domingo, 27 de dezembro de 2009

A Vida Não Sabe

*
A vida não sabe nada
Do que sinto agora
Ela não sabe nada
Da minha dor agora
A vida não sabe o tanto
Que eu preciso
Do seu amor agora
A vida não sabe o tanto
Que eu preciso
Do seu sorriso agora
A vida não sabe
Nem mesmo
Que eu preciso
Da sua impaciência
Dos seus conflitos
A vida não sabe
Que eu preciso de tudo isso
Mas eu sei que amo a vida
Mas eu sei que quero a vida
Mas eu sei que estou só aqui
A chuva cai
E sinto-me assim...caindo...
Mas a vida não sabe...
*
04/12/2009

Falar

*
Falar é bom
Falar é importante
Falar do medo
Falar da vida
Falar do amor
Falar demonstra intensidade no viver
É bom ver a vida intensa
Sentir seus medos
Seus temores
Seus amores
Falar
Caminhar
Caminhar com passos firmes
E serenos
Vale à pena
Vale à pena vivenciar
Cada detalhe
De um amor infinito
Vale à pena
Cada gota de orvalho
Cada gota de suor
É bom amar
É bom falar
É bom viver
É bom viver a vida
É bom viver em vida
É bom viver pela vida
É bom falar da vida
Com amor
*
04/12/2009

Construindo o Caminho

*
Construindo o caminho
Colocando a mão na massa
Definindo nosso estilo.
Definindo nosso destino
Construindo o caminho
Não ficar atento apenas ao estímulo
O externo, nem sempre nos é certo
Apesar de o presente ser sempre um desafio
Necessário se faz termos planos para o futuro
Construindo o caminho
Avaliando a nossa obra, a nossa construção diária
Permitindo-nos usar de tudo o que a vida nos oferece
E peneirar o que nos apetece
E ver do que realmente carece
Construindo o caminho
*
27/12/2009

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Cultivar

*
O que se quer cultivar
Uma amizade
Uma flor
Um amor
Há que se cuidar
Há que se espreitar seu desenvolvimento
E ficar atento
Dar carinho
Ter sinceridade
Isso é cultivar
Ter Respeito
Oferecer dedicação
Servem de adubo
Fazer nascer
E desenvolver
E até mesmo
Florescer
Fazer render
Multiplicar
Isso é cultivar
*
22/12/2009

sábado, 19 de dezembro de 2009

Ter Confiança

*
Perdoar-se
Por não responder
Por não corresponder
Quanto ao mais lindo
Que se tem
Que se escreve
Precisar que se faça
Que se tenha
A confiança
Fiança conjunta
Devolver-se
A confiança perdida
A confiança em você
A confiança na vida
Nos propósitos bons
Perder-se muito
Perder-se a vida
Perder-se na vida
Perder-se a confiança
Os medos são grandes
Tornar-se inseguro
Medo da caminhada
Devolver a confiança
Pois se assim não for
Será truncada
A caminhada
Ou não será caminhada
Ter paciência
Ter confiança
Se esquecer
Os detalhes
Perde-se a oportunidade
De se saber
Como é bom
Compartilhar
Partilhar vida
Confiar
Valorizar cada passo
Em um compasso
Ritmado
Confiante
Valorizar cada carinho
Do caminho
Cada detalhe
Todos os detalhes
Ter confiança
Até na vontade
Recíproca
Em intensidade
E quantidade
Ter confiança
Na oportunidade
Na vida plena
Que se apresenta
Sem confundir-se
Sem relutar
Ter confiança
De que o amor é possível
De ter felicidade plena
De ser feliz plenamente
Sem vacilar
Sem duvidar
Porque a vida
Caminha por si só
O tempo urge
E podemos nos perder
Precisar confiar
Pra não ver
O amor como impossível
Fundamental
Ter confiança
*
04/12/2009

Fazer Valer

*
Cada detalhe
É lindo
Gosto muito
Fazer valer
Valer à pena
Permanecer na vida
Permanecer pra sempre
Fazer valer à pena
Valer à pena viver
O resto dos dias
Lado a lado
Dos detalhes
Viver os detalhes
Os pequenos
Os grandes
Os nossos
Acreditar
Que vale à pena
Acreditar
No amor
Além da vida
Fazer valer
*
04/12/2009

É Assim

*
É assim que se caminha
Tentativas
Conversas
Esperanças
Decisões
Preocupações
É assim
Abrir-se
Dividir-se
É assim que se caminha
Me importo
Com a vida
Com o dia
Com os problemas
É assim
Meu desejo
Eu desejo
É assim
Que desejo
A caminhada
Compartilhando
Um ajudando o outro
Um reerguendo o outro
Um auxiliando o outro
Posso pouco
Mas posso muito
É assim
*
04/12/2009

Letras Pequenas

*
Letras Pequenas
Dificeis de ler
Dificeis de entender
Mesmo quando
Pequenas as letras
Faça-se entender
Embora haja dificuldade
No entendimento
Na harmonização dos sentimentos
Na compreensão
Da dimensão dos sentimentos
É fundamental cuidarmos
Amarmos intensamente
Beijarmos delicadamente
Letras pequenas
Gestos grandes
Em cada detalhe
*
04/12/2009

Adoro Cores

*
Adoro Cores
Corações
Vidas
Corações coloridos
Vidas coloridas
Alegres vidas
Corações alegres
Adoro cores
Vontade de viver
Vontade de escrever
Escrever uma bela história
Uma história de vida
Escrever colorido
Palavras coloridas
Alegram a vida
Adoro cores
*
04/12/2009

Lapso de Amor

*
Lapso lamentável
Decorrer o tempo
Sem ter amor
Sem dar amor
Descuido
Erro
Engano
Embora involuntário
Sem um meu amor
Por isso escrevo
E reescrevo
Lapso de amor
Um meu amor
Meu amor colorido
Assim
meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor
meu amor meu amor meu amor meu amor meu amor
*
04/12/2009

Crença

*
Sempre será assim
Minha vida
Meu amor
Será sempre
Uma crença
Será infinito
Não duvide nunca
Dessa crença
Da magnitude do amor
Da beleza da vida
Da pureza do amor
Uma crença
Só existe pureza
Em uma vida
De amor
Medo da solidão
No amor
Não por não acreditar
Ser correspondido
Não é isso
Medo
Pelo seu medo
De não crer
Que valha a pena
Sim, eu acredito
Medo
Da solidão
Nessa crença
*
04/12/2009

Feliz Hoje

*
Espero
Ser feliz hoje
Noite maravilhosa
Momento ímpar
Estado presente na vida
Presente da vida
Fico feliz
Por estar feliz hoje
Linda noite
Noite de paz
Abençoada
Literalmente
Coração aquecido
Frio lá fora
Fico feliz
Tranquilamente
Caminhada longa
Não carece correria
Ver a vida é bom
Viver a vida é fato
Fico feliz
*
04/12/2009

Sim Para Tudo

*
Quando dizemos
Sim para tudo
Muitas vezes
O sim pára tudo
Tem-se o retrato
Da felicidade que se sente
Ao ter o que se deseja
Estar em êxtase
Em todo o tempo
Estar feliz
Sentir-se abraçado à vida
Sentir-se colado a ela
Maravilhosamente entrelaçado
Visceralmente
Espiritualmente
Sentir-se cheio de vida
Sentir cheiro de vida
Por todo o corpo
Perfume na alma
A sós conosco
Maravilhosa vida
Sim para a vida
Sim para tudo
E quando assim
O sim pára tudo
*
09/12/2009

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

A Chuva Convida

*
A chuva convida
Mas tem gente que fica nervosa
Mas tem gente que fica calma
Tem gente que tem agonia
Tem gente que tem paciência
Mesmo assim
A chuva convida
Convida a respirar fundo
Convida a termos paz
A chuva convida
Convida a lermos um livro
Convida a lermos o nosso coração
*
09/12/2009

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Cuidado

*
Tudo o que é cuidado
É pensado, refletido
Felicidade que se entenda
E principalmente que se perceba
O cuidado
E que o diga
Pois fazer-se entender
É feito conseguido
Cuidado
Posicionamento
Impulsivo
Instintivo
Na defesa da vida
Felicidade por perceber-se
Sem agradecer
Apenas dizer
Amar a vida
Toda e para sempre
Aprovar tudo
Uma vida em outra vida
Para o resto da vida
Cuidado
Sem possessividade
Amor pela vida
Muito e enorme
Cuidado
*
02/12/2009

Força de Expressão

*
Força
Expressão
Manifestação do pensamento
Dor
Lágrimas
Comoções e sentimentos
Tristes formas de expressão
Apenas e tão somente
Querendo dizer que se quer tudo
O bom e o que vier de ruim
Na alegria ou na tristeza
Entendido e esperado
Sem enfraquecer o outro
Apenas revelar cuidado
Não somente força de expressão
Dizendo tudo o que se percebe
Falando e reforçando
Deleitando e agradecendo
Exteriorizando pensamentos
Personificação
Da força de expressão
*
02/12/2009

Dar de Si

*
Ora aproveitar
Ora equivocar-se
Querer
Dar de si
Sorrisos
Lágrimas
Dores
Desejos
Paz
Querer
Dar de si
Em todo o dispor
Em todo oferecimento
Em todo desprendimento
Necessito
Cada gota
Cada brilho de luz
Dos olhos
Reflexo da alma
Do espírito
Dar de si
Entender-se a dimensão
Do que se tem a oferecer
Em coisas simples
Enorme afeto
Alimento
Em corpo e espírito
Significado importante
Dar de si
*
02/12/2009

Perder-se

*
De fato
Me perco
Confiar
Não duvidar
Policiar-se
Vigiar-se
Para não perder-se
Em egoísmo
Perder-se
No sentimento
Grandioso sentimento
Perder-se no cuidado
Excessivo cuidado
Expressivo cuidado
Perder-se em excessos
Cuidar-se
Para não perder-se
Para não perder-te
Para não perder as conquistas
Lado a lado
Para não perder as conquistas
Em relação à vida
Para não perder-se
*
02/12/2009

Reflexo Triste

*
Reflexo no outro
Dobrar-se em si mesmo
Reflexo de que
Reflexo de quem
Reflexo do próprio espelho
Reflexo triste
Reflexo difícil
Reflexo distante
Refletindo de longe
Refletindo lindamente e longe
Reflexo sofrido
Refletindo na multidão
Reflexo perdido
Reflexo em divagações
Reflexo triste
*
07/12/2009

Um Querer

*
Um querer desenfreado
Um querer desmedido
Um querer demasiado
Um expandir de energia
Fazendo de todos os momentos
Mesmo que poucos e pequenos
Algo extremamente sublime
Mente
Corpo
Espírito
Integrados
Algo tântrico
Iluminados
Muito além do óbvio
Um querer
Abençoado
*
01/12/2009

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Resolver-se

*
Dissolver
Solucionar impasses
Maneira fácil
Forma simples
Paciência
Disposição para ouvir e falar
Ao coração
Exatamente assim
Garantindo
Que a energia flua
Disposição para que dê certo
Quando dois lados querem ficar bem
Não há como não haver entendimento
Energia gigantesca
Canalizada
A nosso favor e benefício
Resolvendo-se
*
01/12/2009

Domar

*
Domar
Admirar
Falar
Segredar
Não é fácil
Ou antes
Muito difícil
Exige-se muito
Uma dose estupenda
De amor
Paciência
Dedicação
Pureza de sentimentos
Água
Água pura
Transparência
Definitivamente
Domar é refrear impulsos ruins
Para sobressair
O que se tem de melhor
*
01/12/2009

Necessidade

*
Necessidade
O que vemos como tal
Deve ser domada
Dominada
Enfim vencida
Mas é muito bom senti-la
Quando delicada
E quase tão delicada
Quanto à vida
Uma flor de pêssego ou maracujá
Que são delicadas e lindas
Doces e especiais
Tanto quanto a vida
E necessitamos delas
E necessitamos da vida
Inevitavelmente
Necessariamente
Conforme a capacidade de conquista
Necessidade na vida
Ver o que os outros não enxergam
Necessidade
De não haver concorrência
*
30/11/2009

Um Bem

*
Sentir um bem
Ficar em paz
Compartilhar
Beneficiar-se
Um dia indefinido
Abafado
Não se sabe se sai sol
Ou se chove
Mas um bem
É o frescor de um novo dia
Bom e lindo dia
Um bem
Merecemos um dia maravilhoso
Merecemos um bem em virtude
Falar-se em um bem
Pensar-se propriedade
Tendência natural
Exercício de um domínio
Um bem
Utilidade
Para se ficar bem
Para estar bem
De modo bom
Conveniente
Um bem
*
02/12/2009

domingo, 6 de dezembro de 2009

Entendimentos

*
Estudarmos para entendermos
Procurarmos uma resposta
Colocarmos tudo grandioso
Em seu digno lugar
Provocarmos entendimentos
Pois o que se há de bonito
Não pode ficar em erro
Entendimentos
Facilitam a caminhada
Fazem-nos aceitar a caminhada
Entendimentos
De que a energia é pura
E nos permitirmos
Permitirmo-nos entender
Atendermos às expectativas
Entendimentos
Antes de tudo
Dizermos tudo
Para nos compreendermos
Para nos fazermos compreender
Lunáticas divagações
Passíveis de serem reais
Pois o futuro não pode ser lunático
Queremos um futuro real
Sentimo-nos dignos
Sentimos a vida digna
Entendimentos
Dos quais não duvidamos
O que queremos para a vida
Ninguém duvida
Vermos sem defeito a vida
E dizermos isso a todo instante
Queremos
E queremos dizer muito
E queremos entendimentos
Em todo momento
Procuramos entender a vida
Por muito querermos a vida
E com mais satisfação
Sabê-la compreendida
*
30/11/2009

Misto de Desejos

*
Entendendo-se
Às vezes assim
Um misto de desejos
O querer é grande
Tudo é maravilhoso
Conversar
Aprender
Ler
Desejo de força
Também há
Confessando
Humildemente
Gostar de se impor
Pedindo perdão
Seguir aprendendo
E compreendo
Entendo o desejo
Compartilhado
Gosto pelo estudo
Procurando respostas
A uma situação toda
A uma energia toda
A um misto de desejos
*
30/11/2009

Há que se Cuidar

*
Pra cuidar
Tem que refletir
A cabeça acompanhar
O que se quer da vida
O que se quer fazer
Há que se atentar
E cuidar
Pois não se pode dar
Mais do que se tem
Tudo o que se pode dar
Até parece pouco
Caminho em prejuízo
Há que se cuidar
E vigiar
Estar atento
E considerar
O realmente importante
E zelar
Pelo bem estar
Isso é cuidar
*
30/11/2009

Queria Tanto

*
Queria tanto
Ouvir a voz da vida
Antes de dormir
Fiquei pensando
Fiquei esperando
Queria tanto
Queria ter falado mais
Queria dizer mais coisas
Fica sempre uma coisa a dizer
É sempre assim
Queria dizer
Sei lá
Que amo a vida
Coisas assim
Queria tanto
Acho que disse pouco
Acho que me expressei pouco e mal
Sabe
Eu queria tanto
E gosto tanto da vida
Que gosto até mesmo
Quando a vida briga comigo
E a carência pra dizer é grande
E também me falta sempre tempo
E volto a dizer
Queria tanto
Gosto tanto
E sinto tanta falta
E há tanta coisa
Que queria dizer e não digo
Mas queria tanto
*
30/11/2009

Desejo Maior

*
Seja lá
Anseio
Cobiça
Ou apetite
Desejo que não se consegue conter
No íntimo, em seu ser
Desejo de caminhar
Desejo de aprender
Não querer outra forma de andar
Que não seja nos passos da vida plena
Não querer outra forma de amar
Que não seja o amor pela vida
Não querer outra vida
Que não seja o lado bom da vida
Desejo maior
A vida
*
30/11/2009

Repetir

*
Pedir
Demonstrar que se quer
Repetir
Pedir de novo
Mostrar que se quer de novo
Dizer ou fazer de novo
Redizer
Dizer que ama
Que ama muito
Passar assim o resto dos dias
Sendo repetitivo
E em sendo repetitivo
Amando
Eu amo
Saboreando
A sabedoria de repetir
As mesmas histórias
Os mesmos assuntos
As mesmas idéias
Repetir
Pedir de novo
*
30/11/2009

Urgência

*
Urgência
Pressa
Brevidade
Aperto no coração
Necessidade imediata
É bom sentir-se necessário
É bom um atendimento urgente
É bom sentir a mesma urgência
Sentimos a força vital, a alma
Conjunta e juntamente nascida
Que de tão intensa e idêntica
Parece a mesma
Parece a alma
Parece a mesma
Parece alma-gêmea
Em que se socorre
Em que tudo se explica
Em que se espera
Até mesmo debaixo de chuva
Em caráter de urgência
*
01/12/2009

Pensamentos

*
Pensamentos
Combinações de Idéias
Dormir pensando na vida
Acordar com a vida
Passar o dia em plena vida
Dormir com um bom boa noite
Levantar com um belo bom dia
É muito bom viver
E viver em vida plena
É melhor ainda
Ainda que sentindo saudades da vida
É bom
Viver a vida
Pensar a vida
Um sonho encantado
*
01/12/2009

sábado, 5 de dezembro de 2009

Culpa ou Escolha

*
Problemas sortidos
Uma coisa boa compensa outra coisa ruim
Culpa
Ato repreensível
Violação de um dever
Escolha
Seleção feita
Com base no discernimento
Altos e baixos
Independentemente da escolha
Culpa é conseqüência
De se ter feito
O que não devia fazer
Ou de não ter feito
O que deveria fazer
Escolha
Vontade própria
Embora a conseqüência
De não se caber
Conforme a escolha
Tudo muito complicado
Sentir-se culpado
Embora a escolha
Espera ansiosa
Que tudo se acabe
Que a vida chegue
Plena e sem culpa
Livre na escolha
Pois quando se escolhe
Agarra-se à causa
Luta-se por ela
Pra que ela dê certo
Pra que tudo funcione
Pra que a vida flua
Na culpa ou na escolha
Independentemente de qual seja
*
29/11/2009

Calor

*
Calor
Forma de energia
Sol quente
Muito calor
Muito suor
Bastante quente mesmo
Mas agarramos a vida
Enrolamo-nos nela
Intensamente
Nem o sol
Nem o calor
Tampouco o suor
Distanciam-me
Do bem
Da vida
Nesse momento
Nesse calor
*
29/11/2009

Céu Carregado

*
Céu carregado
Deve ser conduzido
Realmente carregado
Céu cinza
Com cara de fome
Com cara de sede
Com cara de que vai chover
Céu carregado
Que recebeu carga
Que carrega eletricidade
Mas os pássaros insistem
E cantam
Porque não fazemos o mesmo?
Porque não carregamos o céu?
*
30/11/2009

Vestimenta

*
Vestimenta
Posicionamento
Como se vê a vida
Como se sente a vida
Como se vive a vida
Personalidade
Eloqüência
O simples torna-se sofisticado
No corpo adornado
Ornamentado
O belo torna-se maravilhoso
No corpo ilustrado
Intuitivamente
Vestimentas encantam
Palavras encantam
Tamanho sentimento
Que tudo isso exala
*
02/12/2009

Mesma Língua

*
Pra se entender
Tem que falar a mesma língua
Tem que fazer um esforço
Pra se compreender
E ser compreendido
Conversando
Entendendo-se
Acertando-se
Entendemos o outro
Entendemos a gente mesmo
Não ter medo do outro
Não temer a gente mesmo
Entender-se
Falar a mesma língua
Teses profundas
Reflexões
O que se tem medo e sufoca
O que se deseja e te faz feliz
Falar a mesma língua
Ou equivocar-se
*
23/11/2009

Sabor

*
Uma fruta
Cheiro e sabor
Escolhida e separada
Conforme o cheiro
Conforme o sabor
Conforme o teor
Sentir um pouco
Saborear
O suficiente
Deliciar-se
Cautelosamente
Cuidadosamente
Fartar-se
Sem passar mal
Comedidamente
Atentamente
Maravilhosamente
Vigilantemente
Saborosamente
*
23/11/2009

Chegada

*
Chegar
Chegar-se
Achegar-se
Aconchegar-se
Atrair-se
Festejar a chegada
Matar a saudade
Sem ainda ter lido
A vida que se escreveu
Chegada
Hora importante
Esperando
E esperança
A vida
Que se acendeu
Ainda mais
E tanto mais
E gosto assim
E desse jeito
Falando tudo
E muito
E quero muito
A chegada
Todos os dias
E o fim do dia
Falando de desejos de vida
Beijando a vida
Logo na chegada
*
23/11/2009

Nome

*
Chamar pelo nome
Distinguir-se
Chamar pelo nome agora
Gostoso é falar
Gostoso é saber
Que se sabe exatamente do que se fala
Embora ache que fale demais
Com o dever de conter-se mais
Mas o nome designa o ser
O distingue
E conforme se chama
Denuncia a fama
Que se torna chama
E torna-se um “eu”
De tão íntima
De tanto que te nomeio
De tanto que chamo a vida
Pelo nome
*
23/11/2009

É Bom Ter

*
É bom ter
Nos braços os abraços
Absolutamente
É bom sentir a vida
É bom senti-la minha
Toda minha
É bom ter sentimento bom
Pequeno ou grande
Dá pra fazer cheiro
Saborear
Como manga
Manga rosa, suavidade
Manga espada, força
Suavidade, fortaleza e vigor
É bom ter vontade
Saudade demais
Vontade demais
É bom ter?
Nem sei o que é pior
O desejo ameno e distante
Ou a vontade louca e estonteante?
É bom ter?
O que fazer?
Me diz?
Sinceramente não sei
Mas da saudade
E da vontade grande eu sei
É bom ter
*
23/11/2009

Tudo Bem

*
Dia bom
Bom dia mesmo
Tudo correu bem
Dia maravilhoso
De paz e realizações
Dia de paz e harmonia
Tudo bem
Dias definitivos
Provas constantes
Esforços diários
Tranqüilidade almejada
Organização e estrutura
Tudo bem
Mente pacificada
Iluminada
Abençoada
Tudo bem
*
23/11/2009

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Harmonia e Paz

*
Harmonia
Paz
Tranqüilidade
Brilho da vida
Como uma vela
Brilhando
Iluminando
Como um abraço
Abraço apertado
Muito apertado
Bastante mesmo
Só sentimento
Toda aflição
Se desfaz em pó
Energia forte
Presença de paz
Apaziguadora
De espírito e coração
Aguardando todos os dias
O abraço da chegada
Sem aflição
Com paz no coração
Iluminado
Protegido
Em paz
Em harmonia
*
22/11/2009

Coração

*
Falar de si
Falar do coração
Rir-se
Chorar-se
Curar-se
Ficar tudo bem
Coração em paz
Combinados
Energia da alma
Coração dentro de cada peito
Combinados trocados
Cuidados
Acalentados
Protegidos
Quando aflito
Coração a ser decifrado
Se saudade
Se falta
Desligamento do mundo
Ficar aéreo
Coração desnudo
Sem disfarce
Normal para quem ama
Sofrido
Entendido
Sentido
Compartilhado
*
22/11/2009

Sufoco e Melhora

*
Coração sufocado
Coração apertado
Um querer saber
Saber se está bem
Saber-se bem
E se está tudo bem
Inquietação
Feição carregada
Sentir-se longe da vida
Ansiedade
Urgência
Distância da vida
Olhando a vida
Eu melhoro
Fazendo o possível
Eu melhoro
Harmonizando
Eu melhoro
Carinho, amor, carinho, carinho, carinho
Eu melhoro
*
22/11/2009

domingo, 29 de novembro de 2009

Um Combinado

*
Estar ajustado
Estar acordado
Um combinado
Não ficar sufocado
Não ficar carregado
Um combinado
Não ficar longe
Não ficar ansioso
Tornar melhorado
Um combinado
Fazer o possível
Ficar harmonizado
Fazer um carinho
Viver em amor
Viver de amor
Um combinado
Precisar da vida
Prometer a vida
Prometer à vida
Um combinado
Chorar na vida
Mas rir da vida
Curar a vida
Falar da vida
Falar do coração
Deixar tudo bem
Fica firmado
Um combinado
*
22/11/2009

O Cantar

*
Dia lindo
Bom dia lindo
Pássaros a cantar
Do parque a escutar
Descansa a mente
O seu cantar
Deixa-nos em paz
Deixa-nos bem
O cantar
Parece a nos embalar
Nos braços dos sons
Melodiosos
Cadenciados
Vigando o sono e os sonhos
Magia do cantar
Necessário saber ouvir
Necessário se dispor a ouvir
Para poder sentir
O cantar
Parece que nos cobrindo
Com um manto de paz
Espírito descansando na paz
Na suavidade do cantar
Abençoando a todos
Harmonizando as famílias
Um cantar constante
Música incessante
Dentro de um lar
*
22/11/2009

Distância

*
Estar distante
Fazer-se ouvir
Embora muito de longe
Som distante
Tudo remoto
Embora querendo
Tudo próximo
Tudo contíguo
Nada distante
Distância gera cansaço
Ou cansaço gera distância
Mudança
Dá muito trabalho
Distância
Dá muito trabalho
*
21/11/2009

Por Aqui

*
Passar por aqui
Pra ver como está
Passar por aqui
Só pra falar
Saudade doendo
Saudade da vida
Uma falta de ar
Uma coisa esquisita
Estar ali
Mas estar distante
Sentir na verdade
Que não se está ali
Mas sim aqui
Sentir falta
Se sentir esquisito
Uma falta esquisita
Estar por aqui
Mas pensando na vida
Estar aqui
Sem estar por aqui
*
22/11/2009

Orientação

*
Orientação
Determinação
Oração
Tentativa de entendimento
De toda a energia
Que une e vincula
Um sentimento
Orientação
É receber impulso
É ler mais
Aproveitar o tempo
Receber orientação
É confiar totalmente
Irrestritamente
Incondicionalmente
Poder se comunicar
E ir embora
Caminhar
Ler agora
Receber instrução
Orientação
Com determinação
*
24/11/2009

Nomeado

*
Chamar pelo nome
Tem seu significado
Lindo nome
Vida nomeada
Tudo nomeado
Tem seu significado
Chamar pelo nome
Ser designado
O que foi denominado
Posto como distinto
Diferenciado
O nomeado
Algo notável
Marcado
Ilustre
E ilustrado
Um chamado pelo nome
Desejado
Sabendo-se o significado
Realmente nomeado
*
24/11/2009

Desejo um Dia

*
Desejo um dia lindo
Naturalmente
Desejo um dia delicioso
Abençoado
Desejo um dia assim
E assim o sendo
Será muito bom
Desejo um dia de sentimento
E de expressão
Desejo um dia com tudo isso junto
Não necessariamente nessa ordem
Desejo um dia de dedicação
Afeto extremo
Até devoção
Desejo um dia
Desejo esse dia
Assim o desejo
*
24/11/2009

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Sol e Vento

*
Sol
Reflexo de luz e calor
Invade o local
Aquece meu rosto
Vento
Que entra pela fresta da porta
Assobiando, suaviza o quentume
Dia lindo que o sol ilumina
Provocando, incitando a vida
Céu sem nuvem
Vento suave
Maravilhoso dia
Com sol
Que queima e aquece
Diariamente
Como diária é a necessidade de burilamento
Mas que pode ser suave como o vento
Ou como a música, que sugere alento
*
18/11/2009

Bom Dia

*
Bom Dia
Após dormir bem
Bom Dia
Preparando-se para o trabalho
Bom Dia
Lindo e de paz
Bom Dia
Alimentando-se bem
Bom Dia
Bem proveitoso
Bom Dia
Iluminado, protegido e amparado
Bom Dia
Com beijo de Bom Dia
*
18/11/2009

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Glamour

*
Em situação
Sem nenhum glamour
Desprovida de encanto
Sem exercício de nenhum fascínio
Sem servir-se de nenhum charme
E ainda assim encantar
E ainda assim fascinar
Poderá sentir-se em privilégio
Poderá vangloriar-se
Entender-se em lisonja
Sob a própria adulação
E compreender
Que tudo isso
É o próprio glamour
*
15/11/2009

Chão

*
Aspecto de tranqüilidade
Aspecto de coisa singela
Remete a coisas deliciosas
Plantadas
Nativas
Nascentes
Crescentes
Vivas
Como poucos certamente viram
Poucos observaram
Poucos observam
Poucos se detêm
Sentar-se ao chão
Pensar no chão
Como certamente poucos pensaram um dia
Sentir-se à vontade
Completamente à vontade
Com a vida
Com o chão
Sentar-se lado a lado
Oferecendo lindos sorrisos
Doados
Trocados
Deliciosa companhia a da vida
Como me sinto bem
E à vontade ao seu lado
Deliciosa a sua companhia
Como é bom viver assim
Sorrindo à vida
Ali no chão assentado
*
15/11/2009

O Que é Amar

*
Dormir pensando amor
Acordar pensando amor
E ainda amar
Cabelos emaranhados
Chinelos nos pés
E ainda amar
Companheiros leais
Bons companheiros
Caminhada boa
Disponibilidade
Entrega
Bondade
Maternidade
Religiosidade
Caminho sereno
Espinhos e agitos
E ainda amar
Na certeza de que tudo
Um dia
Tudo favorecerá
Isso é amar
*
15/11/2009

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

A Gente Mesmo

*
Sabemos que dormimos
Não sabemos nem se bem
Mas sabemos
Somos a gente mesmo
Tentando aprontar pra vida
Escolhendo um vestido alegre
Ser a gente mesmo
Como gostamos de ser
Como na verdade devemos ser
A gente mesmo
Qualquer coisa básica
Nada combinando
Tudo aleatório
Não é a gente mesmo
Chega de sofrimento
De ver em tudo coisa ruim
Isso não é a gente mesmo
Hora de levantar a poeira
Sem querer agradar
Hora de ser a gente mesmo
Um jeito extravagante
Quem é que sabe disso
Quem é a gente mesmo
Assim como gostamos
Os outros vão sondando
Não importa se agrada
Pois somos a gente mesmo
O básico deprime
O básico transparece
Nem sermos a gente mesmo
A vida é uma festa
Gosto de ver assim
Demonstrar claramente
Como é a gente mesmo
*
13/11/2009

Calma

*
Dormir
Descansar
Tudo na calma
Água fervendo
Atraso
Querendo dormir mais
Atendendo
Acordando
Com vontade
De ter calma
Atenda-me, calma
Que seja lindo o dia
Com quietude
Com serenidade
Embora sem estagnação
Se for possível
Tudo na calma
*
13/11/2009

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Re-encontro

*
Seja choque, embate ou colisão
Pode fornecer-nos compreensão
Na verdade uma re-união
Oferece-nos percepção
Percebamos o que tiver de ser percebido
Aceitemos o que tenhamos de aceitar
Perdoemos aquilo que tenhamos de perdoar
E, acima de tudo,
Percebamos e compreendamos o verdadeiro motivo
De um re-encontro
De uma re-união
E só assim
Permaneceremos na fé, na transparência e na verdade conosco
Re-unindo-nos à vida
Re-encontrando a paz
*
11/11/2009

Sono

*
Sono
Nos convida a ir com ele
Nada vantajoso debatermo-nos com ele
Se nos chama, é por ser preciso
Tomar um banho e dormir
Precisar descansar
Precisar sonhar
Almejar sabedoria
Buscar entendimento
Alcançar discernimento
Permanecer em paz
Isso tudo um sonho nos traz
Isso tudo um sono nos auxilia a conseguir
Porque um sono nos preserva
Nos faz ver além do óbvio, além das aparências
Uma mente descansada opera maravilhas
Torna-nos mais capazes
Sono é concentração
Hora de mantermo-nos serenos
Unidos no amor, na compreensão, na harmonia, em paz
Compreensão da vida
Compreensão de nós mesmos
Um sono eficaz
Um sono de paz
*
10/11/2009

sábado, 14 de novembro de 2009

Diariamente

*
Dia
Repleto de paz
Desejo constante
Estar bem
Bem estar
Diariamente
Estar à disposição
Valer à pena
Viver
O dia
Um dia
Todo dia
Continuar tentando
Coração aberto
Permanecer assim
Cotidianamente
Diariamente
*
10/11/2009

Recados

*
Recados
Formas de expressão
De vida
De amor
De esperança
De felicidade
De fé
Incansavelmente
Procurando
Amando
Recados
Apaziguam um coração
Generosos
Acolhedores
Recados
Implorando paz
*
09/11/2009

Paralelamente

*
Tempo
Em toda a extensão
A mesma distância
Duas linhas paralelas
Há anos desenhadas
Colocação resistente
No tempo nunca descrente
Realmente seguido
Paralelamente
Constatação interessante
Atenção constante
Cuidado paralelo
Bom viver
Mesmo paralelamente
Paralelo é estar perto
Renovar esperanças
Existir e permanecer
Ter o que agradecer
Estar ao lado sempre
Convite aberto
Ser da vida crente
Mesmo paralelamente
*
09/11/2009

Especificamente

*
Especificamente
Exclusivamente
Direcionamento
Presença constante
Necessariamente
Para não cair
Para não fraquejar
Para se sustentar
Para não voltar a ser
Para poder crescer
Especificamente
E só voltar a ser
O que havia de melhor
Especificamente hoje
Espero feliz
Muito feliz
*
09/11/2009

Nunca Deixar

*
Uma vez falei
E determinei
Que nunca mais
Deixaria a vida
Passar desapercebida
Ponto pacífico
Em minha vida
Nem que queira
Me afastar da vida
Não o faria
Prometi
Nunca deixar
Caminho
Insistentemente
Da maneira que tiver pra caminhar
Em paz
Prometi
Nunca deixar
Princípio básico e simples
Pessoalmente
Vou esperar
Sempre esperar
Faço e farei
O resto da vida
Ponto tranqüilo
Nunca deixar
*
09/11/2009

Afastamento

*
Silêncio
Pensamento
Afastamento
Definitivamente
Decisão acertada
Anos passados
Afastamento
Não mudou sentimento
Adequou os caminhos
Interagir sempre
Sem afastamento
Isso é a vida
Isso é o real
Afastamento
Muitas vezes normal
Nada mais saudável
Que a paz no coração
Bom viver
Com paz no coração
Afastamento
Por não ver solução
Conversas
Melhorias
Fases de sustentação
Efeitos de problemas
Ainda se estenderão
Pensamento
Afastamento
Ajudar-se de alguma forma
Não chegar a conclusão
Afastamento
Solução?
*
09/11/2009

Desejo Singelo

*
Desejo
Um dia lindo, radiante, intenso
Como um sorriso, um olhar
Desejo
Que o amor, a delicadeza, contagiem a todos ao redor
Desejo
Que os anjos caminhem ao lado e nos sustentem sempre
Desejo
Perceber a importância das coisas que nos rodeiam e perceber o sutil
Desejo
Perceber o amor em toda a sua plenitude
Desejo e Peço
Que o coração permaneça puro, manso
E que os anjos permaneçam
À frente mostrando o caminho
E às costas dando o apoio e amparo necessários
Desejo
Permanecer firme até o fim dos tempos
Desejo
Compreensão e paciência necessárias para cumprir a jornada
Desejo e Peço
Acima de tudo
Que a infinita sabedoria seja cumprida
Justamente
Maravilhosamente
*
09/11/2009

Paz

*
Minha paz não é só minha paz
É tranqüilidade pública
Cansaço
Muito cansaço
Sono
Muito sono
Escrevo bastante
Bastante mesmo
Falo bastante
Ouço silêncio
Necessito
Ouvir a paz
Silêncio também é paz
Repouso na paz
Tranqüilidade na alma
Paz
*
09/11/2009

Trabalho

*
Trabalho
Dá trabalho
Trabalho prazeroso
Tomar um café
Começar o dia
Lugares difíceis
Problemas difíceis
Oferecemos soluções
Trabalho
Estamos ligados
Caso queiramos
Caso precisemos
Estamos ligados
Trabalho no bem
Pensamento no bem
Trabalho
Como ontem
Anteontem
E mais
*
09/11/2009

Impossível

*
Impossível?
Incompreensível
Frisar
Caminhar devagar
Aquietar o coração
Impossível?
Creio que não
Entendimento
Comportamento
Impossível?
Possível a paz
A paz no coração
A amizade
O companheirismo
Impossível?
Ficar perto
Conversar
Envolver-se
Impossível?
Realizável!
*
09/11/2009

Filhos

*
Conversar
Discutir
É ruim
Sentimentos aflorados
Num instante
Dúvidas
Estardalhaços
Posicionamentos
Concordâncias
Importância psicológica
Convivência
Intimamente falando
Companheirismo
Relacionamento
A dureza da vida
Nos ensina a lidar
Não é fácil
O mais importante
O mais íntegro
Permanecerá
De maneira plena
Em companhia
Com compreensão
Toda luta
Todo sacrifício
Não pode ser em vão
Precisamos do amor
E da compreensão
Por termos em nossos filhos
As nossas vidas
*
09/11/2009

Conquista

*
Um gesto importante
E todo ele direcionado
Conquista
Uma flor dentro de squeeze só pra não morrer
Conquista
Uma tatoo em grande estilo
Conquista
Um chocolate
Conquista
Um slide musicado
Conquista
De Paris, com amor
Conquista
Ajudar a quem não vê
E ainda agradecer a oportunidade
Conquista
Todo dia um sorriso
Conquista
Caminhar junto
Mesmo sem acreditar
Conquista
Hidratar-se todos os dias
Conquista
Uma oração todo dia
Conquista
Um Bom Dia! bem dado
Conquista
Um Boa Tarde! encantado
Conquista
Um Boa Noite! iluminado
Conquista
Um alimento energizado
Conquista
Um carregar o peso diário
Literalmente ou não
Conquista
Um comentário de um desenho animado
Conquista
Um afoitamento exacerbado
Conquista
Um atendimento ao desejo
Sem nem mesmo saber ao certo qual
Conquista
Guiar a destino determinado
Conquista
Gostar de crianças
Conquista
Uma massagem ao ego
Conquista
Gostar de cuidar
Conquista
Todo cuidado
Conquista
*
14/11/2009

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Estar Bem

*
Ficar bem
Estar bem
Cuidar muito
Pensar muito
É estar bem
Apesar de tudo
Da vontade do bem
Do desejo de vida
E de dormir também
Não se incomodar
Não se envergonhar
E estar bem
Por livremente expressar-se
Naturalmente
Espontaneamente
É estar bem
*
07/11/2009

Acalmar-se

*
Olhar
Olhar
Parar
Acalmar-se
Fatigar-se
Sem enfado
Completamente
Sempre assim
De verdade
Falar baixinho
Acalmar-se
Parar de falar
Que vai parar de falar
Gostar de falar
Sem importunar
É bom falar
E poder falar
Sem enfadar
E acalmar-se
*
07/11/2009

Provocação

*
Provocação
Desafio
Ou tentação
Demorar pra dormir
É só cuidado
É só pensar
Estar bem
E não provocar
Provocação
É saudade
É vontade
É desejo
Provocação
Insulto
Desejo de tudo que se provoca
E de dormir
*
07/11/2009

Ansiedade

*
Ansiedade
Atitude emotiva
Um querer saber
Veementemente
O que se está pensando
Um gostar de tudo
Uma sofreguidão
Um gostar toda hora
Um chamar toda hora
Uma aflição
Em todo pensamento
Um todo gosto
Uma impaciência
Ligeiro ataque
Uma ansiedade
Alternativas de Medo
E de esperança
*
07/11/2009

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Como Tratar o Amor?

*
Como tratar o amor?
Devemos nos lembrar
Devemos ficar atentos
Devemos nos atentar ao amor
Sem sentir falta
Como tratar o amor?
Com combinados
Com tratados
Com resoluções
Com lembranças
Como tratar o amor?
De forma incomum
De forma única
Como único é o amor
Como tratar o amor?
Como coisa nossa
Aceitação de idéias
Dizer tudo de antemão
Como nunca há amor assim
Pode ser literal
Pode ser até egoísta
Amor também é assim
Literalmente
Egoisticamente
Gostar de ser do outro
Como tratar o amor?
Sendo um do outro
Sendo tudo nosso
Estar aberto a sugestões
Ser diferente
Entender-se e concordar-se
Pensar junto
Resolver pra ontem
O mais rápido possível
O nosso modo de nos tratar
Somos diferentes
O amor é
*
06/11/2009

sábado, 7 de novembro de 2009

Dedique-se

*
Converse
Tenha paz
Fique feliz
Por dedicar-se
Seja doce
Como um sorriso
Reserve alguns momentos
Para dedicar-se
Olhe à sua volta
Preste a atenção
Ofereça um sorriso
Divirta-se dedicando-se
Não abra mão
Desses momentos
Todos precisam
É o que sinto
Dedique-se
*
02/11/2009

Ser Útil

*
Ser útil
Sensação de bondade
Extrema felicidade
Em exercício.
Mesmo havendo
Grandes limitações
Ser útil
É exercer
A saber
Dever moral
Dever espiritual.
Lamento
Profundamente
Quem não vê
A importância
De ser útil
Do cuidado
Que deve ter.
Mas acredito
Que ainda haja tempo
De ter a consciência
Da responsabilidade incondicional.
Posso quase nada
Mas faço o que posso
E farei.
*
02/11/2009

Inteira

*
Estar inteira
Sem restrições
Ser inteira
Em transparência
É assim que sou
Único caminho
Sem obrigação
Pura exposição
Mero desprendimento
Manifestação de amor
Transbordando vida
Por si só
Na hora certa
No lugar certo
Na nossa vida
Inteiramente
*
02/11/2009

Segredo

*
Informação importante
Guardada
Para desvendar
Sutileza
Delícia na descoberta
Sem decepcionar
Nada sobrenatural
Antes de tudo
Deveria ser natural
Necessita paciência
Precede encantamento
Tomar-se por completo
Desvendar o segredo
Torna-se fácil
Flui por causa do amor
Flui por causa da vida
Flui pela compreensão
Embora segredo de fácil deslinde
Necessário entendimento e estudo
Pois mesmo sendo simples
Ou justamente por ser simples
Poucos compreendem
Que o segredo de tudo
É o envolvimento.
*
02/11/2009

Merecimento

*
Merecer é tornar-se digno
Requisito calma
Calma pra ser merecedor
Calma pra tornar-se digno
Querer muito
Não é merecer
Pra funcionar
Tem que ter cautela
Cautela máxima
Amor máximo
Vida plena
Pra ter merecimento
Pra merecer o que se acha o máximo
E então conseguir
Fazer valer
O que se acredita
Há que ser criterioso e vigilante
Pra ser merecedor
*
01/11/2009

Mundo

*
Dar
Receber
Perdoar
Maravilhas do mundo
Paciência
Costumes do mundo
Percepções do mundo
Carências do mundo
Necessidades do mundo
Prazeres do mundo
Prazer imenso
Pra fazer muita coisa
Pra fazer nada
Sempre delicioso mundo
Concluindo
Não existe nada
Só existe tudo
Um nada relativo
Um relativo gostoso
Um nada tão grande
Tão tudo
Um mundo
*
02/11/2009

Entrega

*
Entrega inteira
Manifesta
Compreender o óbvio
Pode ser difícil
Entrega
Comprometimento
Não há prepotência
Há compreensão no amor
Só isso tudo
Entrega
Compreender o óbvio
Pode ser difícil
Mas se fosse óbvio
A maioria compreenderia
Eu sou a maioria na vida
Porque sou única
Em todas as vidas
Entrega
Convencimento alimentado
E isso faz bem
E isso é entrega
*
02/11/2009

Intensidade!

*
Intensidade na vida
Grau elevado de amor
Eletricidade contida
Magnetizada em uma noite de amor
Intensidade!
Magnetismo
Propriedade de atrair
Atração
Encanto
Sedução
Intensidade!
*
01/11/2009

Ser Melhor

*
Saber-me querida
Amada pela vida
Isso tudo me faz melhor
Um ser humano melhor...
Não pense o que fazer
Não pense o que falar
Sinta só
Apenas sinta
Para ser melhor...
Não penso em coisas drásticas
Mas necessário se faz atitudes
Caminho para ser melhor...
Pensamentos
Ponderações
Reflexões
Para ser melhor...
*
26/10/2009

Surpresa

*
Sobressalto
Imprevisto
Fato incalculado
E quando ocorrido
Pego desprevenido
Mas ainda assim
Mesmo desarmado
Fico feliz
Sentimento surpresa
A vida não me abandonou
O amor não me abandonou
Conclusão surpresa
Generosidade divina
Triunfal em minha vida
Mas ainda é surpresa
A tormenta veio junto
Obviamente
*
26/10/2009

Ser Seu

*
Ser seu
Ter tranqüilidade
Dormir em paz
Pensamento no outro
Ser seu
E ter liberdade
Ser seu
E ter independência
Em nada pesar
Precisar do outro
Estar por perto
Ser seu
Sem intromissão
Sem distanciamento
Pensar bem
Aprender a respeitar
Ser seu
*
26/10/2009

Vontades

*
Vontade é potência da alma
Ciúme é inquietação mental
Um é dom natural
O outro é vigilância ansiosa
Procurar compreender a vida
Processar acontecimentos
Centrar na realidade
Realidade realista
Não realidade imaginária
Que se faz verdade
Perante nossa mente
Não diante de nossos olhos
Avalanche de sentimentos
Avalanche de vontades
Invasão súbita
*
26/10/2009

terça-feira, 3 de novembro de 2009

A Música da Vida

*
Mensagem
Acreditar na vida
Força pra nós
De vida vivida
Esperança no amanhã
Como uma música
A favorita
Quem dera
Pudesse ouvi-la
Deixá-la entrar
Dentro de você
Acompanhar a letra
Sentir
A música da vida
Coisa natural
É musica
É vida
*
26/10/2009

Provocação

*
Desafio
Insulto
Tentação
Esforço para se afastar
Para parar...
Não se deve provocar o amor
Não se deve fazer o amor ter medo
O amor...
Por ser puro, transparente, leal, doce
É mais sensível
Mais delicado
O amor
Requer cuidados
E especiais
O amor se afaga delicadamente
Quando é recíproco
Não aceita despedida
Porque não se separa
Um coração em dois
Repercussões traumáticas
O amor
Exige cuidado
Como cuidamos
De uma delicada flor
E descobrir enfim
Que não era provocação
Que não se furtou ao cuidado
Que estava perto
Que só se esbravejava a falta de solução
E foi tomada
Como provocação
*
26/10/2009

Uno

*
Compreensão
Como não?
Se somos um?
Apenas um
Tão somente um
Felizmente uno
Quando ouço...
Música espanhola
Sinto-me uno
Individido
Em dança
Quando toca...
Gosto da música
E saberá quem chega
Uno
Indiviso
Unicamente
Espanhola
*
26/10/2009

Sofrimento

*
Pode ser padecimento
Pode ser amargura
Pode ser paciência
Pode ser tolerância
Sempre um desastre
Não quero amar
Pois certamente
Sofreria
Muito mais que sofro
Felicidade
É ser compreendida
Mesmo em sofrimento
Sofrer muito mais
Não suportaria
Me sufocaria
E sentiria
Diminuído o meu amor
Sofredor
Incompreendido
O meu amor
Porque é amor
Porque é muito mais
Porque é vida
Porque é luz
Necessidade
Muitíssimo grande
Querendo aplacar
Sofrimento tolerante
*
26/10/2009

O Corpo

*
O corpo é pouco
Para o amor que tenho
Muito pouco
Para muito amor
O corpo abriga
A imensidão
Esse sentimento
Dentro do peito
Calado
Preso
Contido
Reprimido
Sufocado
Muito a dizer
Tanto a comungar...
*
26/10/2009

Registros

*
Poemas...
Sono
Que tira o sono
Registros...
Lindos
Poemas de vida
Unidos somos muito mais
Sempre mais
Idéias felizes
Registros de vida
Registros de intensidade
Parece que vivemos mais
*
26/10/2009

Escrevi

*
Lindo o que escrevi
Lindo o que senti
E sinto
Lindo o meu querer
Lindo o meu amor
Lindo o meu espírito em festa
Feliz por escrever
Feliz por amar
Feliz por dormir
Feliz por descansar
Precisávamos descansar
Precisamos nos descansar
Precisamo-nos
Pronto
Escrevi
*
26/10/2009

Recomeço

*
Bom dia vida...
Bom amanhecer
Bom começar tudo de novo...
Sonhei com a vida esta noite
Sonhei que vivia intensamente
Sonhei a vida como um beijo
Sonhei a vida um recomeço
Sonhei a vida uma esperança
Recomeço de vida em minha vida
Que tomou conta todinha da minha
Um dia de paz, de amor...
Um recomeço de vida
*
26/10/2009

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Noite e Dia

*
Noite
Maravilhosa e tranqüila
Assim esperava
Ouso dizer
Há tempo
Não dormia tão bem
Dormir direto
Sem intervalo
Noite de paz
Para amanhecer
Um novo dia
Concentração
Dia importante
Competição
Desafio
Adrenalina requisitada
Atleta nervoso
Necessária concentração
Acontecimentos
Manifestações
Nervosismo
Serenidade
Sem muitos dengos
Competição
Não é fácil
Boa sorte
*
24/10/2009

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Rotineiramente

*
Viver um dia
Um de cada vez
Para se ter paz
Falar a mesma coisa
A mesma língua
Rotineiramente
Sugestões
Concordâncias
Sem mudar rotina
Saber da dificuldade
Saber da saudade
Dificuldade supera-se
Saudade mata-se
Rotineiramente
*
22/10/2009

Chuva

*
A chuva
Intensa
Bonita
Mas não prática
Dia lindo
Ter um lindo dia
Mesmo com chuva
Avaliações de vida
Chove e troveja
Questionamentos
Ser diferenciado
Não ter tempo ruim
Mesmo com chuva
*
22/10/2009

Sono

*
O sono
Começa a me provocar
Começa a me convidar
Para ir com ele
Espero suavemente
Tão suave
Como um sussurro
De uma voz ao ouvido
Dizendo
Te amo te amo te amo
Sono de paz
Como merecem os anjos
*
22/10/2009

Mudanças

*
Momento certo
Para mudanças
Qual seria
O momento certo?
Salientar deveres
Analisar oportunidades
Sentir frio
Não conseguir sair
Frio, chuva, sono
Impedimentos
Apesar da água esquentando
Fogo no fogão
Fogo em mim
Chama fora e dentro
Dia lindo
Repleto de harmonia
Apesar das mudanças
Sempre adiadas
*
22/10/2009

Caminhada Boa

*
Caminhada boa...
Amor bom
Suave e intenso
Ao mesmo tempo
Conhecimento
Firmeza
Em paciência
Em sabedoria
Felicidade
Caminhada boa...
Caminhada solitária
Difícil e perigosa
Pedras, espinhos, morros
Mas trago agora
Tranqüilidade e discernimento
Que outrora não conhecia
E hoje conheço
Intimamente
Meus desejos, sonhos, aspirações
E felizmente
Tenho
Projetos de vida
Por isso a paz
Caminhada boa...
Notas boas
Tranqüilidade comigo
Como quase sempre
O resto
Contorno, administro, supero
É assim
Caminhada boa...
*
21/10/2009

Preciso

*
Hoje quero falar
Preciso
Bom querer falar espontaneamente
Esperar pela fala...
Preciso ouvir
Com intensidade
Preciso
Apreciar encontros
Risos
Brincadeiras
Lágrimas
Abraços
Sentimentos à flor da pele
Preciso
Tranqüilidade
Firmeza
Paciência
União
Cuidado
Paz
Harmonia nas famílias
Caminhada intensa e linda
Preciso
*
21/10/2009

Comunicação

*
Ficar ligado
Atento
Como sempre
Comunicação
Necessidade
Caso queira
Deixar-me ouvir sua voz
Uma alegria
Uma surpresa
Nesse dia
Nessa hora...
O céu começa a clarear
Está bonito
Mas há nuvens
E elas teimam em não me deixar ver o céu...
Mas continuo olhando
E acabo vendo
Entre uma nuvem cinza e outra
Um pedacinho de céu azul
É a vida
Comunicação importante
O sol já vem com todo o brilho
Vale à pena ter paciência
*
21/10/2009

Amanhece

*
Nesse momento
Amanhece...
O céu
Mistura de azul, amarelo, cinza
Luzes
Piscam ao longe
Parecem luzes de Natal
Amanhece...
Café coado
Tomo o primeiro gole
Quero ver se está bom
E está forte
Mas às vezes é necessário
Amanhece...
Fiquemos bem
Fiquemos fortes
Amanhece...
Dia novo
Nova empreitada
Caminhemos de forma serena
Caminhemos de forma abençoada
Que seja uma caminhada de amor
Amanhece...
*
21/10/2009

Dormir Pouco

*
Por que assim?
Dormir pouco?
Dor?
O que não me faz bem?
Acordei...
Vi ao longe a Igreja iluminada
Qual árvore de Natal
Pássaros cantam
Mas ainda é noite
Sentimento de uma saudade...
Seria a dor
De dormir pouco?
Não importa
Comecemos o dia como bravos
*
21/10/2009

sábado, 24 de outubro de 2009

Formalidades

*
Formalidades
Contrário de intimidades
Formalidades
Quando descabidas
Já sabemos
Há algo acontecendo
Conhecimentos
Intimidades
Sem formalidades
Fácil assim
Mais suave a vida assim
Menos formalidades
Mais intimidades
*
15/10/2009

Céu

*
Lindo dia
Céu
Manto azul
As nuvens passam
Rápido
Devagar
O que é importante?
O importante é não parar
O importante é ver o céu
E caminhar
E confiar
*
15/10/2009

Coração

*
Desendurecer um coração é duro?
Talvez o seja
Admito
Mas se há mãos delicadas
Puras no amor
Com toques suaves
Sinceros
Certamente este coração se abrirá
Se permitirá
É por isso que permaneço
Insistentemente
Pacientemente
Incansavelmente
Perto
De coração
*
14/10/2009

Nunca Pensei

*
Nunca pensei
Que voltaria à vida
Nunca pensei
Apesar de sentir
Amor à vida
Mundo sem amor
Vida sem sentido
Sentido de trabalhar
Apenas para gastar
Energia
Onde colocar
Tanta coisa
Nunca pensei
Em voltar à vida
Sufocação
Sentimentos dúbios
Coração endurecido
Nunca pensei...
*
06/10/2009

Tomada de Consciência

*
Compreendo tudo
Item por item
Aguardo o amanhã
Tomo consciência
Uma embarcação
Em movimento
Distanciamento
Tudo vem à tona
Como se nada tivesse acontecido
Dez anos
Nada para a vida
Tudo para o amadurecimento
Tomada de consciência
*
06/10/2009

O Que me Toca

*
O que me toca
É ouvir
O que me toca
É saber
É ouvir dizer
Que a nascente
Filha do ventre
Se parece comigo
Amor
Delicadeza
Gentileza
Isso me toca
Algo espiritual
Talvez seja assim...
Por ter desejado tanto
Mas tanto
Que enquanto
Esperava sua hora
Tenha me absorvido as manias
Talvez seja isso
Tudo somatizado
Às experiências
Eterno aprendizado
Desabafo...
O que me toca
Melhorar-me
Fortalecer-me
Integridade
Entender melhor a vida...
Pois então é isso
O que me toca
*
06/10/2009

Incomoda

*
É doloroso
Não aconchegar-se
Incomoda
Não poder tocar
É doloroso
Incomoda
Não poder questionar
É doloroso
Mas é só uma fala
Falar da dor
Distanciamento
Incomoda
Descanso
Sem visão
Incomoda
Não questiono
Não esperneio
Não maldigo os deuses
Claro que não!
Apenas falo da dor
Pois incomoda
*
06/10/2009

Acontecimentos

*
Alguns incomodam
Outros nos tocam profundamente
Coração desgovernado
Sair debaixo de chuva
Aproveitar para pensar
Refletir
Sentir-se abafado
Nó na garganta
Acontecimentos
Pensamentos
Oportunidade de pensar
Oportunidade de refletir
Melhorar o sentir
*
06/10/2009

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Caminho

*
Eu caminho
Com serenidade
Com transparência
Com responsabilidade
Acreditando
No caminho
Perene
*
23/10/2009

O Suficiente

*
O tempo passou
O suficiente
O entendimento
A dimensão
A importância
Re-encontro
Re-união
Com a vida
Tudo maior
Resgate
Salvamento
O necessário
O suficiente
*
23/10/2009

Perfume

*
Nas mãos
Perfumes
Misturam-se
Inebriam-me
Felicidade
Crença
Sensação de leveza
Chão de espuma
Escutar uma voz
Dizer coisas
O quanto se quer
O quanto se ama
Obrigada amor
Obrigada vida
Pelo perfume
*
23/10/2009

Tempo

*
Passou
Foi-se
Esvaiu-se
O que eu fui
O que você sempre foi
Diante da eternidade
Foi ontem
Não existe tempo
O que acontece hoje
Parece-me ontem
Antes de dormir
*
23/10/2009

Ontem

*
Tudo o mesmo
De ontem
Cheiro
Gosto
De ontem
Mãos
Nervosas
Tanto
Quanto ontem
Calor
O mesmo de ontem
Amor
O mesmo
Exatamente
O mesmo amor
De ontem
*
23/10/2009

Eu Primeiro

*
Bom chegar
Eu primeiro
Suporte
Sem resistência
Mas corro
Mas falo
Bom assim
Eu primeiro
Sem egoísmo
Só suporte
Necessário
Bom
Muito bom
*
23/10/2009

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Dormi

*
Dormi repleta de poesia
Dormi repleta de vida
Agradeço à vida
Permaneci junto a ela
Amando a vida
Dormi
Bom Dia
*
15/10/2009

domingo, 18 de outubro de 2009

Enciumar-se

*
Dizer hoje
Que teve ciúmes
Mas dizer baixinho
Da roupa
Do vestido
Dos ombros à mostra
Dos pés
Sensualidade
Provocação
Ciúme que gosta de ver
Ou ciúme que não gosta
Ciúme que deseja ver
Deseja sentir todos os dias
Deseja enciumar-se todos os dias
O resto dos seus dias
E das suas vidas
*
13/10/2009

Companhia

*
Concentração
Firmeza
Ficar sozinha
Deliciar-se com a companhia
Preencher-se de vida
Ser a vida
Minha...
*
13/10/2009

Vida

*
Vida
Verdade
Esbaldar-se em sentimento
Maravilhosamente
Preencher-se de vida
Dispensar momentos
Agradecidamente
A vida é bela
A vida é simples
Como o amor deve ser
Como eu e você
*
13/10/2009

Redação

*
Uma redação
Pode ser verdadeira
Muito argumento
De uma vida inteira
Gostar muito
Ter orgulho dela
Prazer em compartilhar
Prazer em redigir
Coisas simples
Isso é vida
A vida é simples
E assim é bela
*
13/10/2009

Escrever

*
Escrever
Relatar um fato
Fazer relato
Descrever a vida
Amar escrever
Escrever a vida
Brilhantemente
Sensivelmente
Felicidade materializar
Tornar palpável
O amor à vida
Deixa de ser abstrato
Passa a ser concreto
Deixo de apenas senti-lo
Para também tocá-lo
*
13/10/2009

Ser Feliz

*
Sorrir
Ser feliz
Dizer que ama
Ter um dia lindo
Rir
Confidenciar
Amar
Alimentar a alma
Refrescar com água
Coisas simples
Tão prazerosas
Agradecer à vida pela existência
Maravilhoso presente
Fácil assim
Ser feliz
*
13/10/2009

Bom Dia

*
Muito bom
Acordar com “Bom Dia”
Bom dia à vida
Sem sofrimento
É muito bom isso
Não se tem noção
E corresponder
Ao lindo bom dia
Que se tem oferecido
Com muito gosto
Melhora-se só de ouvir
Parece que entendo
Pronto
Garantido
O bem estar
Tudo fica bom
Tudo se colore
Tudo fica lindo
Tudo fica Bom Dia
A vida fica maravilhosa
Agradeço pelo Bom Dia!
*
13/10/2009

Rumo ao Cume

*
Para a subida
É necessário
Alimento do corpo
Alimento da alma
Força necessária
Devemos galgar
Até o cume da montanha
E de lá de cima
Alimentados
Unidos à vida
De mãos dadas com o amor
Apreciaremos tudo
Intocáveis
*
13/10/2009

Anjo

*
Dormi como um anjo
Acordei bem
Disposta
Feliz
Vejo a vida
Com olhos de anjo
Sorriso de anjo
Se, porventura, estiver tensa
Testa franzida
Não se preocupe
Deixe comigo
Eu te sustento
Te faço sorrir
Mas sei que está bem
Também é anjo
A vida é maravilhosa
Ela nos mantém íntegros
Sorvendo goles de vida
Assim são os anjos
*
13/10/2009

sábado, 17 de outubro de 2009

Bom Saber

*
Bom saber das coisas
Bom saber-se bem
Bom compartilhar
Vidas
Amores
Até mesmo saudades
Bom saber
Saudáveis
Saudades compartilhadas
Temperos
*
12/10/2009

Atração

*
Quem ama
Fica atraente
Naturalmente
Sem esforço
Verdadeiramente
Claramente
Nota-se mais
Percebe-se mais
Valores
Gestos
Brilhos
Que achava não existissem mais
No entanto
Cá estamos nós
Atraídos pela vida
E esperamos
Atraentes para ela
*
12/10/2009

Vontades

*
De ouvir uma voz amiga
Se pudesse, ouviria
De sentir um cheiro bom
Se pudesse, sentiria
De abraçar forte
Se pudesse, esmagaria
Isso são saudades
Isso são vontades
De sentir amada
De sentir a vida
Vontades
De suaves abraços
De ser suspendida nos braços
Vontades
*
12/10/2009

Inquietações

*
Amigos
Convites
Farras
Coisas de sempre
Inquietações...
Recusas
Alegações incertas
Sem explicações
Inquietações...
Mas...
Coração cuidado
Felicidade
Nova vida
Novo ser
Novas perspectivas
Novos horizontes
Novos planos
Novos desejos...
E, se me for permitido,
Um grande amor...
*
12/10/2009

Competição

*
A vida
Competição
Competição duríssima
A mais competitiva de todas
Tempo bom em provas
Longe do ideal
Dedicação extrema
Técnica
Estratégia de vida
Amar o que se faz
Amar o treino
Amar o glamour que tudo isso implica
Continuar...
Dor prazerosa
Competição
*
12/10/2009

Perguntas

*
Muitas perguntas
Desejo respostas a todas
Boa noite com saudades
Saudades de respostas
Muitas perguntas
Respostas de vida
O que se acha
O que se pensa
Falei demais
Pensei demais
Perguntas...
Viagem
Falei demais da vida
Falei demais do amor
Falei demais de sonhos
Permanência do amor
Perguntas...
*
12/10/2009

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Venci

*
Agradeço à vida
Venci
Agradeço ao amor
Venci
Encontrei na vida e no amor
Lágrimas
Mas um suave perfume de reconhecimento
Venci
Mantenho-me inteira
Confiante na caminhada
Venci
Tropeços, sim
Medos, idem
Mas prevaleceu o sentimento mais puro
Mais doce
Mais nobre
O amor
Orei sim
Vigiei sim
Cuidei muito
Aprendi bastante
Amei o tempo todo
Venci
*
12/10/2009

Poemas

*
Leio
Adoro
Fico feliz
Inspiro
Expiro
O amor
A vida
A luz
Poemas
*
11/10/2009

Balanço

*
Balanço do amor
Balanço da vida
Lembra gente
Lembra vida
Mar
Vento
Noite
Brisa do mar
É difícil lidar com faltas
É difícil equilibrar
Mas é bom
Balançar
E equilibrar
*
11/10/2009

Fico Feliz

*
Feliz por cuidar
Dos meus amores
Dos meus interesses
Fico em vigília
Fico Feliz
Não é fácil vencer desejos negativos
Confesso
Fico Feliz
Todos farreando
Eu vigiando
Fico Feliz
Por cautela
Me recolhi
Para não permitir
Que a tentação me ganhe
Fico feliz
Parece que venci
Mas fico temerosa
Da certeza ir embora
Pensar que poderia perder
E agora?
Mas venci
Fico feliz
*
11/10/2009

Encontros e Desencontros

*
Encontros
Desencontros
Fatos normais
É vida
Sem se chatear
A cada acordar
Um novo dia
Um lindo dia
A cada dia
Durezas
Sentimentos exacerbados
Falar o que sente
Entendimentos
Respeito
Expectativa de vida
Encontros
Sem conto de fadas
Lamentavelmente
Insistentemente
Por não entender
Absolutamente nada
Desencontros
Continuo em vigília
O que me resta
Consola
Sigo fielmente
Recuso desencontros
Almejo encontros
*
10/10/2009

De Novo

*
Escrevo
De novo
Porque deu vontade
Porque me apraz
Escrevo
De novo
Porque fico mais perto da vida
Fico mais perto do amor
Fico mais perto de mim
Correspondências
Expectativas
Estou aqui
Porque me apraz
De novo
*
10/10/2009

Aprendizagem

*
Chatear-se jamais
Aprender sempre
Aprender a lidar
Cada dia mais
Estudo minucioso
E se conter mais
Reciprocidade
Querer-se mais
Não ir embora
Ou querer que se vá
O propósito não é esse
Jamais será
Não brinco de amor
Não brinco de vida
É amor e ponto
Estou em paz
Aprendo em paz
Certeza de vida
Certeza de amor
A todo o momento
Perto da vida
Perto do amor
Aprendizagem
*
10/10/2009

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Avalanche

*
O que seria isso?
Avalanche de sentimentos...
Conversas
Mente aberta
Coração aberto
Novo velho direcionamento
Pensamento
Reencontro consigo mesmo
Nada e tudo se passou
Avalanche...
Liberdade de sentir
Conseguir se abrir
“Desendurecer” um coração é duro...
Avalanche...
*
08/10/2009

Frente a Frente

*
Tão lindo assim comigo
Agradeço pela vida assim
Frente a frente
Insistente
Intermitente
Coração em paz
Mãos dadivosas
Socorro de nós
Necessitados que somos
Infinita bondade
Misericórdia
Frente a frente
Amor enorme
Sem sofrimento
Com bondade
Fidelidade
O que é melhor para mim
O que é melhor para você
O que é melhor para nós
Necessidade de todos
Frente e frente
Abra seu coração.
*
08/10/2009

Imploro

*
Venho aqui
Diante de ti
Implorar:
Tranqüilidade
Paciência
Paz...
Que eu me faça entender
Que eu saiba entender
Imploro...
Extirpa de nossas almas
A dúvida
O medo
O ressentimento
Imploro...
Envia até nossos lares
Anjos de paz
Apazigúe
Um coração de amor
Para entender o significado exato desse sentimento
Dai-nos
A oportunidade de crescimento
A oportunidade de união...
Não pedi para amar
Não pedi sentimento
Mas agora imploro
Cuide do amor
Cuide da vida
Cuide dessa glória.
*
08/10/2009

Tranquilidade e Saudade

*
Mar
Piscina
Sauna
Saudade
Enorme vazio no peito
Saudade enorme
Amor idem
Orações várias
Viagem...
Tranqüilidade?!
Saudade!
Pensar na vida
A noite toda
Pensar no amor
Em um lugar tranqüilo.
*
09/10/2009

Mães

*
Tranqüilas
Felizes
Cúmplices
Amantíssimas...
Mães são assim
Compreendem por muito viverem
Por muito vivenciarem
Por muito cuidarem
Por muito amarem
*
09/10/2009

Tattoo

*
Tattoo
Um nome
Dois nomes
É mais amor
É perfume
É flor
É gravar
Atestar
O amor que há
*
09/10/2009

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Caminhada

*
Caminhada...
Depende de treino
A caminhada é longa
Até espero que seja
Quanto mais
Vigiarmos
Orarmos
Cuidarmos
Amarmos
Mais longa ela poderá ser...
O que se espera?
Caminhar...
*
07/10/2009

Complicado

*
É muito bom amar
Mas é muito complicado
Por quê é bom ouvir o amor
Se é tão complicado?
E pensamos
E descobrimos
Que complicados somos nós
Não o amor
Que atento
E vigilante
Segue amando...
*
07/10/2009

Festa

*
Ontem à noite
Hoje pela manhã
Estive pensando...
Quando se fica preso
Como um cachorrinho
Dia inteiro
Sem ninguém
Experiências...
Uma hora
Preso
Sem ninguém
Como um cachorrinho
O dono volta!
A mesma festa
A mesma saudade
A mesma falta
Por quê?
Falta de noção
Sem tempo ou espaço
Como o amor
*
07/10/2009

Saudades

*
Acordo cansada
Corpo mole
Céu Cinza
Pequena faixa vermelha ao fundo
Saudades...
Pensamentos que vêm
Tempos que se foram
Amanheci com saudades...
Seria compreensível?
Amanheci com saudades
De vida e de viver
*
07/10/2009

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Sono

*
Sono
Preguiça
Dia escuro
Sombrio
Carregado
Lembro-me do bem
Lembro-me do sorriso
De sons suaves
De mãos aveludadas
O dia começa a ficar azul
Quero compartilhar
Um gole de vida
Bom dia ao amor
Bom dia à vida
E nesse dia
Em meio ao sono
Vigio com atenção
Oro sem exaustão
Amo de coração
*
05/10/2009

Susto

*
Às vezes me assusto
Com a dor
Com tanto chorar
Prefiro o amor
Quero, agora, só amor
Não quero susto
Só quero amor
O agitado
O cansativo
Eu me assusto
Eu quero a paz
Eu quero o bem
Quero o cuidado
Não quero susto
Só quero amor
*
05/10/2009

Firmeza

*
Raiva
Decepção
Lembranças
Para quê guardar?
Só para aprender
Intimamente
E ter firmeza
Aquietar as inquietações
Ter desejos firmes
Saber de tudo
Firmemente
Vigiar a todo o momento
Crer na união
Na comunhão
Na intenção
Maravilhoso propósito
*
04/10/2009

Encantos

*
A fala
Um encanto
Fonte de revelações
De coisas veladas
Encantos
Coisas nossas
Produção de amor
Felicidade de existir
De compreender
De compartilhar
De se descobrir
De se revelar
De se encantar
De ter segurança
De se amar
*
04/10/2009

Palavras

*
Não perderei uma só palavra
Elas escorrem pela boca
Saem pelos dedos
Não perderei uma gota
Conseguir sintetizar
Transcrever
Tornar poema
Sentimentos
Materializar
Dar forma
Às palavras
Aos sentimentos
Reparar
Jorrar amor
Que escorre de nossas bocas
De nossas almas
Um suporte
As palavras
Amar
Presente do Universo
*
05/10/2009

Consciência

*
Consciência do todo
Consciência do todo amor
Amar
É entender perfeitamente
Que um amor não se desvincula
Sob pena de se perder
Somos o que vemos hoje
Conscientemente
Envelhecidamente
Conscientemente
Entendo melhor
A dimensão do amor
De tudo o que nos rodeia
Compreendo
Conscientemente.
*
05/10/2009

Confesso

*
Confesso que não há ciúmes
Poemas não geram ciúmes
Eles apenas despertam
O que há de melhor em nós
Não precisamos ter ciúmes de nós mesmos
Juntos
No amor somos sempre melhores.
Confesso.
*
05/10/2009

Leitura

*
No amor
Lemos a nós mesmos
Reconhecêmo-nos
Emocionamo-nos
Pensamos que somos tudo aquilo
Às vezes pensamos que somos toda aquela intensidade
Todo aquele ser
Uma divindade
Amar seria ser uno?
Seria completar-se?
Como o côncavo e o convexo?
Seria não assustar-se
Seria falar sem medo
Sentimentos invadem nosso ser
É normal
Mas a leitura ideal?
Ideal é saber a prioridade da vida
Ou das vidas
Elas se comunicam
Fiquemos tranqüilos
Estamos atentos à leitura.
*
05/10/2009

domingo, 4 de outubro de 2009

Amor

*
Sempre existiu
Nunca acabou
Quando desacreditados dele
Estamos descrentes de nós mesmos.
Mesmo com os olhos fechados
Precisamos ver nitidamente
Gestos
Atos
Palavras
Pensamentos
Vigiados
Firmes
Sem raiva
Sem decepção
Lembranças boas
De momentos bons
Prioridades
Desejos aquietados
Firmeza
Amando tudo
Cuidando de tudo
Vigiando a todo o momento
Cuidando agora
Crendo no bem
Na união de amor
Na intenção no bem
Em um propósito maravilhoso de vida e na vida
Para a vida
No amor
Sem dor
Sem chorar
Só amor.
*
04/10/2009

Cuidados

*
Sei disso
Sei que me cuido
Sei que me cuida
Mas esperneio
Só um pouquinho
Interessante
Veja bem
O fato de cuidar do amor da vida
Torna minha casa e minha vida mais harmoniosas
Tudo tranqüilo
Tudo cuidado
Obrigada pelo amor da vida.
*
04/10/2009

Sozinhos Jamais

*
Jamais
Jamais nos sentiremos sozinhos
Somos livres para estampar o que há de mais belo em nós
O amor pela vida
Com a luz necessária
Companheira
Para dedicarmos
Beleza
Pureza
Honestidade
E assim
Nunca estaremos sozinhos
Pois estaremos plenos
E rodeados
Do puro amor
Da pura vida
*
04/10/2009

Autoria

*
Causa primária
Relativa
Palavras
Não são nossas palavras
Não são de nossa autoria
Apenas brotam em nosso coração
Cuja semente é o amor pela vida
Que semeamos e regamos
Se somos da vida
Somos vida
Nossas palavras
Não são nossas palavras
São vidas
Vivemos criando
Vivemos cuidando
Vivemos amando a vida
De quem,então, a autoria da vida?!
*
04/10/2009

Paz

*
Quando a paz invade
Embriaga
Mas não nos deixa tropeçar
O amor pela vida invade nosso ser
Sentimos a companhia de bons fluidos
Compromisso com nós mesmos
Vemos tudo claro
Como a luz do dia
Admiramo-nos e admiramos a vida
Ficamos felizes
Não escondemos a beleza da vida
Não a ofuscamos
Não ficamos entorpecidos
Cuidamos
E ficamos envolvidos "apenas" em paz e amor
Conscientemente
*
04/10/2009

Palavras

*
Não foge uma palavra
Ou um gesto
Ou um sonho
Devemos transformar tudo em poesia
Afinal, tudo é poesia
Palavras nos deixam tranqüilos
Palavras direcionadas não nos dispersam
Não nos tiram de nossas tarefas
Não nos monopolizam
Ficamos tranqüilos
Ficamos doces
Conversamos
Com afetividade
Relacionamos-nos
Temos carinhos
Somos afetivos
Sentimo-nos felizes bebendo água.
Eis a força das palavras.
*
04/10/2009

Chuva

*
Os pingos da chuva invadem minha janela
Tocam meu rosto
Suavemente...
Suavemente, acariciam-me a pele,
Como mãos delicadas.
Tudo é poesia.
Agradeço pela vida ser capaz de me inspirar.
Agradeço, mais uma vez, a generosidade divina,
Por ter-me entregado, novamente, meu amor pela vida.
Sinto um novo amparo
Como uma chuva fina
Promessa de Vida
Pura e doce
Feliz aprovação
Pura inspiração
Que flui de forma interessantíssima!
Bom de ver
Bom de sentir
Bom de saber
Trégua e paz no coração
*
04/10/2009

O Silêncio

*
Escuto, bem baixinho, o som do silêncio...
O som do silêncio atordoa,
Inquieta, irrita.
Silêncio...
Nem o azul do céu,
Nem o canto dos pássaros,
me consolam...
Silêncio...
E, em silêncio,
caminho amando a vida...
Mas o que tenho, no momento,
É, apenas, o silêncio...
O melhor amigo...
O silêncio, amigo meu,
Não é mais o único que me acompanha!
Felizmente...
Ao meu lado, agora, um amigo mais fiel...
No início, não o identifiquei, tolice minha...
Mas, agora, sei quem me acompanha, talvez, em vão!
São as batidas, desoladas, do meu coração...
Mas bem sei que, nesse ruidoso silêncio, não escutamos as coisas boas.
Desculpo-me a mim mesma.
Agora, depois da preleção, estou bem.
Fiquei tranqüila.
Na verdade amei, o tempo todo, a vida!
Em silêncio...
*
04/10/2009

Porque Amar Dói Tanto?

*
Vou explicar a dor
Para que me entenda:
Parece que tem uma mão forçando entrar no meu peito,
Rasgando a minha carne e, não satisfeita, tenta puxar meu coração pra fora,
Causando uma sensação de aperto e sufocação...
Mas,
Ainda assim
Amo a Vida!
Porque fico pensando...
Porque assim?
Porque sofrer?
Porque a angústia?
Está tudo bem...
Não deixemos que as agruras da vida nos sufoquem.
Oremos
Cuidemos
Amemos
Assim, amar dói menos!
*
04/10/2009

Rotina

*
O sono chega
Pouco mais de meia noite.
Os pássaros começaram a cantar...
Acordei junto com eles
Ainda estou com sono
Mas não me importa.
O dia será longo...
Dormi bem!
Meu sono foi velado por uma energia suave
Foi isso que senti.
O tempo passa
A vida passa
E, a cada segundo desse transformar,
Dessa evolução no cosmo,
Meu amor pela vida cresce,
Rotineiramente...
*
03/10/2009

Bênção

*
Vela
Luz
Pedido:
Bênção na caminhada
Iluminando os caminhos...
Caminho com Poesia e/ou Testemunho de Fé
*
03/10/2009

Modéstia

*
Não há vaidade
Nem luxo
Há comedimento
Há simplicidade
No modo de se apresentar
Mas só para lembrar
Que tenho

Esperança de recomeço numa linda
Noite enluarada e cheia de
Energia de vida e
Irradiando muita luz
Dádiva de Deus, infinito, e mais puro
Amor
*
03/10/2009

Morrer...ou Viver

*
Morro daqui
Fico bem
Não morrer nunca
Seria ilusão?
Dependo do amor para viver
Seja de perto
Seja de longe
Seja agitado
Seja quietinho
Melhor quietinho
Beijos
Pensamentos
Paz espiritual
Isso não é morrer
É viver
O que dar
Tudo
Todos os dias
Uma linda festa
Tudo junto em nós
Felicidade
Fico bem
Está bem
Cuido sim
De todos
E de mim
Fortaleza
Suavidade
Isso não é morrer
Isso é amar
Isso é viver
*
03/10/2009

Luz

*
Se puder, acenda uma vela
Para nós
Hoje.
Vela é luz
Eu acenderei.
Se estiver complicado,
Acenda uma vela.
Amo
Quero
Desejo
Sempre desejei
Para sempre
O amor
A luz
Ponto
*
03/10/2009