compartilhadas
Temperos
*
12/10/2009

Atração

*
Quem ama
Fica atraente
Naturalmente
Sem esforço
Verdadeiramente
Claramente
Nota-se mais
Percebe-se mais
Valores
Gestos
Brilhos
Que achava não existissem mais
No entanto
Cá estamos nós
Atraídos pela vida
E esperamos
Atraentes para ela
*
12/10/2009

Vontades

*
De ouvir uma voz amiga
Se pudesse, ouviria
De sentir um cheiro bom
Se pudesse, sentiria
De abraçar forte
Se pudesse, esmagaria
Isso são saudades
Isso são vontades
De sentir amada
De sentir a vida
Vontades
De suaves abraços
De ser suspendida nos braços
Vontades
*
12/10/2009

Inquietações

*
Amigos
Convites
Farras
Coisas de sempre
Inquietações...
Recusas
Alegações incertas
Sem explicações
Inquietações...
Mas...
Coração cuidado
Felicidade
Nova vida
Novo ser
Novas perspectivas
Novos horizontes
Novos planos
Novos desejos...
E, se me for permitido,
Um grande amor...
*
12/10/2009

Competição

*
A vida
Competição
Competição duríssima
A mais competitiva de todas
Tempo bom em provas
Longe do ideal
Dedicação extrema
Técnica
Estratégia de vida
Amar o que se faz
Amar o treino
Amar o glamour que tudo isso implica
Continuar...
Dor prazerosa
Competição
*
12/10/2009

Perguntas

*
Muitas perguntas
Desejo respostas a todas
Boa noite com saudades
Saudades de respostas
Muitas perguntas
Respostas de vida
O que se acha
O que se pensa
Falei demais
Pensei demais
Perguntas...
Viagem
Falei demais da vida
Falei demais do amor
Falei demais de sonhos
Permanência do amor
Perguntas...
*
12/10/2009

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Venci

*
Agradeço à vida
Venci
Agradeço ao amor
Venci
Encontrei na vida e no amor
Lágrimas
Mas um suave perfume de reconhecimento
Venci
Mantenho-me inteira
Confiante na caminhada
Venci
Tropeços, sim
Medos, idem
Mas prevaleceu o sentimento mais puro
Mais doce
Mais nobre
O amor
Orei sim
Vigiei sim
Cuidei muito
Aprendi bastante
Amei o tempo todo
Venci
*
12/10/2009

Poemas

*
Leio
Adoro
Fico feliz
Inspiro
Expiro
O amor
A vida
A luz
Poemas
*
11/10/2009

Balanço

*
Balanço do amor
Balanço da vida
Lembra gente
Lembra vida
Mar
Vento
Noite
Brisa do mar
É difícil lidar com faltas
É difícil equilibrar
Mas é bom
Balançar
E equilibrar
*
11/10/2009

Fico Feliz

*
Feliz por cuidar
Dos meus amores
Dos meus interesses
Fico em vigília
Fico Feliz
Não é fácil vencer desejos negativos
Confesso
Fico Feliz
Todos farreando
Eu vigiando
Fico Feliz
Por cautela
Me recolhi
Para não permitir
Que a tentação me ganhe
Fico feliz
Parece que venci
Mas fico temerosa
Da certeza ir embora
Pensar que poderia perder
E agora?
Mas venci
Fico feliz
*
11/10/2009

Encontros e Desencontros

*
Encontros
Desencontros
Fatos normais
É vida
Sem se chatear
A cada acordar
Um novo dia
Um lindo dia
A cada dia
Durezas
Sentimentos exacerbados
Falar o que sente
Entendimentos
Respeito
Expectativa de vida
Encontros
Sem conto de fadas
Lamentavelmente
Insistentemente
Por não entender
Absolutamente nada
Desencontros
Continuo em vigília
O que me resta
Consola
Sigo fielmente
Recuso desencontros
Almejo encontros
*
10/10/2009

De Novo

*
Escrevo
De novo
Porque deu vontade
Porque me apraz
Escrevo
De novo
Porque fico mais perto da vida
Fico mais perto do amor
Fico mais perto de mim
Correspondências
Expectativas
Estou aqui
Porque me apraz
De novo
*
10/10/2009

Aprendizagem

*
Chatear-se jamais
Aprender sempre
Aprender a lidar
Cada dia mais
Estudo minucioso
E se conter mais
Reciprocidade
Querer-se mais
Não ir embora
Ou querer que se vá
O propósito não é esse
Jamais será
Não brinco de amor
Não brinco de vida
É amor e ponto
Estou em paz
Aprendo em paz
Certeza de vida
Certeza de amor
A todo o momento
Perto da vida
Perto do amor
Aprendizagem
*
10/10/2009

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Avalanche

*
O que seria isso?
Avalanche de sentimentos...
Conversas
Mente aberta
Coração aberto
Novo velho direcionamento
Pensamento
Reencontro consigo mesmo
Nada e tudo se passou
Avalanche...
Liberdade de sentir
Conseguir se abrir
“Desendurecer” um coração é duro...
Avalanche...
*
08/10/2009

Frente a Frente

*
Tão lindo assim comigo
Agradeço pela vida assim
Frente a frente
Insistente
Intermitente
Coração em paz
Mãos dadivosas
Socorro de nós
Necessitados que somos
Infinita bondade
Misericórdia
Frente a frente
Amor enorme
Sem sofrimento
Com bondade
Fidelidade
O que é melhor para mim
O que é melhor para você
O que é melhor para nós
Necessidade de todos
Frente e frente
Abra seu coração.
*
08/10/2009

Imploro

*
Venho aqui
Diante de ti
Implorar:
Tranqüilidade
Paciência
Paz...
Que eu me faça entender
Que eu saiba entender
Imploro...
Extirpa de nossas almas
A dúvida
O medo
O ressentimento
Imploro...
Envia até nossos lares
Anjos de paz
Apazigúe
Um coração de amor
Para entender o significado exato desse sentimento
Dai-nos
A oportunidade de crescimento
A oportunidade de união...
Não pedi para amar
Não pedi sentimento
Mas agora imploro
Cuide do amor
Cuide da vida
Cuide dessa glória.
*
08/10/2009

Tranquilidade e Saudade

*
Mar
Piscina
Sauna
Saudade
Enorme vazio no peito
Saudade enorme
Amor idem
Orações várias
Viagem...
Tranqüilidade?!
Saudade!
Pensar na vida
A noite toda
Pensar no amor
Em um lugar tranqüilo.
*
09/10/2009

Mães

*
Tranqüilas
Felizes
Cúmplices
Amantíssimas...
Mães são assim
Compreendem por muito viverem
Por muito vivenciarem
Por muito cuidarem
Por muito amarem
*
09/10/2009

Tattoo

*
Tattoo
Um nome
Dois nomes
É mais amor
É perfume
É flor
É gravar
Atestar
O amor que há
*
09/10/2009

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Caminhada

*
Caminhada...
Depende de treino
A caminhada é longa
Até espero que seja
Quanto mais
Vigiarmos
Orarmos
Cuidarmos
Amarmos
Mais longa ela poderá ser...
O que se espera?
Caminhar...
*
07/10/2009

Complicado

*
É muito bom amar
Mas é muito complicado
Por quê é bom ouvir o amor
Se é tão complicado?
E pensamos
E descobrimos
Que complicados somos nós
Não o amor
Que atento
E vigilante
Segue amando...
*
07/10/2009

Festa

*
Ontem à noite
Hoje pela manhã
Estive pensando...
Quando se fica preso
Como um cachorrinho
Dia inteiro
Sem ninguém
Experiências...
Uma hora
Preso
Sem ninguém
Como um cachorrinho
O dono volta!
A mesma festa
A mesma saudade
A mesma falta
Por quê?
Falta de noção
Sem tempo ou espaço
Como o amor
*
07/10/2009

Saudades

*
Acordo cansada
Corpo mole
Céu Cinza
Pequena faixa vermelha ao fundo
Saudades...
Pensamentos que vêm
Tempos que se foram
Amanheci com saudades...
Seria compreensível?
Amanheci com saudades
De vida e de viver
*
07/10/2009

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Sono

*
Sono
Preguiça
Dia escuro
Sombrio
Carregado
Lembro-me do bem
Lembro-me do sorriso
De sons suaves
De mãos aveludadas
O dia começa a ficar azul
Quero compartilhar
Um gole de vida
Bom dia ao amor
Bom dia à vida
E nesse dia
Em meio ao sono
Vigio com atenção
Oro sem exaustão
Amo de coração
*
05/10/2009

Susto

*
Às vezes me assusto
Com a dor
Com tanto chorar
Prefiro o amor
Quero, agora, só amor
Não quero susto
Só quero amor
O agitado
O cansativo
Eu me assusto
Eu quero a paz
Eu quero o bem
Quero o cuidado
Não quero susto
Só quero amor
*
05/10/2009

Firmeza

*
Raiva
Decepção
Lembranças
Para quê guardar?
Só para aprender
Intimamente
E ter firmeza
Aquietar as inquietações
Ter desejos firmes
Saber de tudo
Firmemente
Vigiar a todo o momento
Crer na união
Na comunhão
Na intenção
Maravilhoso propósito
*
04/10/2009

Encantos

*
A fala
Um encanto
Fonte de revelações
De coisas veladas
Encantos
Coisas nossas
Produção de amor
Felicidade de existir
De compreender
De compartilhar
De se descobrir
De se revelar
De se encantar
De ter segurança
De se amar
*
04/10/2009

Palavras

*
Não perderei uma só palavra
Elas escorrem pela boca
Saem pelos dedos
Não perderei uma gota
Conseguir sintetizar
Transcrever
Tornar poema
Sentimentos
Materializar
Dar forma
Às palavras
Aos sentimentos
Reparar
Jorrar amor
Que escorre de nossas bocas
De nossas almas
Um suporte
As palavras
Amar
Presente do Universo
*
05/10/2009

Consciência

*
Consciência do todo
Consciência do todo amor
Amar
É entender perfeitamente
Que um amor não se desvincula
Sob pena de se perder
Somos o que vemos hoje
Conscientemente
Envelhecidamente
Conscientemente
Entendo melhor
A dimensão do amor
De tudo o que nos rodeia
Compreendo
Conscientemente.
*
05/10/2009

Confesso

*
Confesso que não há ciúmes
Poemas não geram ciúmes
Eles apenas despertam
O que há de melhor em nós
Não precisamos ter ciúmes de nós mesmos
Juntos
No amor somos sempre melhores.
Confesso.
*
05/10/2009

Leitura

*
No amor
Lemos a nós mesmos
Reconhecêmo-nos
Emocionamo-nos
Pensamos que somos tudo aquilo
Às vezes pensamos que somos toda aquela intensidade
Todo aquele ser
Uma divindade
Amar seria ser uno?
Seria completar-se?
Como o côncavo e o convexo?
Seria não assustar-se
Seria falar sem medo
Sentimentos invadem nosso ser
É normal
Mas a leitura ideal?
Ideal é saber a prioridade da vida
Ou das vidas
Elas se comunicam
Fiquemos tranqüilos
Estamos atentos à leitura.
*
05/10/2009

domingo, 4 de outubro de 2009

Amor

*
Sempre existiu
Nunca acabou
Quando desacreditados dele
Estamos descrentes de nós mesmos.
Mesmo com os olhos fechados
Precisamos ver nitidamente
Gestos
Atos
Palavras
Pensamentos
Vigiados
Firmes
Sem raiva
Sem decepção
Lembranças boas
De momentos bons
Prioridades
Desejos aquietados
Firmeza
Amando tudo
Cuidando de tudo
Vigiando a todo o momento
Cuidando agora
Crendo no bem
Na união de amor
Na intenção no bem
Em um propósito maravilhoso de vida e na vida
Para a vida
No amor
Sem dor
Sem chorar
Só amor.
*
04/10/2009

Cuidados

*
Sei disso
Sei que me cuido
Sei que me cuida
Mas esperneio
Só um pouquinho
Interessante
Veja bem
O fato de cuidar do amor da vida
Torna minha casa e minha vida mais harmoniosas
Tudo tranqüilo
Tudo cuidado
Obrigada pelo amor da vida.
*
04/10/2009

Sozinhos Jamais

*
Jamais
Jamais nos sentiremos sozinhos
Somos livres para estampar o que há de mais belo em nós
O amor pela vida
Com a luz necessária
Companheira
Para dedicarmos
Beleza
Pureza
Honestidade
E assim
Nunca estaremos sozinhos
Pois estaremos plenos
E rodeados
Do puro amor
Da pura vida
*
04/10/2009

Autoria

*
Causa primária
Relativa
Palavras
Não são nossas palavras
Não são de nossa autoria
Apenas brotam em nosso coração
Cuja semente é o amor pela vida
Que semeamos e regamos
Se somos da vida
Somos vida
Nossas palavras
Não são nossas palavras
São vidas
Vivemos criando
Vivemos cuidando
Vivemos amando a vida
De quem,então, a autoria da vida?!
*
04/10/2009

Paz

*
Quando a paz invade
Embriaga
Mas não nos deixa tropeçar
O amor pela vida invade nosso ser
Sentimos a companhia de bons fluidos
Compromisso com nós mesmos
Vemos tudo claro
Como a luz do dia
Admiramo-nos e admiramos a vida
Ficamos felizes
Não escondemos a beleza da vida
Não a ofuscamos
Não ficamos entorpecidos
Cuidamos
E ficamos envolvidos "apenas" em paz e amor
Conscientemente
*
04/10/2009

Palavras

*
Não foge uma palavra
Ou um gesto
Ou um sonho
Devemos transformar tudo em poesia
Afinal, tudo é poesia
Palavras nos deixam tranqüilos
Palavras direcionadas não nos dispersam
Não nos tiram de nossas tarefas
Não nos monopolizam
Ficamos tranqüilos
Ficamos doces
Conversamos
Com afetividade
Relacionamos-nos
Temos carinhos
Somos afetivos
Sentimo-nos felizes bebendo água.
Eis a força das palavras.
*
04/10/2009

Chuva

*
Os pingos da chuva invadem minha janela
Tocam meu rosto
Suavemente...
Suavemente, acariciam-me a pele,
Como mãos delicadas.
Tudo é poesia.
Agradeço pela vida ser capaz de me inspirar.
Agradeço, mais uma vez, a generosidade divina,
Por ter-me entregado, novamente, meu amor pela vida.
Sinto um novo amparo
Como uma chuva fina
Promessa de Vida
Pura e doce
Feliz aprovação
Pura inspiração
Que flui de forma interessantíssima!
Bom de ver
Bom de sentir
Bom de saber
Trégua e paz no coração
*
04/10/2009

O Silêncio

*
Escuto, bem baixinho, o som do silêncio...
O som do silêncio atordoa,
Inquieta, irrita.
Silêncio...
Nem o azul do céu,
Nem o canto dos pássaros,
me consolam...
Silêncio...
E, em silêncio,
caminho amando a vida...
Mas o que tenho, no momento,
É, apenas, o silêncio...
O melhor amigo...
O silêncio, amigo meu,
Não é mais o único que me acompanha!
Felizmente...
Ao meu lado, agora, um amigo mais fiel...
No início, não o identifiquei, tolice minha...
Mas, agora, sei quem me acompanha, talvez, em vão!
São as batidas, desoladas, do meu coração...
Mas bem sei que, nesse ruidoso silêncio, não escutamos as coisas boas.
Desculpo-me a mim mesma.
Agora, depois da preleção, estou bem.
Fiquei tranqüila.
Na verdade amei, o tempo todo, a vida!
Em silêncio...
*
04/10/2009

Porque Amar Dói Tanto?

*
Vou explicar a dor
Para que me entenda:
Parece que tem uma mão forçando entrar no meu peito,
Rasgando a minha carne e, não satisfeita, tenta puxar meu coração pra fora,
Causando uma sensação de aperto e sufocação...
Mas,
Ainda assim
Amo a Vida!
Porque fico pensando...
Porque assim?
Porque sofrer?
Porque a angústia?
Está tudo bem...
Não deixemos que as agruras da vida nos sufoquem.
Oremos
Cuidemos
Amemos
Assim, amar dói menos!
*
04/10/2009

Rotina

*
O sono chega
Pouco mais de meia noite.
Os pássaros começaram a cantar...
Acordei junto com eles
Ainda estou com sono
Mas não me importa.
O dia será longo...
Dormi bem!
Meu sono foi velado por uma energia suave
Foi isso que senti.
O tempo passa
A vida passa
E, a cada segundo desse transformar,
Dessa evolução no cosmo,
Meu amor pela vida cresce,
Rotineiramente...
*
03/10/2009

Bênção

*
Vela
Luz
Pedido:
Bênção na caminhada
Iluminando os caminhos...
Caminho com Poesia e/ou Testemunho de Fé
*
03/10/2009

Modéstia

*
Não há vaidade
Nem luxo
Há comedimento
Há simplicidade
No modo de se apresentar
Mas só para lembrar
Que tenho

Esperança de recomeço numa linda
Noite enluarada e cheia de
Energia de vida e
Irradiando muita luz
Dádiva de Deus, infinito, e mais puro
Amor
*
03/10/2009

Morrer...ou Viver

*
Morro daqui
Fico bem
Não morrer nunca
Seria ilusão?
Dependo do amor para viver
Seja de perto
Seja de longe
Seja agitado
Seja quietinho
Melhor quietinho
Beijos
Pensamentos
Paz espiritual
Isso não é morrer
É viver
O que dar
Tudo
Todos os dias
Uma linda festa
Tudo junto em nós
Felicidade
Fico bem
Está bem
Cuido sim
De todos
E de mim
Fortaleza
Suavidade
Isso não é morrer
Isso é amar
Isso é viver
*
03/10/2009

Luz

*
Se puder, acenda uma vela
Para nós
Hoje.
Vela é luz
Eu acenderei.
Se estiver complicado,
Acenda uma vela.
Amo
Quero
Desejo
Sempre desejei
Para sempre
O amor
A luz
Ponto
*
03/10/2009

Ciúme

*
Ciúme não é coisa boa
Nunca foi
Nunca trouxe coisa boa
Cuidado, sim, é bom
Ciúme de quê?
Ciúme de quem?
Não há a menor condição
Estou tranqüila, como gosto de ficar
De ficar aqui
Eu necessito de estar aqui
Falo baixinho
Não preciso sentir ciúmes
Nunca deixei de estar aqui
Nunca houve ninguém.
*
03/10/2009

Cuido

*
Quero saber se cuidou de tudo
Tudo o de que tenho amor
Me conta se cuidou
Quero saber
Não serei dura
Todos estão felizes
Tendo ou não companhia
Conversas na boa
Humor independente
Tenho o amor em minha alma
Cuido de tudo
*
03/10/2009

Leveza

*
Sensação de leveza em meu ser
Vou orar
Beber água
Dormir em paz
Aqui, parte de nossas vidas
Vivemos com saudades de nossas vidas...
Como pode ser isso?!
Como pode ser tudo isso?!
*
03/10/2009

Acabou o Jogo

*
Acabou o jogo
Devo pensar
Devo beber o quê?
Devo beber a vida
Devo beber o amor
Embriagar-me de vida
Embriagar-me de amor
Estaria eu cuidando do meu amor?
O que estarei eu fazendo com o meu amor?
Meu Deus
Ainda me sinto tocada pelo amor
Ainda sinto acolhidas minhas mãos, meus sonhos
Cuidei deles
Estão aqui
Estão tranqüilos
Acho que cuidei.
E de mim?
Falo baixinho...
Amo.
*
03/10/2009

Para Começar

*
Primeiro
Não existe friamente
Ponto
Segundo
Os olhos estão ardendo.
Ponto
Uma flor pode fazer mal?
Por favor, um amor
Mantenho a tranqüilidade
Acendo uma vela
Amo
*
03/10/2009

Casa

*
Vamos correndo para casa
Adicionarmo-nos à família
Avisamos a todos eles que aceitem o convite
De novo
E quando
Quem chegar fará o mesmo
Sem briga
Ou com briga
Fico calada ouvindo
Bom...
Esperando...
Que o coração esteja mais leve
Depois me fala
Um presente
Uma foto
Compromisso
Abraço forte
Vamos!
Estão todos esperando
Quem não vai comigo?
Quem não vai sair?
Estou amando
Estou cuidando...
*
02/10/2009

Obra

*
Dia maravilhoso
Uma obra
Participamos de tudo
Nossa!
Como estou feliz
Obrigada vida, pelo amor
São mimos de hoje
Amar a vida
Muito mais ainda
Amemos
Cuidemos
Tudo isso, todo dia, uma obra
*
02/10/2009

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Mais Hoje

*
Amar a vida a cada dia.
Mais hoje que ontem.
Ponto.
Ontem passou.
Hoje chegou.
Saudade da vida.
Aumenta.
Necessidade, aumenta.
Compartilhamentos...
Esperas...
Palavra-chave: cuidado.
Cuidar com todo cuidado da vida.
Mais hoje que ontem.
Hoje temos que sorrir, rir, agradecer penhoradamente por tudo estar em paz.
Sentir a vida, com semblante ameno.
Mais hoje que ontem.
Deus nos abençoe neste dia.
E devemos sentir isso,
Mais hoje do que ontem.
Tranqüilidade na caminhada.
Proteção dos anjos.
Mais hoje que ontem.
*

Amor Bombeiro

*
Pode haver?
Pode sim.
Afinal, seu lema:
"Um por todos e todos por um. Em nome de Deus e em defesa do próximo."
Isso é amor.
Amor Bombeiro.
Não deixar um companheiro para trás.
É entrega e confiança para se fazer um trabalho.
De chegar perto.
De estar feliz.
Isso é entrega.
Isso é confiança.
Isso é amor bombeiro.
Isso é se sentir amado.
Está entendida a dimensão da coisa?
Assustador?
Não.
É o mais puro e sincero amor.
Correr?
Para onde?
Só se for para os braços do amor.
Amor Bombeiro.
Amor na Paz.
*

Calma

*
O amor pode não ser calmo sempre.
Mas desde que verdadeiramente sentido,
Faz sentido.
Traz a calma.
A felicidade da caminhada.
Ah, amor...
Não cabe comentário.
É só calma.
Segura coração...
Calma...
*

A Cara da Vida

*
O amor está na cara da vida.
O amor não pode ser retirado.
Imploramos que não.
Fica tudo tranqüilo quando há amor,
Mas pode virar um turbilhão.
Preocupação.
Às vezes nos colocamos no fim da fila, no final do grupo.
Essa é a cara da vida.
O amor não pode falar que vai embora.
Ele não tem outra morada.
Amor, não se retire nunca mais.
Amor, pare de falar que vai embora...
Não me deixe descaracterizado.
Amor é a cara da vida.
No amor, a gente fala baixinho.
Energia perdida é difícil de repor.
Querer ler,
Querer estudar,
Querer aprender,
Querer viver amando...
Isso é Poder.
Isso pode!
E deve
Acontecer!
*

Amor dá Trabalho

*
Amar dá trabalho.
Nos deixa exaustos.
Compromissos diários consomem.
A gente quer ficar bonito...
Precisamos e aceitamos carinho.
Sorvemos lentamente,
Frente à frente,
Olhos nos olhos...
Amor dá trabalho, mas também repõe energias.
*

Amor e Fé

*
Acreditar no amor é acreditar na vida.
Já acreditei e já desacreditei.
Já criei e já matei amores.
Mas eles morrem?
Acredito que não.
Transformam-se...
*